Pnld2021 Humanitasdoc vainfas V3 001a256 pr 001. pdf



Baixar 50.75 Mb.
Pdf preview
Página161/334
Encontro11.07.2022
Tamanho50.75 Mb.
#24207
1   ...   157   158   159   160   161   162   163   164   ...   334
Humanitas.doc - Volume 3
QUESTÕES EM
FOCO
Os impactos ambientais na vida dos jovens
Como vimos, os impactos das ações humanas na natureza são intensos. O futuro da humanidade corre gran-
de perigo caso não haja uma mudança dos paradigmas de desenvolvimento e exploração dos recursos naturais. 
O tema já sensibiliza a juventude global. Porém, há diferenças no que se refere à dimensão desses impactos na 
vida dos jovens de diferentes partes do mundo. Leia o texto a seguir.
O idioma não foi uma barreira para que Elijah 
Mackenzie-Jackson, um britânico de 15 anos, 
e Yakawilu Juruna, conhecida como Anita, lí-
der indígena brasileira de 18 anos, se tornas-
sem amigos. Durante uma semana, estiveram 
sempre juntos, conversando [...] sobre suas di-
ferentes realidades e como era incrível estarem 
juntos ali, no meio da maior floresta tropical do 
mundo. [...]
“É muito emocionante estar aqui. Eu queria vir, 
mas confesso que a ideia me assustava. Ago-
ra sou grato, porque essa experiência mudou 
definitivamente meu ponto de vista, porque 
as pessoas aqui lutam para continuar obtendo 
sua comida da natureza todos os dias e apenas 
essa ideia já é tão diferente de como vivemos 
na Europa... São eles que estão arriscando a 
vida para salvar o planeta. O Ocidente não está 
fazendo o suficiente e essa é a mensagem que 
quero levar quando voltar”, diz Elijah, promotor 
do movimento Fridays for Future, criado pela 
sueca Greta Thunberg, no Reino Unido. Como 
os outros europeus, sua reação ao descer do 
pequeno barco no meio da floresta foi olhar 
para as árvores de muitos metros de altura e 
abrir a boca em um sonoro “Uau!”.
Enquanto Elijah tenta conscientizar os adultos 
de seu país sobre os riscos do aquecimento 
global e da mudança climática, essas expres-
sões científicas estão distantes de Anita e seus 
amigos. “As pessoas da minha aldeia não sa-
bem muito sobre isso, mas tento conversar 
com elas para pensarmos no nosso futuro, no 
futuro de nossos filhos e netos”, diz. Para ela, 
lutar pelo meio ambiente é lutar por sua pró-
pria sobrevivência. A jovem vive na Aldeia de 
Muratu, às margens do rio Xingu, a apenas 10 
quilômetros da usina hidrelétrica de Belo Mon-
te, uma das maiores do mundo, que, desde que 
começou a ser construída, em 2011, ameaça o 
ecossistema local. [...]
OLIVEIRA, Joana. Geração "Greta" da Amazônia 
luta por sobreviver antes de falar em mudança 
climática. 
El Pa’s, 26 nov. 2019. Disponível em: 
https://brasil.elpais.com/brasil/2019/11/24/
politica/1574625811_669555.html. Acesso em: 19 
set. 2020.

Escreva um texto dissertativo-argumentativo em que deve constar sua percepção sobre essas diferenças entre 
os jovens dos países desenvolvidos, como Greta Thunberg, e os jovens amazônicos. Procure destacar como 
essas diferenças influenciam a perspectiva deles em relação aos problemas ambientais, bem como o alcance 
de seus protestos e o conhecimento da sociedade sobre sua existência. Finalize problematizando a sua própria 
inserção na sociedade como jovem dessa geração e comentando suas ações e ideias para o futuro.
Os jovens dos países desenvolvidos, por sua vez, crescem 
em ambientes plenos de acesso à educação, saúde e seguran-
ça. Por isso, se mobilizam em torno de questões ambientais 
de maior escala, como o aquecimento global e as mudanças 
climáticas. Eles não precisam se preocupar com os meios de 
sobrevivência imediatos, como os jovens amazônicos. Porém, 
ambas as lutas convergem na medida em que a manutenção 
da floresta é essencial para que a vida no planeta seja viável às 
gerações futuras. 
R
eprodução/Arqui
v
o pessoal
123
V3_CIE_HUM_Vainfas_g21Sa_Cap5_104a125_LA.indd 123
9/27/20 1:05 PM



Baixar 50.75 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   157   158   159   160   161   162   163   164   ...   334




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal