Pnld2021 Humanitasdoc vainfas V3 001a256 pr 001. pdf


ORIENTAÇÕES ESPECÍFICAS |



Baixar 50.75 Mb.
Pdf preview
Página310/334
Encontro11.07.2022
Tamanho50.75 Mb.
#24207
1   ...   306   307   308   309   310   311   312   313   ...   334
Humanitas.doc - Volume 3
ORIENTAÇÕES ESPECÍFICAS |
239
Questões em foco: Os impactos 
ambientais na vida dos jovens 
p. 123
Converse previamente com os estudantes a respeito das ques-
tões focalizadas nesta seção. Procure fazer uma mediação em 
torno dos aspectos sensíveis a essa geração, elucidando as di-
ferenças entre os jovens do norte e do sul global: as disparida-
des das condições de vida que os separa – as quais influenciam 
a forma como a questão ambiental é lida – e também a ques-
tão de maior escala que os une, que é a luta pelo meio ambien-
te como um bem comum. 
Durante a conversa, problematize a própria atuação 
dos estudantes em seus respectivos contextos, mobili-
zando assim as habilidades EM13CHS205 e EM13CHS306.
Roteiro de estudos 
p. 124-125
1.a) Espera-se que os estudantes concluam que a intenção é 
garantir o custeio de algum tipo de atividade de preservação 
ambiental. O PSA diminui os impactos porque fornece condi-
ções para que cada vez mais indivíduos e comunidades possam 
se dedicar a medidas de preservação do meio ambiente, em 
conformidade com a legislação e com protagonismo.
b) Oriente os estudantes quanto às possibilidades em relação 
à remuneração ou à compensação como melhoria na infraes-
trutura local (pavimentação de estradas, reservatórios de água 
etc.), nos serviços (escolas, hospitais, etc.) ou na assistência 
técnica rural (insumos, sementes, equipamento, capacitação, 
etc.). Oriente-os também quanto aos voluntários que contri-
buem na preservação do meio ambiente, como pequenos agri-
cultores e comunidades indígenas, e às atividades possíveis, 
como agricultura familiar, agricultura orgânica ou biológica, 
agricultura natural, permacultura etc.
Nessa atividade são desenvolvidas as habilidades 
EM13CHS106, EM13CHS302, EM13CHS305, EM13CHS306 
e EM13CHS604.
2. a) As formas de infração ambiental possíveis de serem au-
tuadas são as que ultrapassam “os limites estabelecidos pela 
lei, sejam eles na fauna, na flora, recursos naturais ou patrimô-
nio cultural” e “ignoram normas ambientais legalmente esta-
belecidas”, mesmo que não prejudiquem diretamente o meio.
b) Espera-se que os estudantes discutam sobre como uma lei 
pode implantar uma nova fiscalização e prevenir ações preju-
diciais ao meio ambiente, buscando coibir também os confli-
tos rurais. 
c) A resposta vai depender do objeto da pesquisa: os crimes 
mais comuns relacionados ao desmatamento, que vão da gri-
lagem de terras, roubo de madeiras, assassinato de campone-
ses, entre outros. 
Oriente-os a consultar a publicação Conflitos no cam-
po, publicada anualmente pela Comissão Pastoral da Ter-
ra, entidade ligada à Igreja católica. A edição de 2019 es-
tá disponível no seguinte endereço eletrônico: https://
www.cptnacional.org.br/component/jdownloads/send/
41-conflitos-no-campo-brasil-publicacao/14195-confli 
tos-no-campo-brasil-2019-web?Itemid=0. Acesso em: 18 
set. 2020.
d) Respostas pessoais. Oriente os estudantes quanto ao difícil 
tema da consciência política que devemos ter nas crises am-
bientais atuais e futuras e a como isso pode mudar a qualida-
de de vida das gerações futuras.
Nessa atividade são trabalhadas as habilidades 
EM13CHS106, EM13CHS204, EM13CHS205, EM13CHS302 
e EM13CHS305.
3. Alternativa 
a
Segundo o texto, a ciência deve seguir razões coletivas, e não 
perseguir interesses econômicos restritos e de particulares. 
As demandas sociais serviriam como limites éticos a serem 
orientados ao desenvolvimento técnico-científico, protegen-
do de maneira mais enfática a vida coletiva e contendo os 
riscos a ela.
Atividades complementares
A história de violência contra lideranças ambientais 
no Brasil não é recente. É possível que os estudantes já 
tenham tido contato com nomes como o de Chico Men-
des e Dorothy Stang, que foram assassinados a mando 
de grileiros, incomodados com a atuação dos ambienta-
listas em prol da conservação ambiental e defesa dos po-
vos indígenas na região amazônica.
De acordo com a ONG britânica Global Witness, em 
2017, o Brasil registrou o maior número de assassinatos 
de ativistas ambientais no mundo. Ao longo de 2018, o 
país ocupou o quarto lugar nesse ranking, e no de 2019, 
o terceiro. 
De posse dessa informação, solicite aos estudantes 
uma pesquisa a respeito das ONGs e dos ativistas reco-
nhecidamente dedicados à causa ambiental. Em grupos 
de quatro estudantes, peça que pesquisem previamente 
os nomes de ONGs e de lideranças ambientais de desta-
que no Brasil e no mundo. Em seguida, selecionem uma 
pessoa ou ONG para realizar uma pesquisa mais detalha-
da acerca de suas áreas de atuação. É importante que eles 
informem a escolha a você antes de iniciar a pesquisa
para garantir que todos os grupos possam falar de uma 
entidade ou pessoa diferente. 
Para a apresentação dos resultados da pesquisa aos 
colegas de turma, você pode instruir os estudantes a 
elaborar uma sequência de slides contendo as informa-
ções sobre a pessoa ou entidade pesquisada. Na apre-
sentação é importante constar itens como a região de 
atuação, a duração dos projetos e impactos até o pre-
sente. 
Após as apresentações, você pode propor uma roda 
de conversa para responder perguntas como: O efeito da 
atuação dessa pessoa ou entidade é visível? Com o auxí-
lio do Google Earth, você pode elaborar polígonos que 
permitam delimitar a área (caso a atuação seja sobre vá-
rias áreas, escolha uma delas). Com a ajuda da ferramen-
ta de visualização de imagens ao longo de diferentes épo-
cas, é possível dizer que o impacto ambiental está 
P4_V3_CIE_HUM_Vainfas_g21Sa_MP_193a256.indd 239
29/09/2020 19:44


240
diminuindo ou aumentando? Há empresas e demais en-
tidades que tenham envolvimento com a causa em ques-
tão? Quais declararam apoio? Houve também as que se 
opuseram publicamente?
A formação do grupo de trabalho é uma primeira eta-
pa importante. Alunos de diferentes perfis podem tender 
a concentrar pontos da atividade em torno das habilida-
des mais confortáveis para cada um – o que pode redu-
zir o potencial de desenvolvimento do conhecimento 
nesta atividade. Procure estar atento à colaboração de 
todos dentro dos grupos e, sempre que possível, garantir 
que o estudante que se sente mais confortável com uma 
dada habilidade auxilie aquele com maior dificuldade, 
garantindo uma distribuição justa das atividades e um 
aprendizado equilibrado, que explore o potencial tantas 
vezes desconhecido de cada um.
A sensibilização do estudante a um tema tão crítico 
deve passar pelo conhecimento do papel que diversos 
ativistas e ONGs tiveram na luta pela conservação am-
biental. Procure atuar para garantir que diferentes pessoas 
e entidades sejam apresentadas, permitindo ao estudan-
te a aproximação com o tema e sua avaliação crítica.
Se possível, trabalhe com os estudantes os progres-
sos e retrocessos em cada caso. O crescimento do des-
matamento em uma área, por exemplo, é frequente-
mente sinalizador das inúmeras forças contrárias que 
pesam contra as tentativas de proteção de uma área 
– e não o fracasso ou menor competência de uma en-
tidade que a defende. 
A atividade pode também ser importante para re-
forçar o tópico das 
fake news: certifique-se de que os 
estudantes extrairão as informações presentes em seus 
trabalhos de fontes confiáveis e, sempre que possível, 
checadas com outras fontes. Não é rara a ocorrência 
de notícias falsas acerca de áreas sensíveis a interesses 
conflitantes, como é o caso do meio ambiente.
A atividade permite mobilizar os Temas Contem-
porâneos Transversais Educação Ambiental e Educação 
em Direitos Humanos, bem como a Competência es-
pecífica de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas 3.

Baixar 50.75 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   306   307   308   309   310   311   312   313   ...   334




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal