Pnld2021 Humanitasdoc vainfas V3 001a256 pr 001. pdf



Baixar 50.75 Mb.
Pdf preview
Página325/334
Encontro11.07.2022
Tamanho50.75 Mb.
#24207
1   ...   321   322   323   324   325   326   327   328   ...   334
Humanitas.doc - Volume 3
Professor indicado: História, Geografia ou
Sociologia
Esse tópico propõe o debate sobre os desafios que o 
Brasil enfrentará no que se refere à previdência social, se-
gundo projeções. Isso está relacionado ao aumento da ex-
pectativa de vida da população, ampliando os temas de-
batidos durante o capítulo. Ressalte as mudanças 
processadas nas características socioeconômicas brasileiras 
ao longo do tempo, com base nos dados apresentados. 
Destaque alguns dos problemas e desafios que a sociedade 
brasileira terá que superar nas próximas décadas, como o 
equilíbrio do sistema previdenciário e a ampliação das po-
líticas públicas de saúde para atender às demandas de uma 
população cada vez mais velha. Peça aos estudantes que 
elaborem hipóteses e cenários futuros para a dinâmica po-
pulacional brasileira. Para isso, você pode utilizar os info-
gráficos disponíveis em: https://g1.globo.com/economia/
noticia/2019/11/12/saiba-o-que-muda-com-a-reforma-da- 
previdencia.ghtml e https://www.insper.edu.br/conheci 
mento/conjuntura-economica/reforma-previdencia-bra 
sil-em-graficos/ (acesso em: 16 set. 2020). Esse tema e as 
discussões dele provenientes contribuem para o desenvol-
vimento da habilidade EM13CHS606.
Roteiro de estudos 
p. 148-151
1. a) O gráfico ilustra o elevado padrão de consumo estabele-
cido nos Estados Unidos, na Austrália e na Alemanha, cujos 
indicadores são muito superiores à média global. Para que a 
população mundial vivesse com o mesmo padrão desses paí-
ses, seria necessário um volume muito maior de recursos na-
turais: cinco vezes maior no caso dos Estados Unidos, por 
exemplo. Países como esses, considerados desenvolvidos, con-
centram grande parte da riqueza produzida na escala global 
e, por isso, são grandes responsáveis pela excessiva utilização 
dos recursos oferecidos pela natureza. O padrão de consumo 
estabelecido nesses países, portanto, contribui de forma mais 
significativa para o esgotamento dos recursos naturais do que 
os países considerados em desenvolvimento.
b) A situação do Brasil apresentada no gráfico se mostra mui-
to próximo à média global. Por ser considerado um país em 
desenvolvimento, a população do Brasil tem um padrão de 
consumo de recursos menor que o das principais economias 
mundiais. 
c) Como forma de minimizar esse panorama, é necessário re-
pensar a respeito dos nossos próprios padrões de consumo. 
Avaliar a real necessidade de adquirir um produto, valorizar os 
pequenos produtores locais, cujos bens e serviços são produ-
zidos com menos recursos naturais, e promover a maior reu-
tilização e reciclagem de material podem ser soluções trazidas 
pelos estudantes nessa questão.
A atividade propõe uma análise do padrão de consu
-
mo estabelecido em países com contextos econômicos 
distintos, relacionando o uso excessivo dos recursos na-
turais, e os impactos provocados na natureza. Os estu-
dantes também são incentivados a refletir sobre práticas 
que estimulam o consumo responsável, explorando, des-
sa forma, a habilidade EM13CHS304.
2. a) O alto investimento estatal em saúde, educação, assis-
tência social, previdência social, cultura, habitação e sanea-
mento básico é característico de muitos países europeus, que 
chegam a ter mais de 25% do PIB em despesas sociais públicas. 
Esses países adotaram o modelo principalmente após a Se-
gunda Guerra Mundial, a fim de garantir direitos sociais bá-
sicos à população.
b) O Estado de bem-estar social surgiu como forma de enfren-
tar as desigualdades e problemas sociais surgidos na Europa 
após a Segunda Guerra Mundial e o aprofundamento das 
transformações provocadas pela industrialização e pelo 
P4_V3_CIE_HUM_Vainfas_g21Sa_MP_193a256.indd 249
29/09/2020 19:44


250
desenvolvimento do capitalismo. O crescimento demográfico 
em queda e a população reduzida caracterizavam o contexto 
demográfico dos países que adotaram esse modelo.
c) A garantia do acesso aos padrões mínimos de educação, 
saúde, habitação, renda e seguridade social pode ser indicada 
pelos estudantes como o principal benefício promovido para 
a população a partir do modelo de Estado de bem-estar social.
Espera-se que os estudantes façam uma relação entre 
a análise dos dados fornecidos pelo gráfico e os processos 
políticos, econômicos, sociais discutidos ao longo do ca-
pítulo, explorando, assim, a habilidade EM13CHS103.
3. a) Oriente os estudantes a se reunirem em duplas e a discu-
tirem as características do mercado de trabalho brasileiro pa-
ra justificar a visão do pesquisador de que as mulheres pobres 
serão o grupo com maior dificuldade para se aposentar com 
as mudanças de regras aprovadas pela Reforma da Previdên-
cia. Durante a discussão, espera-se que os estudantes possam 
considerar a maior dificuldade das mulheres de conseguir e se 
manter no emprego, em decorrência da cultura patriarcal exis-
tente no mundo do trabalho. Além das situações de desigual-
dades de salários, muitas mulheres têm de lidar com a jornada 
dupla ou até tripla, conciliando o emprego, os estudos e as 
atividades domésticas, estabelecidas culturalmente como fun-
ções estritamente do gênero feminino. Muitas delas também 
largam o emprego para cuidar dos filhos e nem sempre retor-
nam para o setor formal. A informalidade e o trabalho realiza-
do pelas mulheres em casa não são contabilizados como tem-
po de contribuição para o sistema de previdência social. Esses 
fatores podem ser levantados como hipóteses pelos estudan-
tes para justificar a inserção das mulheres, sobretudo as mais 
pobres, nos grupos sociais mais prejudicados pela Reforma da 
Previdência de 2019.
b) Essa questão é uma oportunidade para os estudantes exer-
citarem a empatia e a promoção dos direitos humanos, por 
meio da visão crítica sobre as dificuldades e os desafios enfren-
tados pelas mulheres, decorrentes da cultura patriarcal impos-
ta na sociedade brasileira. As desigualdades de gênero ainda 
presentes no mundo do trabalho são fatores que impedem as 
mulheres de contribuir da mesma forma que os homens. Por 
isso que, historicamente, a idade mínima para se aposentar 
das mulheres é inferior à idade mínima dos homens.
Nessa atividade, os estudantes são estimulados a ela-
borar hipóteses e argumentar com base em fatos e infor-
mações confiáveis, com o objetivo de defender ideias e 
pontos de vista que respeitem e promovam a igualdade 
de gênero e os direitos humanos com posicionamento 
ético, explorando, dessa forma, a competência geral 7. 
Trata-se também de uma oportunidade para trabalhar 
os Temas Contemporâneos Transversais Cidadania e Ci-
vismo, Processo de envelhecimento e Respeito e valori-
zação do idoso. A atividade promove, também, o desen-
volvimento das habilidades EM13CHS101 e EM13CHS606.
4. Alternativa b.
A fome é um problema perpetuado pela ausência ou insufi-
ciência de renda que garanta acesso ao alimento e, portanto, 
está associada à desigual distribuição de renda. As alternativas 
seguintes são incorretas porque, com a modernização da agro-
pecuária, a produtividade, a produção, o armazenamento e a 
mobilidade da produção alimentícia são garantidos, mesmo 
em áreas de bolsões de pobreza, contudo, o que impede o 
acesso ao alimento é o baixo poder de compra. A atividade 
contempla o desenvolvimento da habilidade EM13CHS606, 
pois volta-se às características socioeconômicas da sociedade 
brasileira, com base na análise de documentos.
5. Alternativa d.
A ordem é V, F, F, F. São falsos o segundo item (o crescimento 
da população mundial projetado leva em consideração o rit-
mo de crescimento vegetativo nos países, que, embora em de-
clínio, varia entre médio e elevado nos países subdesenvolvi-
dos), o terceiro item (o crescimento vegetativo ou natural é 
calculado a partir das taxas de natalidade e mortalidade) e o 
quarto item (como a escala é global, o fator migrações não é 
relevante, visto que diz respeito ao deslocamento de popula-
ção, as migrações impactam o crescimento principalmente em 
países específicos que recebem grande número de imigrantes 
e refugiados, o principal fator de crescimento demográfico é 
o crescimento vegetativo). A atividade está relacionada ao de-
senvolvimento da habilidade EM13CHS206, pois analisa a ocu-
pação humana e a produção do espaço em diferentes tempos, 
aplicando os princípios de localização, distribuição, ordem, 
extensão, conexão, arranjos, casualidade, entre outros que 
contribuem para o raciocínio geográfico.
6. Alternativa b.
Espera-se que o estudante perceba que, quanto maior a área, 
menor a densidade demográfica, para um mesmo conjunto 
de pessoas. 
7. Afirmativa c.
A afirmação I é incorreta, pois opõe falsamente malthusianos 
e neomalthusianos. Já a II é falsa porque o autor não defende 
políticas natalistas. Isso porque, de acordo com a afirmação III, 
ele acredita que há relação entre promoção de desenvolvimen-
to econômico e social e uma consequente mudança na dinâ-
mica demográfica.
Atividade complementar
Proponha aos estudantes que eles realizem um censo 
escolar. Eles deverão aplicar um questionário entre a co-
munidade escolar – estudantes, professores e funcioná-
rios. Após a coleta das informações, deverão tabelar e 
sistematizar os resultados. Essa atividade contemplará o 
desenvolvimento da habilidade EM13CHS106, ao possi-
bilitar a utilização de diferentes gêneros textuais e tecno-
logias digitais de informação e comunicação de forma 
crítica, significativa e reflexiva, além de produzir conhe-
cimentos, resolver problemas e exercer protagonismo e 
autoria na vida pessoal e coletiva. 
Os dados que devem ser contemplados no questio-
nário são:

Baixar 50.75 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   321   322   323   324   325   326   327   328   ...   334




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal