Pnld2021 Humanitasdoc vainfas V3 001a256 pr 001. pdf



Baixar 50.75 Mb.
Pdf preview
Página293/334
Encontro11.07.2022
Tamanho50.75 Mb.
#24207
1   ...   289   290   291   292   293   294   295   296   ...   334
Humanitas.doc - Volume 3
Professor indicado: Geografia
O tópico aborda a importância do conhecimento so
-
bre matriz energética para o planejamento dos recursos 
naturais com vistas ao desenvolvimento econômico e 
social. É interessante discutir com os estudantes a defini-
ção de matriz energética. Segundo a Empresa de 
Pesquisa Energética (EPE), 
matriz energética representa 
o conjunto de fontes disponíveis em um país, em um es-
tado ou no mundo, para suprir a necessidade (demanda) 
de energia. Pode-se diferenciar nesse momento matriz 
energética de matriz elétrica. Enquanto a primeira se re-
fere ao conjunto de fontes de energia disponíveis para 
movimentar carros, preparar a comida no fogão e gerar 
eletricidade, a matriz elétrica é formada apenas pelas fon-
tes disponíveis para a geração de energia elétrica, fazendo 
parte, portanto, da matriz energética. 
Em seguida, é discutida a composição da matriz ener-
gética no mundo e no Brasil. Converse com os alunos so-
bre os combustíveis fósseis, que ainda respondem por 
grande parte da demanda de energia, gerando impactos 
socioambientais nas mais diversas escalas. Diferente da 
matriz energética mundial, a brasileira é bem diversifica-
da, com a presença da energia hidráulica e dos derivados 
da cana. Podem ser trabalhados os conteúdos do com-
ponente curricular de Geografia do 6º do Ensino Funda-
mental sobre os motivos de o Brasil investir em energia 
hidráulica (vasta rede hidrográfica e rios propícios para a 
construção de usinas hidrelétricas) e os impactos so-
cioambientais decorrentes dessa escolha. 
A parte final do tópico trata do crescimento da deman-
da e da produção de energia em escala mundial, variando 
conforme o nível de desenvolvimento do país. Nessa eta-
pa, ressalte que o nível econômico de um país, região ou 
estado interfere na demanda por energia. Os países desen
-
volvidos são os maiores consumidores de energia do mun-
do, e os países em desenvolvimento, devido ao período de 
crescimento econômico, apresentam ritmo acelerado de 
aumento da demanda por energia. 
Para informações sobre a matriz energética e elétrica 
brasileira, consulte a Resenha Energética Brasileira – ano 
base 2019. Disponível em: http://www.mme.gov.br/docu 
ments/78404/0/Resenha+Energ%C3%A9tica+Exerc% 
C3%ADcio+2019_DIE_SPE_MME.pdf/f08616e4-ab 
88-749d-b24f-546313f4d0c0. Acesso em: 16 set. 2020. 
São trabalhadas as habilidades: EM13CHS106, na me-
dida em que reforça o uso de linguagem cartográfica, 
gráfica e iconográfica na interpretação de fatos; 
EM13CHS306, que contextualiza, compara e avalia os 
impactos de diferentes modelos socioeconômicos no 
uso dos recursos naturais; e EM13CNT309, que analisa 
as questões socioambientais, políticas e econômicas re-
lativas à dependência mundial atual em relação aos re-
cursos não renováveis.
Analisar e refletir 
p. 86
1. A observação e a comparação dos gráficos devem culminar 
na identificação da maior participação de fontes de energia 
renováveis na matriz brasileira, que se mostra mais diversifi-
cada que a mundial.
2. Promova um momento de discussão das respostas, ofere-
cendo as explicações necessárias e lembrando classificações 
como fontes primárias e secundárias, fontes renováveis e não 
P4_V3_CIE_HUM_Vainfas_g21Sa_MP_193a256.indd 225
29/09/2020 19:44


226
renováveis ou ainda fontes convencionais e alternativas, além 
de fontes combustíveis ou não. A maior participação de fontes 
renováveis na matriz energética brasileira implica menor emis-
são de gás carbônico e outros poluentes. Note, porém, que 
alguns recursos renováveis são combustíveis (como o etanol 
produzido da cana-de-açúcar) e, portanto, poluentes. Vale 
destacar, ainda, que a construção de hidrelétricas, por exem-
plo, tem graves impactos ambientais e sociais. Ressalte a com-
plexidade da questão, com estudos de caso, como a constru-
ção das usinas de Tucuruí e Belo Monte (ambas localizadas no 
estado do Pará).
A questão retoma conhecimentos trabalhados nos es-
tudos de Geografia no Ensino Fundamental – Anos Finais e 
que podem ser aprofundados, tendo em vista a discussão 
do modelo socioeconômico de uso dos recursos naturais 
no Brasil e no mundo, conforme as habilidades EM13CHS304 
e EM13CHS306. 
Segurança energética e comércio 
internacional 
p. 88

Baixar 50.75 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   289   290   291   292   293   294   295   296   ...   334




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal