Portugues ling int vol3 pnld2018 capa al pr indd



Baixar 39.74 Mb.
Pdf preview
Página222/273
Encontro07.02.2022
Tamanho39.74 Mb.
#21486
1   ...   218   219   220   221   222   223   224   225   ...   273
Linguagem Interacao 3 MP 0019P18013 PNLD2018
machamba

 do 


ouro, era assim que chamava. Só voltava à noite

noitíssima. Os russos não tinham visitas. Os outros, 

ingleses, portugueses, não paravam lá. A princesa 

vivia fechada na sua tristeza. Vestia com cerimónia 

mesmo dentro de casa. Ela, posso dizer, visitava-se a 

ela própria. Falava sempre murmúrios, para ser es-

cutada tínhamos que levar a orelha perto. Eu apro-

ximava do seu corpo fino, pele tão branquíssima 

nunca vi. Essa branqueza muito me frequentou os 

sonhos, ainda hoje estremeço do perfume dessa cor.

Ela costumava demorar-se numa pequena sa-

linha, olhando um relógio de vidro. Escutava os 

ponteiros a pingar o tempo. Era um relógio da sua 

família, só a mim ela confiava a sua limpeza. Se esse 

relógio partisse, Fortin, era a minha vida que toda 

se partia. Ela sempre me dizia assim

conselhando cuidados.

Uma noite dessas eu estava na minha 

cubata, a acender o 

xipefo

. Foi quando 

uma sombra me assustou à minha trás. 

Olhei, era a senhora. Trazia uma vela 

e aproximou devagarinho. Espreitou o 

meu quarto, conforme a luz dançava nos 

cantos. Fiquei todo atrapalhado, enver-

gonhado até. Sempre ela me via naquela 

farda branca que eu usava no serviço. 

Agora, eu estava ali de 



cabedula

, sem camisa nem 

respeito. A princesa circulou-se em volta e depois, 

com meu espanto, sentou na minha esteira. Já viu? 

Uma princesa russa sentada numa esteira? Ela ficou 

ali uma quantidade de tempo, só sentada, permane-

cida. Depois, perguntou, com aquela maneira dela 

falar o português:

— Afinhal, vaciê vive àqui?

Eu não tinha resposta. Comecei de pensar que 

ela estava doente, a cabeça dela estava a trocar os 

lugares.


— Minha senhora: é melhor voltar na sua casa. 

Este quarto não é bom para a senhora.

Ela não deu resposta. Voltou a perguntar:

— E par si é bom?

— Para mim chega. Basta um tecto a tapar-nos 

do céu.


Ela corrigiu minhas certezas. Os bichos, disse, é 


Baixar 39.74 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   218   219   220   221   222   223   224   225   ...   273




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal