Pnld2021 Humanitasdoc vainfas V3 001a256 pr 001. pdf


a)  Fazer uma contextualização histórica do surgimento e da evolução da cidade. b)



Baixar 50.75 Mb.
Pdf preview
Página87/334
Encontro11.07.2022
Tamanho50.75 Mb.
#24207
1   ...   83   84   85   86   87   88   89   90   ...   334
Humanitas.doc - Volume 3
a) 
Fazer uma contextualização histórica do surgimento e da evolução da cidade.
b) 
Indicar quais características você considera centrais na análise da cidade.
c) 
Justificar a escolha dessas características com base em dados reais, obtidos por meio de pesquisa.
ANALISAR E REFLETIR
Vernon Y
uen/NurPhoto/Get
ty 
Images
60
V3_CIE_HUM_Vainfas_g21Sa_Cap3_058a081_LA.indd 60
9/27/20 12:59 PM


A CIDADE E O URBANO NO BRASIL
Podem-se adotar vários critérios na identificação de 
uma cidade. Todavia, para fins de governança e admi-
nistração, é necessário ter uma definição clara. Do pon-
to de vista normativo, há dispositivos legais para isso.
No Brasil, o Decreto-Lei n
o
311, de 2 de março de 
1938, dispõe sobre a divisão territorial do país. Em seu 
artigo 3
o
é expresso que a sede do município tem a 
categoria de cidade, sendo responsável por dar nome 
ao município. Observa-se, então, que cada município 
deve ter apenas uma cidade; as demais aglomerações 
urbanas são sedes de distritos (subdivisões dentro do 
município), recebendo o nome de vila.
Esse critério adotado pelo Brasil é meramente 
formal e desconsidera aspectos estruturais (como 
número de habitantes e densidade demográfica) e 
funcionais (atividades desenvolvidas pela cidade). Isso 
ocasionou a elevação de vários povoados à categoria 
de cidade e, consequentemente, a criação de vários 
municípios sem a devida infraestrutura, levando o país 
a ser considerado mais urbano do que realmente é.
O termo “cidade” permaneceu quase intocado des-
de seu surgimento, apesar de seu objeto ter passado 
por profundas modificações ao longo da história. Cha-
mamos de cidade desde aglomerações com algumas 
dezenas de habitantes, com atividades marcadamen-
te rurais, até imensos aglomerados urbanos de mi-
lhões de pessoas. No entanto, não devemos perder de 
vista seu caráter espacial, histórico e temporal.
Costuma-se confundir os conceitos de urbano e 
cidade. Pode-se afirmar que toda cidade comporta o 
fenômeno urbano, mas nem tudo que é urbano repre-
senta uma cidade. O urbano é a materialização espacial 
do processo de urbanização, que representa mudanças 
estruturais específicas introduzidas pela sociedade ca-
pitalista. Assim, ele se estende para além da cidade
estando presente inclusive nas áreas rurais.
O percentual de urbanização dos municípios brasileiros é bastante heterogêneo. A região Sudeste é a que 
apresenta maior proporção de áreas urbanizadas, ao passo que a região Norte é a menos urbanizada. Até a 
década de 1960, o país era majoritariamente rural; a partir de 1970, as áreas urbanas superaram as rurais 
e cresceram exponencialmente.

Baixar 50.75 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   83   84   85   86   87   88   89   90   ...   334




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal