Pnld2021 Humanitasdoc vainfas V3 001a256 pr 001. pdf



Baixar 50.75 Mb.
Pdf preview
Página156/334
Encontro11.07.2022
Tamanho50.75 Mb.
#24207
1   ...   152   153   154   155   156   157   158   159   ...   334
Humanitas.doc - Volume 3
ANALISAR E REFLETIR
O ESTADO DESENVOLVIMENTISTA E OS 
IMPASSES COM A CAUSA AMBIENTAL 
Ao mesmo tempo que a causa ambiental se institucio-
nalizava, o governo passou a investir em planos e ações 
desenvolvimentistas. Foram realizadas obras de infra-
estrutura de grande porte, as quais, muitas vezes, oca-
sionaram uma preocupação intensa de ONGs e do mo-
vimento ambientalista como um todo com os impactos 
ambientais. 
Algumas ações polêmicas nesse sentido foram: a trans-
posição das águas do rio São Francisco, que objetivava er-
radicar a escassez de água e impulsionar a economia do 
Sertão e do Semiárido nordestino; a liberação de alguns 
transgênicos para o setor do agronegócio; o licenciamen-
to de uma série de construções de usinas hidrelétricas, 
com o objetivo de aumentar a produção e a distribuição de 
energia elétrica no país. 
P
or
tal de Mapas/Arqui
v
o da editora
R E G I Ã O N O R D E S T E : P R O J E T O 
D E T R A N S P O S I Ç Ã O D O R I O 
S Ã O F R A N C I S C O ( 2 0 0 4 )
EI
XO
LE
ST
E
EIX

NOR
TE
Açude
Araras
Açude
Orós
Açude
Açude
Coremas
Coremas
Represa de 
Sobradinho
Repr. A.
Gonçalves
Canal do
Trabalhador 
T
R
R
i
i
o

S
o Fr
F
F a
rr n
cisii
co
Rio
o
P
P
P
a
aa
a
P
r
r
a
a
rr
íb
íí a
R
io
A
c
a
raarr
ú
R
R
i
R
o
A
p
p
od
i
R
io
J
a
JJ
g
ua
ri
i
r
b
b
e
R
R
R
R
R
io B

rr g
íí
ida
d
R
i
R
o
i
M
o
x
oo
o
xx

tt
. de
. de
. de
. de
Repr. de
. de
R
. de
. de
. de
R
Itaparica
Rio
Açu
Rio
Pa
je
ú
Rio Capi
baribe
38° O
8° S
8° S
OCEANO
ATLÂNTICO
Garanhuns
Caruaru
Quixadá
Macau
Apodi
Crateús
Tauá
Araripina 
Petrolina
Poço
Redondo
Estância
Penedo
União dos
Palmares
Caicó
Sousa
Juru
Salgueiro
Cabrobó
Mossoró
Juazeiro
do Norte
Arapiraca 
Crato
Junco do
Seridó
Campina
Grande
Natal
João
Pessoa
Maceió
Aracaju
Fortaleza
Recife
0
120
km
CE
RN
PB
SE
AL
PE
BA
PI
Canal de transporte de água
Rio intermitente
Reservatório/Açude 
Rio receptor
Capital de estado
Cidade
119
V3_CIE_HUM_Vainfas_g21Sa_Cap5_104a125_LA.indd 119
9/27/20 1:05 PM


A Usina Hidrelétrica 
de Belo Monte é a 
segunda maior do Brasil 
e uma das maiores 
do mundo. O impacto 
de sua construção 
na paisagem, no 
ecossistema amazônico 
e no modo de vida das 
comunidades indígenas 
e ribeirinhas é mais alto 
do que sua capacidade de 
gerar energia, segundo 
estudiosos e ativistas 
ambientais. Na foto, 
canteiro de obras da 
barragem de Pimental, 
em 2013.
O rio Xingu na região da Volta Grande, onde foi construída a Usina de Belo Monte, em foto de 
2012. As comunidades ribeirinhas têm um modo de vida e subsistência totalmente ligado ao 
rio. A construção da usina afetou o regime de cheias e vazantes e pôs em risco a navegação de 
pequenas embarcações.

Baixar 50.75 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   152   153   154   155   156   157   158   159   ...   334




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal