Pnld2021 Humanitasdoc vainfas V3 001a256 pr 001. pdf


NATALIDADE, FECUNDIDADE, POLÍTICAS PÚBLICAS



Baixar 50.75 Mb.
Pdf preview
Página32/334
Encontro11.07.2022
Tamanho50.75 Mb.
#24207
1   ...   28   29   30   31   32   33   34   35   ...   334
Humanitas.doc - Volume 3
NATALIDADE, FECUNDIDADE, POLÍTICAS PÚBLICAS
E TRADIÇÕES CULTURAIS ............................................................................... 141
Conversa de economista & filósofo
................................................................. 143
MIGRAÇÕES E CRESCIMENTO POPULACIONAL ....................................... 145
Analisando mensagens
.................................................................................. 146
A DINÂMICA POPULACIONAL BRASILEIRA .............................................. 146
Roteiro de estudos
......................................................................................... 148
P R O J E T O
1 5 2
R E F E R Ê N C I A S B I B L I O G R Á F I C A S
1 5 8
C
P
T
L
A
Í
U

4
C
P
T
L
A
Í
U

5
C
P
T
L
A
Í
U

6
V3_CIE_HUM_Vainfas_g21Sa__Iniciais_003a017_LA.indd 15
9/27/20 1:10 PM


16
I N T R O D U ‚ Ì O
Neste volume, o ambiente e o uso dos recursos natu-
rais pela humanidade estarão no centro de seus estudos, 
reflexões e discussões. As Ciências Humanas e Sociais 
Aplicadas dedicam-se a variados aspectos dessa temá-
tica, a começar pela própria discussão sobre a relação 
entre natureza e sociedade, que se relaciona com a com-
petência específica 1 da BNCC. O ser humano faz parte 
da natureza ou se diferencia dela por meio da cultura? 
Afinal, o que é natureza? Esse debate preliminar permite 
compreender de que maneira se formou e se consolidou 
uma concepção prevalente no pensamento ocidental: a de 
que os elementos naturais são passíveis de exploração e 
dominação ilimitadas pela humanidade. 
Um olhar sobre diversas sociedades não ocidentais, in-
cluindo a de muitos povos indígenas que vivem no território 
brasileiro, possibilita descobrir concepções radicalmente 
diferentes de como o ser humano pode se relacionar com 
os demais seres. Em um tempo em que a transformação 
do ambiente pela humanidade parece se impor cada vez 
mais na Terra, também se articula, em escala mundial, 
uma revisão dos padrões de consumo e exploração de re-
cursos e uma busca pela diminuição do impacto da ação 
humana sobre o ambiente. Você pode notar, portanto, que 
a competência específica 3 de Ciências Humanas e Sociais 
Aplicadas será trabalhada ao longo de todo o volume.
A complexidade dessa temática exige também o cruza-
mento de conhecimentos históricos, filosóficos, geográfi-
cos e sociológicos, além de contribuições da Demografia, 
da Antropologia, da Arqueologia e de disciplinas de outras 
áreas do conhecimento. Trata-se de conhecer o passado 
e o presente para discutir as perspectivas para o futuro da 
humanidade e do planeta inteiro.
É indiscutível que a população humana teve um cresci-
mento inédito no último século e ainda segue crescendo. 
Isso tem implicações crescentes em termos de saneamen-
to básico, uso do espaço e dos recursos naturais. Nessa 
dinâmica de expansão, a humanidade precisará encontrar 
caminhos para conciliar seu bem-estar e o do ambiente, 
sob o risco de inviabilizar ambos em um futuro não tão dis-
tante. No trabalho com este volume, as competências ge-
rais 1, 2, 5, 7 e 10 da BNCC serão mobilizadas para pensar, 
propor, discutir e difundir ideias que permitam garantir um 
futuro melhor para você e para todo o mundo.
No mundo capitalista globalizado de hoje, a agricultura 
mecanizada de larga escala convive em permanente ten-
são com o extrativismo de pequena escala e a agricultu-
ra familiar. É possível conciliar respeito à biodiversidade 
e desenvolvimento econômico, garantia de condições so-
cioeconômicas dignas e respeito a tradições culturais e 
costumes ameaçados de desaparecer, como os de popula-
ções ribeirinhas, de comunidades indígenas e quilombolas 
V3_CIE_HUM_Vainfas_g21Sa__Iniciais_003a017_LA.indd 16
9/27/20 1:10 PM


17
Panorama da cidade 
de São Francisco 
(Estados Unidos) em 
9 de setembro de 
2020. A fumaça de 
incêndios em áreas 
florestais próximas 
tomou a cidade, 
filtrando a luz do Sol 
num efeito visual que 
assombrou o mundo.
Na atualidade, boa parte da humanidade é dependente de recursos fósseis, em geral poluentes e não 
renováveis. É fato que o desenvolvimento tecnológico, que se acelerou em ritmo inédito nos últimos três sé-
culos, teve efeitos nefastos para a atmosfera, o solo e as águas, mas seus novos desdobramentos também 
trazem soluções sustentáveis, se usados com consciência socioambiental. Energia solar e eólica, bioplás-
ticos e outras invenções são promissoras para resolver o impasse entre bem-estar e sustentabilidade, mas 
ainda têm alto custo de implantação e escala limitada. 
Nunca esteve tão evidente que o desenvolvimento e o bem-estar humanos, a defesa de uma economia 
sustentável e o respeito ao ambiente e à natureza estão entrelaçados, se quisermos garantir um futuro para 
o planeta e para nós mesmos. Esperamos que este volume lhe dê subsídios para fortalecer a reflexão e o 
debate e para pensar em possibilidades de ação individual e conjunta.
Stephen Lam/Reuters/Fotoarena
Luciana Whitak
er/P
ulsar 
Imagens
Ribeirinha debulhando cacho 
de açaí na Reserva Extrativista 
Tapajós-Arapiuns em 
Santarém (PA), 2017. Um dos 
desafios do século XXI é fazer 
uso de técnicas adequadas 
e de uma organização justa 
das cadeias produtivas para 
conciliar o atendimento
às necessidades humanas 
e a sustentabilidade do uso 
dos recursos naturais. 
e de sitiantes? É um debate urgente, que articula a habilidade EM13CHS504 a diversas outras previstas na BNCC, 
pois está em jogo a continuidade de vidas humanas e não humanas, de patrimônios materiais e imateriais.
Cientistas de diferentes áreas do conhecimento e movimentos ambientalistas estão cada vez mais pre-
sentes no debate público, alertando para os riscos da exploração desmedida de recursos e do descarte de 
resíduos. Eles põem em discussão não apenas o papel dos Estados, dos organismos internacionais e das 
grandes corporações na solução desses problemas, mas também o de cada indivíduo, em suas práticas coti-
dianas de produção, consumo e descarte. Debater e buscar encontrar as melhores práticas possíveis nesse 
cenário é o que propõe a habilidade EM13CHS304.
V3_CIE_HUM_Vainfas_g21Sa__Iniciais_003a017_LA.indd 17
9/27/20 1:10 PM



Baixar 50.75 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   28   29   30   31   32   33   34   35   ...   334




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal