Portugues ling int vol3 pnld2018 capa al pr indd



Baixar 39.74 Mb.
Pdf preview
Página156/273
Encontro07.02.2022
Tamanho39.74 Mb.
#21486
1   ...   152   153   154   155   156   157   158   159   ...   273
Linguagem Interacao 3 MP 0019P18013 PNLD2018
embuçado:

 com 


o rosto tapado

deixando de fora 

apenas os olhos; 

coberto com capa, 

capote ou similar; 

disfarçado.



valado:

 vala rodeada 

de tapume; fosso.

T

eresa Berlinc



k/Arqui

v

o da editora



5

10

15



20

25

30



35

Cecília Meireles

 (1901-1964) nasceu e morreu no Rio de Janeiro. Nem tinha 

nascido quando perdeu o pai. A mãe viria a falecer três anos depois.

Lecionou no curso primário (equivalente aproximado do atual Ensino 

Fundamental I) e universitário. Viajou muito pelo exterior e proferiu 

palestras sobre literatura brasileira. Recebeu o prêmio de poesia da 

Academia Brasileira de Letras em 1939 pelo seu livro Viagem.

Poesia: Espectros (1919), Nunca mais... e Poemas dos poemas (1923), 

Baladas para El-rei (1925), Viagem (1939), Vaga música (1942), Mar 

absoluto (1945), Retrato natural (1949), Doze noturnos de Holanda & 

O aeronauta (1952), Romanceiro da Inconfidência (1953) e Solombra 

(1963). Prosa: Giroflê, Giroflá (1956), Escolha o seu sonho (1964) e Olhi-



nhos de gato (1980).

A

c



e

rv

o



 I

c

o



n

o

g



ra

p

h



ia

/R

e



m

in

is



n

ci



as

Linguagem_Interacao_LP_V3_PNLD2018_213a247_U3_C6_K.indd   233

26/05/16   10:20



234

CAPÍTULO 6  CARTA PESSOAL

24

  O texto 10 foi quase todo construído com frases interrogativas. Que efeito de 



sentido o eu lírico obtém com esse recurso?

25

  Explique no caderno qual é o propósito do Embuçado.



26

  O eu lírico responde às perguntas feitas no romance XXXVIII? Justifique no caderno.

Na segunda fase do Modernismo, a poesia se assumiu como espaço de reflexão 

a respeito das angústias e atrocidades que atingiam a humanidade. 

Os ombros suportam o mundo, de Drummond, e A rosa de Hiroxima, de Vinícius 

de Morais, poemas lidos neste capítulo, exemplificam essa literatura preocupada 

em denunciar a caótica situação daquele momento histórico.

Língua – análise e reflexão 

I. Mecanismos sintáticos de coesão e 

coerência (II): a regência

1

  O trecho a seguir é um extrato do livro Capitães da areia, de Jorge Amado. 



Leia-o atentamente. 

O Sem-Pernas sentou-se na ponta 

 uma cadeira e ficou esperando. O 



advogado o estudava, mirando seu rosto, mas era 

 simpatia, e o Sem-Per-



nas preparava as respostas 

 as inevitáveis perguntas. Contou novamente a 



história inventada pela manhã, mas quando começou 

 chorar abundantes 



lágrimas o advogado mandou que ele parasse e se levantou, dirigindo-se 

 



janela. O Sem-Pernas compreendeu que ele estava comovido, e este resulta-

do 


 sua “arte” o fez ficar orgulhoso. Sorriu só 

 si. Mas agora o advogado se 



aproximava 

 dona Ester e a beijava na testa e depois nos lábios. O Sem-Per-



nas baixou os olhos. 

AMADO, Jorge. Capitães da areia.  

São Paulo: Companhia das Letras, 2009. p. 122.

a) 


Mesmo sem recorrer ao texto original integral, você terá sido capaz de “intuir” 

quais são as palavras que podem substituir os 

. Escreva-as no caderno. 



b) 

O professor vai indicar a você quais são as palavras que constam do texto 

original. Compare suas respostas com as indicações. O que você pôde 

perceber?

c) 

O que você pode concluir sobre o emprego das palavras que faltavam?



O que é regência

A “intuição” que você teve ao empregar as palavras que faltavam na atividade 

1 se deve a um mecanismo sintático chamado regência, o qual regula as liga-

ções entre um verbo ou um nome e seus complementos. As palavras com que 

você completou o texto são chamadas preposições. A escolha por determinada 

preposição não é casual: você escolheu a preposição adequada porque o uso e o 

sentido determinam essa escolha.

Torna mais misteriosa a figura do Embuçado e desperta no leitor uma sensação de curiosidade quanto à 

identidade do homem que avisava aos inconfidentes sobre a aproximação das forças repressoras.

Advertir os inconfidentes e seus adeptos dos riscos das forças da repressão.

Não. Na estrofe final existem possibilidades até contraditórias a respeito da identidade dessa figura.

5

Respostas pessoais. 




Baixar 39.74 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   152   153   154   155   156   157   158   159   ...   273




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal