Pnld2021 Humanitasdoc vainfas V3 001a256 pr 001. pdf



Baixar 50.75 Mb.
Pdf preview
Página142/334
Encontro11.07.2022
Tamanho50.75 Mb.
#24207
1   ...   138   139   140   141   142   143   144   145   ...   334
Humanitas.doc - Volume 3
Expedição Rios 
Voadores
https://riosvoadores.
com.br
um projeto de 
cientistas brasileiros, 
focado na educação 
ambiental, que estuda 
a dinâmica do vapor de 
água amazônico e sua 
influência no regime 
de chuvas de outras 
regiões. Conheça os 
detalhes nesse 
site.
FIC
A
A
DIC
A
R
eprodução/P
rojeto 
Rios
V
oadores
Essa umidade avança em sentido 
oeste até atingir a cordilheira dos 
Andes. Durante essa trajetória, o 
vapor de água sofre recirculação ao 
passar sobre a floresta.
3
A intensa 
evapotranspiração e 
condensação sobre a 
Amazônia produz a sucção 
dos alísios, bombeando 
esses ventos para o interior 
do continente, gerando 
chuvas e fazendo mover os 
rios voadores.
2
Na faixa equatorial 
do oceano Atlântico 
ocorre intensa 
evaporação. É lá que 
o vento se carrega 
de umidade.
1
A umidade que atinge a 
região andina em parte 
retorna ao Brasil por 
meio dos rios voadores 
e pode precipitar em 
outras regiões.
5
Na fase final, os rios 
voadores ainda podem 
alimentar os reservatórios 
de água das regiões Sudeste 
e Sul, dispersando-se pelos 
países fronteiriços, como 
Paraguai e Argentina.
6
Quando a 
umidade 
encontra a 
cordilheira dos 
Andes, parte 
dela se precipita 
novamente, 
formando as 
cabeceiras dos 
rios da Amazônia.
4
107
V3_CIE_HUM_Vainfas_g21Sa_Cap5_104a125_LA.indd 107
9/27/20 1:05 PM


CONVERSA DE 
CONVERSA DE
CIENTISTAS
Leia os fragmentos de texto a seguir, para refletir sobre o fenômeno do aquecimento global: 
T E X T O I
[…] Estima-se que as atividades humanas te-
nham causado cerca de 1,0 °C de aquecimen-
to global acima dos níveis pré-industriais […]. 
É provável que o aquecimento global atinja 
1,5 °C entre 2030 e 2052, caso continue a au-
mentar no ritmo atual. […].
Refletindo a tendência de aquecimento de longo 
prazo desde o período pré-industrial, a tempera-
tura média global observada na superfície […] 
para a década 2006-2015 foi 0,87 °C […] mais alta 
que a média registrada no período 1850-1900. […]
IPCC. Painel Intergovernamental sobre Mudanças 
Climáticas. Aquecimento global de 1,5 oC: Sumário 
para Formuladores de Políticas. MCTIC, jul. 2019, 
p. 7. Disponível em: https://www.ipcc.ch/site/
assets/uploads/2019/07/SPM-Portuguese-version.
pdf. Acesso em: 30 ago. 2020. 
T E X T O I I
A elevação da temperatura global vem, efeti-
vamente, ocorrendo, mas é indispensável ava-
liar as causas com base numa investigação 
abrangente, que leve em conta, [...] também, 
os processos naturais de macroescala, incluin-
do os da esfera geológica e astronômica. 
A mudança climática envolve um dinamismo mais 
complexo do que a simples elevação da média tér-
mica, mesmo porque o clima não se define só pela 
temperatura. […] a alteração do perfil climático do 
globo, que se manifesta sob forma de tendências, 
rupturas e ciclicidades, faz parte da história do 
planeta e está documentado em relevos residuais, 
em depósitos sedimentares, em paleossolos, em 
formações vegetais relictuais, além de registros 
meteorológicos, disponíveis, ainda que em caráter 
pontual, desde o século XVII.
CONTI, José Bueno. Considerações sobre 
as mudanças climáticas globais. Revista do 
Departamento de Geografia, v. 16, 2005, p. 71. 
T E X T O I I I
[…] “As variações no dióxido de carbono ao longo 
dos últimos 420 mil anos seguiram amplamente 
a temperatura antártica, tipicamente de vários 
séculos a um milênio” […] e “Concluindo, a expli-
cação para as variações glaciais e interglaciais de 
CO
2
permanece como um difícil problema de atri-
buição.” […] Em outras palavras, primeiro sobe a 
temperatura da Terra e depois as concentrações 
de dióxido de carbono. Ou seja, CO
2
NÃO con-
trola o clima da Terra. Certamente NÃO o fez no 
passado e NÃO o fará no futuro. Se estamos fa-
lando de ciências que se dizem duras e usam da 
óptica positivista ou neopositivista, sem a evidên-
cia científica, a hipótese deve ser imediatamente 
descartada. Assim, utiliza-se do princípio da pre-
caução para salvar esta hipótese fraudulenta.
FELÍCIO, Ricardo Augusto. “Mudanças Climáticas” e 
“Aquecimento Global”. Nova formatação e paradigma 
para o pensamento contemporâneo? Ciência e Natura
Santa Maria, v. 36, ed. Especial, 2014, p. 265.

Baixar 50.75 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   138   139   140   141   142   143   144   145   ...   334




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal