Pnld2021 Humanitasdoc vainfas V3 001a256 pr 001. pdf


U S O D A T E R R A N O E S PA Ç O



Baixar 50.75 Mb.
Pdf preview
Página65/334
Encontro11.07.2022
Tamanho50.75 Mb.
#24207
1   ...   61   62   63   64   65   66   67   68   ...   334
Humanitas.doc - Volume 3
U S O D A T E R R A N O E S PA Ç O 
R U R A L B R A S I L E I R O
As atividades produtivas que efetivamente estão presentes em determinada 
área dizem respeito ao que é chamado de ocupação do espaço. O processo de 
ocupação e suas transformações podem ser observados e analisados a partir 
dos tipos de cobertura e do uso da terra, o que se relaciona com a transformação 
do meio natural pela ação humana. 
No território brasileiro, o meio natural originalmente contava com a presença 
de seis grandes conjuntos de vida animal e vegetal, caracterizados por agru-
pamentos de vegetação praticamente contíguos em escala regional, associa-
dos a condições climáticas e geológicas e diversidade biológica próprias. Esses 
grandes conjuntos, chamados biomas, são: Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata 
Atlântica, Pampa e Pantanal. 
Cada um desses biomas 
teve sua paisagem natural 
modificada, ao longo do tem-
po, pelo trabalho humano. 
Assim, o território brasileiro, 
no decorrer de sua forma-
ção, ampliou as áreas de 
paisagem antropizadas, isto 
é, construídas pelos seres 
humanos, das quais fazem 
parte tanto os espaços rurais 
como os espaços urbanos. 
No Brasil, com o 
objetivo de ampliar o 
acesso à terra por meio 
da reforma agrária, foi 
fundado o Movimento 
dos Trabalhadores 
Rurais Sem Terra (MST), 
na década de 1980, no 
estado do Rio Grande do 
Sul. Atualmente, o MST 
tem projeção nacional 
e utiliza como principal 
estratégia a ocupação 
de terras consideradas 
improdutivas em 
grandes propriedades, 
com o intuito de 
pressionar o governo 
a distribuí-las aos 
agricultores sem-
-terra. Há diversos 
argumentos, de 
diferentes setores da 
sociedade, contrários 
ao movimento. Entre 
eles, que a principal 
estratégia do movimento 
é pautada no crime de 
invasão a propriedades 
privadas. Por outro 
lado, o MST argumenta 
que a ocupação de 
terras é uma forma de 
acelerar o processo 
de desapropriação de 
terras improdutivas, 
uma vez que a tomada 
de terras pelo poder 
público (com a devida 
indenização ao 
proprietário) e sua 
destinação à reforma 
agrária estão previstas 
na Constituição federal. 
Desde a criação do 
MST, cerca de 350 mil 
famílias conquistaram 
o acesso à terra por 
meio da participação no 
movimento.
OBSERVE QU E...

Baixar 50.75 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   61   62   63   64   65   66   67   68   ...   334




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal