Pnld2021 Humanitasdoc vainfas V3 001a256 pr 001. pdf


  Com base no trecho da carta, responda às questões. a)



Baixar 50.75 Mb.
Pdf preview
Página39/334
Encontro11.07.2022
Tamanho50.75 Mb.
#24207
1   ...   35   36   37   38   39   40   41   42   ...   334
Humanitas.doc - Volume 3
 2 
Com base no trecho da carta, responda às questões.
a) 
O que significa a frase: “E em tal maneira é graciosa que, querendo-a aproveitar, dar-se-á nela tudo
por bem das águas que tem”?
b) 
Qual é a perspectiva de Caminha em relação às atividades econômicas dos habitantes da terra e aos 
recursos dela naquele momento conhecidos por eles? 
c) 
Comente o trecho que melhor expressa o olhar simbólico e teológico ocidental da época sobre a 
terra e os habitantes. Que tipo de aproximação se faz entre homem e natureza?
 3 
Você já teve o bairro ou a região em que mora descritos ou representados por alguém vindo de fora? Em 
grupo, faça com os colegas uma avaliação da representação feita.
A
N A L I S A N D O M E N S A G E N S
alim‡ria
animal de carga.
Reprodução/Biblioteca Marciana, Veneza, Itália
Mapa do veneziano Fra Mauro, de 1459, com o sul no alto. A representação 
do mundo conhecido pelos europeus incluía regiões lendárias, como o 
Reino de Preste João.
23
V3_CIE_HUM_Vainfas_g21Sa_Cap1_018a035_LA.indd 23
9/27/20 12:57 PM


A R E V O L U Ç Ã O C I E N T Í F I C A 

Revolução Científica
do século XVII é considerada um marco da separação 
entre a ciência e o campo das religiões e também da distinção entre natureza e 
cultura. Muitos especialistas consideram que a dicotomia ser humano
 versus na-
tureza já estava presente na concepção judaico-cristã do Homem criado à ima-
gem e semelhança de Deus, capaz de dominar os outros seres, animados ou ina-
nimados. Apesar de suas discordâncias em relação às explicações teológicas, a 
ciência acabou por fornecer uma nova justificativa para esse domínio do homem. 
Antes da Revolução Científica, não havia distinção entre a Filosofia e as dife-
rentes ciências tal como as entendemos hoje. Os estudiosos que hoje se aproxi-
mariam dos cientistas se dedicavam à Filosofia Natural, legada pela sociedade 
greco-romana da Antiguidade. Principalmente no período do Renascimento, es-
teve presente a visão do homem como um polímata, ou seja, capaz de se dedicar 
aos mais diferentes assuntos. 
O francês René Descartes (1596-1650), por exemplo, dedicou-se a temas filo-
sóficos como o conhecimento e a metafísica, mas também a estudos em Física 
óptica, Geometria analítica e outras áreas. O inglês Francis Bacon (1561-1626), 
igualmente importante para a teoria do conhecimento, voltou-se à política e ao 
direito. Apesar de terem concepções distintas da capacidade de conhecer, ambos 
propuseram ideias decisivas para a afirmação do homem como sujeito capaz de 
descobrir as verdades do mundo por meio do pensamento racional. Por meio 
da dúvida metódica, Descartes propôs que o homem questione todas as suas 
certezas para então buscar aferir, uma a uma, se elas são verdadeiras ou não. 
Por sua vez, Bacon defendia a observação sistemática dos fatos empíricos para 
a construção de um conhecimento que permitisse o avanço do poder do homem.

Baixar 50.75 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   35   36   37   38   39   40   41   42   ...   334




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal