Política e sociedade online



Baixar 385.37 Kb.
Página1/4
Encontro20.12.2019
Tamanho385.37 Kb.
  1   2   3   4







Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas

UNIVERSIDADE DE LISBOA






Política e sociedade online

A participação política dos estudantes universitários portugueses

Hugo Manuel Abreu Jorge

Professora Doutora Sónia Pedro Sebastião

Dissertação para obtenção de grau de Mestre

em Ciência Política

Lisboa


2013

Agradecimentos


À professora Doutor Sónia Pedro Sebastião, orientadora desta tese de mestrado. À minha família e amigos. A todos os que responderam ao inquérito deste estudo. À universidade Técnica de Lisboa.

Resumo


O presente trabalho aborda o envolvimento político e social online dos jovens universitários portugueses, mais concretamente, no que toca ao acesso e consumo de informação política, bem como ao uso de internet com finalidades políticas. Damos especial destaque à internet pois esta é apontada por alguma literatura como uma plataforma com potencialidades comunicativas e informativas superiores aos restantes meios. Este estudo procura através da análise do envolvimento jovem com o novo meio contribuir para compreender que factores influenciam o uso político de internet e, em particular, quais as dinâmicas que caracterizam esse uso.

Com vista a concretizar estes objectivos de análise foi realizado um inquérito a um universo de 384 inquiridos, composto por alunos universitários portugueses que frequentem ou tenham frequentado o ensino superior e com idades compreendidas entre os 18 e os 34 anos. O inquérito foi lançado entre os dias 26 de Junho e 9 de Setembro de 2012. O estudo é exploratório e foi usada uma amostra do tipo bola-de-neve.

A principal conclusão deste estudo aponta para os recursos digitais bem como para a actividade política real dos inquiridos como dois preditores do envolvimento online. A internet é, assim, utilizada com finalidades políticas sobretudo por aqueles que à partida detém os recursos necessários e o interesse prévio sobre a matéria que vão consultar. Quanto à dimensão das dinâmicas, registamos que os inquiridos apesar de estarem conscientes sobre as potencialidades do meio não traduzem essa opinião num envolvimento concreto, apresentando de uma forma geral um baixo índice de participação política e cívica online. Desta forma, verificamos que a internet é sobretudo uma fonte de informação política e não tanto um espaço de participação e interacção, contrariando as expectativas da literatura mais optimista.




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal