Pnld2021 Humanitasdoc vainfas V3 001a256 pr 001. pdf



Baixar 50.75 Mb.
Pdf preview
Página124/334
Encontro11.07.2022
Tamanho50.75 Mb.
#24207
1   ...   120   121   122   123   124   125   126   127   ...   334
Humanitas.doc - Volume 3
QUESTÕES EM
FOCO
Rússia e Europa: insegurança energética
Ao longo das duas últimas décadas, alguns episódios de atrito político entre Rússia e Ucrânia eviden-
ciaram a insegurança energética de países da Europa. Leia os textos a seguir para saber mais sobre essa 
situação-problema.
T E X T O I
A Rússia é o maior fornecedor de gás natural da Europa, mas o continente tem tentado diminuir 
essa relação de dependência com o país vizinho ao longo da última década.
Atualmente a Europa importa menos de 30% de seu gás natural da Rússia. Segundo estatísticas da 
União Europeia, esse percentual chegava a 45% em 2003.
A Europa também está menos dependente da conexão de gás que passa pela Ucrânia, devido a uma 
melhora na infraestrutura que permite que o gás chegue por outras rotas em caso de interrupção.
[…] Também há dúvidas de se a Rússia poderia arcar com a interrupção ou corte parcial do supri-
mento de gás para a Europa. O fornecimento rende à Rússia cerca de US$ 100 milhões diariamente. 
Analistas avaliam que isso representa cerca de 3% da produção econômica do país.
[…] Em janeiro de 2009, a Rússia fechou as torneiras para seu vizinho em uma disputa sobre preços 
de contratos e acusações de que a Ucrânia teria desviado gás destinado a clientes europeus.
O fechamento de duas semanas, durante uma época de muito frio, resultou em diversos problemas 
para o continente e deixou dezenas de países sem seu suprimento de gás russo.
Bulgária, Sérvia e Bósnia, as maiores dependentes dos suprimentos, registraram grande escassez do 
produto. […] A Eslováquia e a Bulgária consideraram voltar a usar reatores nucleares desativados.
TULETT, S. Crise na Ucrânia faz disparar preço de gás na Europa. BBC News Brasil, 4 mar. 2014. Disponível em: 
https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2014/03/140304_gas_russia_vale_kw. Acesso em: 15 jun. 2020. 
T E X T O I I
Logo após o lançamento do gasoduto “Sila Sibiri” (do russo, “Força da Sibéria”) no final de dezembro 
de 2019, chefes de Estado da Rússia, Turquia, Sérvia e Bulgária inauguraram oficialmente o novo ga-
soduto Turkish Stream, em 8 de janeiro de 2020. O esperado projeto de infraestrutura possibilitará o 
fornecimento de gás russo diretamente ao sul e sudeste da Europa através do território da Turquia.
[…] O gasoduto Turkish Stream tem por principal objetivo o transporte de gás ao sudoeste europeu 
sem passar por território ucraniano, e sua estrutura é, em grande parte, subaquática.
“O fornecimento de gás russo através do Turkish Stream será, sem dúvida, de grande importância 
não só para a economia turca e para a região do Mar Negro, mas também terá um impacto positi-
vo sobre o desenvolvimento de muitos países do sul da Europa e ajudará a melhorar a segurança 
energética da Europa”, declarou o presidente russo Vladimir Putin na cerimônia de inauguração.
ZUBATCHEVA, K. Rússia inaugura novo gasoduto Turkish Stream. Russia Beyond, 15 jan. 2020. Disponível em: 
https://br.rbth.com/economia/83341-russia-inaugura-turkish-stream. Acesso em: 15 jun. 2020. 

Baixar 50.75 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   120   121   122   123   124   125   126   127   ...   334




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal