Portugues ling int vol3 pnld2018 capa al pr indd



Baixar 39.74 Mb.
Pdf preview
Página237/273
Encontro07.02.2022
Tamanho39.74 Mb.
#21486
1   ...   233   234   235   236   237   238   239   240   ...   273
Linguagem Interacao 3 MP 0019P18013 PNLD2018
Cântico VI

Tu tens um medo de Acabar.

Não vês que acabas todo o dia.

Que morres no amor.

Na tristeza.

Na dúvida.

No desejo.

Que te renovas todo dia.

No amor. Na tristeza.

Na dúvida.

No desejo.

Que és sempre outro.

Que és sempre o mesmo.

Linguagem_Interacao_LP_V3_PNLD2018_342a358_ENEM.indd   347

26/05/16   10:21



348

QUESTÕES DO ENEM

Que morrerás por idades imensas.

Até não teres medo de morrer.

E então serás eterno.

MEIRELES, C. Antologia poética. Rio de Janeiro: Record, 1963 (fragmento).

A poesia de Cecília Meireles revela concepções so-

bre o homem em seu aspecto existencial. Em Cânti-



co VI, o eu lírico exorta seu interlocutor a perceber

como inerente à condição humana,

a) 

a sublimação espiritual graças ao poder de se 



emocionar.

X

b) 



o desalento irremediável em face do cotidiano 

repetitivo.

c) 

o questionamento cético sobre o rumo das ati-



tudes humanas.

d) 


a vontade inconsciente de perpetuar-se em es-

tado adolescente.

e) 

um receio ancestral de confrontar a imprevisibi-



lidade das coisas.

3

Carta ao Tom 74

Rua Nascimento Silva, cento e sete

Você ensinando pra Elizete

As canções de canção do amor demais

Lembra que tempo feliz

Ah, que saudade, Ipanema era só felicidade

Era como se o amor doesse em paz

Nossa famosa garota nem sabia

A que ponto a cidade turvaria

Esse Rio de amor que se perdeu

Mesmo a tristeza da gente era mais bela

E além disso se via da janela

Um cantinho de céu e o Redentor

É, meu amigo, só resta uma certeza,

É preciso acabar com essa tristeza

É preciso inventar de novo o amor

MORAES, V.; TOQUINHO. Bossa Nova, sua história, sua gente. São Paulo: 

Universal; Philips, 1975 (fragmento).

O trecho da canção de Toquinho e Vinícius de Mo-

rais apresenta marcas do gênero textual carta, pos-

sibilitando que o eu poético e o interlocutor

a) 

compartilhem uma visão realista sobre o amor 



em sintonia com o meio urbano.

b) 


troquem notícias em tom nostálgico sobre as 

mudanças ocorridas na cidade.

X

c) 


façam confidências, uma vez que não se encon-

tram mais no Rio de Janeiro.

d) 

tratem pragmaticamente sobre os destinos do 



amor e da vida citadina.

e) 


aceitem as transformações ocorridas em pontos 

turísticos específicos.

4


Baixar 39.74 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   233   234   235   236   237   238   239   240   ...   273




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal