Pnld2021 Humanitasdoc vainfas V3 001a256 pr 001. pdf


ORIENTAÇÕES ESPECÍFICAS |



Baixar 50.75 Mb.
Pdf preview
Página273/334
Encontro11.07.2022
Tamanho50.75 Mb.
#24207
1   ...   269   270   271   272   273   274   275   276   ...   334
Humanitas.doc - Volume 3
ORIENTAÇÕES ESPECÍFICAS |
211
Como atividade final, pode-se sugerir que cada trio 
produza um podcast e uma sessão seja organizada pa-
ra sua reprodução em sala de aula, além disso, eles 
também podem ser disponibilizados para a comuni-
dade escolar.
Questões em foco: Agronegócio, 
alimentação e ética 
p. 54
Resposta pessoal.
Antes que os estudantes comecem a produção dos 
textos, promova uma discussão sobre os principais argu-
mentos dos trechos apresentados. Permita que os estu-
dantes se posicionem a respeito do tema, apresentando 
suas avaliações críticas. Nesse momento é de grande im-
portância que o professor ressalte com a turma a neces-
sidade do respeito a opiniões diferentes e de que preva-
leçam diálogo e argumentação. Esta atividade possibilita 
desenvolver os Temas Contemporâneos Transversais 
“Meio ambiente – Educação ambiental” e “Educação pa-
ra o consumo”. Além disso, suscita o aprimoramento da 
CG10 e das habilidades EM13CHS301, EM13CHS306 e 
EM13CHS504.
Roteiro de estudos 
p. 55-57
1. Esta atividade solicita principalmente a com-
preensão de diferentes e complexos processos de trans-
formação decorrentes do fenômeno do êxodo rural 
brasileiro. Nesse sentido, os estudantes devem operar 
com diferentes conceitos, como território, tempo, es-
paço, memória, modo de vida e identidade, na reflexão 
sobre os impactos da falta de investimentos estatais no 
meio rural. São contempladas as competências gerais 
2, 4, 7, 9 e 10, e as competências específicas da área de 
Ciências Humanas e Sociais Aplicadas 1, 2, 3, 4 e 5, mo-
bilizando as habilidades EM13CHS103, EM13CHS104, 
E M 1 3 C H S 1 0 5 , E M 1 3 C H S 1 0 6 , E M 1 3 C H S 2 0 4 , 
E M 1 3 C H S 2 0 6 , E M 1 3 C H S 3 0 2 , E M 1 3 C H S 3 0 4 , 
EM13CHS306, EM13CHS401 e EM13CHS504, além da 
competência específica 6, por meio da habilidade 
EM13LGG601, da área de Linguagens e suas Tecnolo-
gias, uma vez que possibilita aos estudantes, através da 
análise de um texto literário, instrumentalizar conheci-
mentos políticos, históricos, sociais, econômicos, cul-
turais e ambientais.
a) A narrativa expõe a chegada da malária em a um povoado 
à beira do rio Pará. A febre chegou desde o distante rio São 
Francisco, dizimando parte da população do povoado e cau-
sando a fuga do restante dos moradores. Além disso, como 
vila foi abandonada, as propriedades, os comércios, ou seja, as 
terras da região perderam seu valor. Não somente as condições 
de sobrevivência dos habitantes foram destruídas, como tam-
bém a memória e a identidade do arraial desapareceram.
b) O conto retrata o processo de êxodo rural que levou um 
vasto contingente populacional no Brasil, desde as décadas de 
1940 e 1950, a mudar-se do campo para centros urbanos à pro-
cura de melhores condições de vida, inclusive de acesso a equi-
pamentos de saúde. O avanço da indústria e da construção 
civil nas grandes cidades foi um forte atrativo para jovens em 
idade produtiva. A ausência de investimentos governamentais 
nos serviços públicos de saneamento, saúde e educação, além 
da baixa remuneração salarial e da posterior mecanização da 
produção no setor agropecuário, se configuraram como fato-
res motivadores para a partida das populações do campo.
Como efeitos do êxodo rural podemos observar di-
ferentes problemas, como a escassez de mão de obra 
e a diminuição da população no campo. São conse
-
quências do forte crescimento populacional nas cida-
des a retração da produção, aumento da inflação e do 
custo de vida, índices de desemprego, precarização do 
trabalho e das condições de vida, além de marginaliza-
ção.
2. A análise do texto e a resolução das atividades au-
xiliam os estudantes no desenvolvimento das competên-
cias gerais 2, 7, 9 e 10, e as competências específicas da área 
de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas 1, 2, 3, 4 e 5, mo-
bilizando as habilidades EM13CHS103, EM13CHS106, 
EM13CHS302, EM13CHS304, EM13CHS306, EM13CHS401 
e EM13CHS504.
a) A produção industrial de bananas, realizada em escala glo-
bal, é afetada há cerca de três décadas pelo fungo TR4. Origi-
nário da Ásia, o TR4 afetou inicialmente plantações da Amé-
rica Central, especialmente as bananas Gros Michel ou “Big 
Mike”. Hoje ele ameaça a produção de bananas Cavendish (co-
nhecida no Brasil como banana-nanica, banana-d’água ou ba-
nana-caturra), pois os fungos se desenvolveram como as pró-
prias bananas. Sua disseminação é avassaladora, pois somente 
uma variedade é cultivada, sem variação genética.
b) As bananas Cavendish apresentaram sinais de resistência, 
mas não são imunes ao fungo TR4. A colocação das fazendas 
em quarentena, os cuidados de biossegurança e o uso de agro-
tóxicos são algumas estratégias para combater a disseminação 
do TR4, mas o fungo não pode ser curado. Assim, se não hou-
ver diversidade no plantio de bananas não há como evitar sua 
disseminação. Uma única variedade de banana não pode fazer 
frente ao fungo. Seria necessário quebrar o ciclo de monocul-
tura das bananas Cavendish, mudar o sistema de cultivo, plan-
tando uma maior variedade de frutas.
3. Essa atividade contribui para o desenvolvimento 
das competências gerais 2, 4, 7, 9 e 10, das competências 
específicas da área de Ciências Humanas e Sociais Apli-
cadas 1, 2, 3, 4 e 5, ao mobilizar as habilidades 
E M 1 3 C H S 1 0 3 , E M 1 3 C H S 1 0 4 , E M 1 3 C H S 1 0 5 , 
E M 1 3 C H S 1 0 6 , E M 1 3 C H S 2 0 4 , E M 1 3 C H S 2 0 6 , 
E M 1 3 C H S 3 0 1 , E M 1 3 C H S 3 0 2 , E M 1 3 C H S 3 0 4 , 
EM13CHS306, EM13CHS401 e EM13CHS504, pois ela 
propõe aos estudantes uma pesquisa de natureza inter-
disciplinar sobre o sistema de consumo e distribuição 
P4_V3_CIE_HUM_Vainfas_g21Sa_MP_193a256.indd 211
29/09/2020 19:44


212
de alimentos, abordando também os Temas Contem-
porâneos Transversais “Meio ambiente – Educação am-
biental, Educação para o consumo” e “Saúde – Educa-
ção alimentar e nutricional”.
Ao orientar os estudantes no planejamento dessa atividade, 
destaque a importância da delimitação dos objetivos (gerais 
e específicos) da pesquisa. O tema determinará quais conteú-
dos curriculares serão abordados e quais problemas devem ser 
investigados. Nesse levantamento inicial, é preciso também 
antecipar quais materiais e recursos serão necessários. Cum-
prida essa etapa, podem ser definidas as tarefas a serem reali-
zadas, junto com a delimitação de um cronograma. É preciso 
considerar, por fim, a construção dos questionários a serem 
utilizados para o levantamento de dados. Cada fase do traba-
lho deve cumprir os objetivos estabelecidos no início do pro-
jeto e podem ser avaliadas processualmente. Em um primeiro 
momento, a oferta de disparadores, como jogos, dinâmicas e 
filmes, pode despertar o interesse dos estudantes por esta ati-
vidade. Para iniciar o debate sobre o assunto, é possível utilizar 
o documentário 
Brasil orgânico, de Kátia Klock e Lícia Brancher 
(Brasil, 2013, 53 min). 
4. Alternativa b. 
O Parque Nacional do Xingu foi fundamental para 
a contenção do desmatamento, por tratar-se de unida-
de de conservação criada com o objetivo de proteger 
os povos indígenas e seu modo de vida tradicional.
Atividade complementar
Para concluir o estudo do mundo rural e a produção 
agropecuária, sugere-se realizar um debate fictício entre 
empresas e/ou grupos sociais que desenvolvam diferen-
tes modelos de produção agrícola. Os estudantes devem 
ser orientados a se organizar em grupos, sendo que ca-
da um defenderá determinado modelo de produção, 
podendo ser eles: agronegócio, agricultura familiar, 
agroecologia, agricultura orgânica, sistemas agroflores-
tais, entre outros. Os estudantes poderão criar nomes e 
funções fictícias dentro da empresa ou do grupo e terão 
que elaborar perguntas para os outros grupos. Tratan-
do-se de um debate, oriente-os a elaborar perguntas 
que possam mobilizar conhecimentos aprofundados do 
tema. Reserve um tempo para pesquisa e elaboração 
das perguntas. No dia do debate, sorteie os modelos 
que debaterão e faça a mediação cronometrando tem-
po para pergunta, réplica e tréplica. Você pode também 
convidar outro professor para dar o veredito final de 
qual modelo agrícola defendeu melhor seu modo de 
produção. Ao longo dessa atividade é importante que 
você ressalte a necessidade de os estudantes se respei-
tarem e respeitarem as opiniões diferentes, utilizando 
sempre o diálogo e a argumentação como forma de ex-
primir suas ideias.
Capítulo 3

Baixar 50.75 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   269   270   271   272   273   274   275   276   ...   334




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal