Pnld2021 Humanitasdoc vainfas V3 001a256 pr 001. pdf


A O R I G E M D A S C I D A D E S



Baixar 50.75 Mb.
Pdf preview
Página90/334
Encontro11.07.2022
Tamanho50.75 Mb.
#24207
1   ...   86   87   88   89   90   91   92   93   ...   334
Humanitas.doc - Volume 3
A O R I G E M D A S C I D A D E S
É possível considerar que o embrião das cidades surge com o processo de 
sedentarização humana. As primeiras aglomerações são datadas do Período 
Neolítico
, com o surgimento das primeiras aldeias. Isso só foi possível com o 
início das práticas agrícolas, a domesticação de animais e a criação de utensí-
lios com técnicas cada vez mais sofisticadas.
As aldeias tinham sua dinâmica comandada pelas atividades primárias, no-
meadamente agricultura e criação de animais, que exigiam terrenos extensos 
para sua realização. Os progressivos aperfeiçoamentos técnicos no cultivo per-
mitiram aos agricultores maior produtividade. O excedente daí decorrente pos-
sibilitou que parte da população das aldeias se livrasse da necessidade de obter 
alimentos para se dedicar a outras atividades.
A divisão do trabalho foi se tornando mais complexa. Idade, gênero e força fí-
sica eram definidores do papel social das pessoas. Geralmente, os homens mais 
fortes assumiam o papel de caçadores e protetores das aldeias, ficando dispen-
sados de exercer as atividades primárias. Em alguns contextos, os caçadores 
passaram a gozar de privilégios e a desempenhar o papel de governantes.
Neolítico
na historiografia 
ocidental, período entre 
aproximadamente 
12000 a.C. e 4000 a.C, 
no qual a agricultura se 
desenvolveu no Oriente 
Médio e, em seguida, na 
Europa, na Ásia e no
norte da África. Além
de maior disponibilidade 
de alimento, datam desse 
período a criação de 
peças de cerâmica e a 
domesticação de animais.
62
V3_CIE_HUM_Vainfas_g21Sa_Cap3_058a081_LA.indd 62
9/27/20 12:59 PM


Uma vez constituída essa nova divisão do poder, tributos passaram a ser cobrados 
sobre o excedente, o que revela a participação desigual dos indivíduos na produção, 
na apropriação e na distribuição de riquezas. A desigualdade entre dominadores e 
dominados foi condição importante para a origem das cidades. Essa origem não está 
assentada apenas na produção material, mas também na dominação política e social: a 
elite governante passa a trocar o excedente de produção por proteção política e militar.
Com a construção de muralhas, sistemas de irrigação, estradas pavimentadas 
e outros elementos de urbanização que facilitavam as trocas, iniciou-se a aglo-
meração de artesãos especializados e de outros trabalhadores não agrícolas.
Em diferentes momentos, despontaram em várias partes do mundo cidades com 
grandes estruturas construídas pelo ser humano, como fortificações, terrenos irrigados, 
casas e templos. Ur, na Mesopotâmia, e Kaminaljuyu, na América Central, são exemplos 
desse desenvolvimento urbano em partes diferentes do mundo, com amplo uso de 
técnicas de engenharia. Algumas cidades também ganharam ampla influência cultural 
e política sobre diferentes povos, tal como Atenas e Roma na Antiguidade ocidental.
Tuareg
Alberto Vázquez-Figueroa. Porto Alegre: L&PM, 2002.
O livro conta a história do tuaregue Gacel Sayad, homem duro e orgulhoso que 
consegue sobreviver em meio às intempéries do deserto do Saara. O enredo expõe 
a cultura milenar dos tuaregues e seu código de honra.
FIC
A
A
DIC
A

Baixar 50.75 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   86   87   88   89   90   91   92   93   ...   334




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal