Pnld2021 Humanitasdoc vainfas V3 001a256 pr 001. pdf


ORIENTAÇÕES ESPECÍFICAS |



Baixar 50.75 Mb.
Pdf preview
Página252/334
Encontro11.07.2022
Tamanho50.75 Mb.
#24207
1   ...   248   249   250   251   252   253   254   255   ...   334
Humanitas.doc - Volume 3
ORIENTAÇÕES ESPECÍFICAS |
193
Orientações específicas
Introdução
Nas últimas décadas, a questão ambiental elevou-se à 
condição de um dos temas mais debatidos na opinião pú-
blica. Da reconexão com a natureza proposta pelo movi-
mento 
hippie, no fim dos anos 1960, à grande mobilização 
internacional pela preservação da Amazônia, no fim dos 
anos 1980, despontaram no mundo ocidental vozes ques-
tionando o paradigma de desenvolvimento que punha o 
ser humano acima da natureza, subjugando-a.
Também nesse período, a relação entre humanos e na-
tureza, temática que antes interessava quase somente à 
Geografia, passou a merecer mais pesquisas de outras Ciên-
cias Humanas e Sociais Aplicadas – em particular da An-
tropologia e de ramos da Sociologia e da Filosofia. Nelas, 
não apenas essa relação, mas também as próprias ideias de 
natureza ou de separação entre natureza e sociedade fo-
ram postas em dúvida. A progressiva tentativa de se livrar 
do etnocentrismo na pesquisa dos modos de ser e de pen-
sar de povos não ocidentais – implícita na atitude descrita 
pela competência específica 1 da BNCC – levou ao reco-
nhecimento do papel fundamental desempenhado por 
tudo o que o Ocidente costuma considerar não humano. 
Este volume procura trazer para o estudante o deba-
te sobre natureza e sociedade pensando nas diferentes 
rupturas paradigmáticas propostas. Apresentamos os 
questionamentos às bases mesmas das ideias de nature-
za e cultura ou natureza e sociedade, mas também aque-
les formulados no interior da sociedade ocidental que, 
mesmo sem romper com essas noções, enfrentam as evi-
dências de esgotamento diante de uma presença huma-
na em expansão no planeta.
Dos anos 1990 para cá, o interesse pelo ambiente ge-
neralizou-se diante dos sinais crescentes de que é preciso 
mudar padrões de produção, consumo e descarte na so-
ciedade industrial. Nesta obra, os estudantes terão a opor-
tunidade de compreender como o desenvolvimento in-
dustrial e tecnológico – e mesmo a trajetória das Ciências 
– levou à ascensão de um ideal de onipotência humana 
que se mostra cada vez mais fadado ao fracasso. É hora, 
portanto, de reverter esse processo, usando a ciência e a 
tecnologia a favor do ambiente – e os jovens de hoje de-
verão ser os agentes dessa transformação no futuro.
É possível garantir conforto, bem-estar e dignidade a 
todas as pessoas? Em sua desigualdade, o sistema já não 
estaria prejudicando alguns – expostos a poluição, lixo, de-
gradação de seu ambiente e de seus recursos naturais de 
subsistência – em detrimento do conforto de outros? Que 
mudanças indivíduos, Estados, organismos internacionais 
e empresas precisam assumir para garantir a continuidade 
da vida na Terra? O papel mediador do professor o coloca 
em posição privilegiada para fomentar debates como esses 
entre os estudantes, levando-os a articular habilidades
tão diversas quanto EM13CHS201, EM13CHS302, 
EM13CHS306, EM13CHS402 e EM13CHS606 no sentido 
de desenvolver seu protagonismo e sua cidadania.
O debate ambiental e a defesa dos modos de vida tra-
dicionais de diferentes povos e populações têm hoje for-
tes inimigos que negam as evidências da necessidade de 
uma mudança e também desrespeitam a diversidade. As-
sim, mostra-se essencial desenvolver as competências ge-
rais 1, 2, 5 e 7 para que os jovens participem ativamente 
no combate à desinformação quanto à questão ambiental 
e no fomento ao debate de um modelo de desenvolvi-
mento mais responsável e mais sustentável em termos 
socioambientais.
Cap’tulo 1

Baixar 50.75 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   248   249   250   251   252   253   254   255   ...   334




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal