Placas tectônicas



Baixar 167.63 Kb.
Página2/2
Encontro20.12.2022
Tamanho167.63 Kb.
#26161
1   2
Placas tectônicas - Vulcões - Terremotos - Maremotos e Tsunamis - Michele
Os terremotos – também conhecidos como abalos sísmicos – são tremores que se manifestam na crosta terrestre, a mais externa das camadas da Terra. Sob o ponto de vista técnico, os terremotos são uma liberação de energia acumulada abaixo dos solos, liberação essa que provoca uma acomodação dos blocos rochosos, dando origem aos tremores.
Em termos de intensidade, os terremotos são medidos em um índice chamado de Escala Richter, que vai de 1, para os mais fracos, a 10, para os mais fortes. No entanto, nunca houve registros de um terremoto que conseguisse alcançar o índice máximo. O abalo sísmico mais forte já catalogado ocorreu no Chile, em maio de 1960, e atingiu 9,5 graus na Escala Richter.

O ponto abaixo da Terra onde ocorre o terremoto é chamado de hipocentro, e a zona central na superfície onde ele se manifesta é chamada de epicentro.


Maremoto é um fenômeno que ocorre no assoalho oceânico pela movimentação intensa nas fronteiras das placas tectônicas, por meio de erupções vulcânicas ou por causa de deslizamentos de terras submersas no oceano. Essa movimentação gera os abalos sísmicos (tremores de terra), os quais, por sua vez, provocam agitação nas águas oceânicas e originam ondas gigantes, que se propagam com bastante intensidade e alto poder destrutivo.
Formação do maremoto - Ocorre a partir do deslocamento vertical de grandes águas oceânicas e dão origem a ondas que se propagam no sentido do litoral. Quando o abalo é muito forte, ondas gigantes conhecidas como tsunamis podem formar-se e causar grandes destruições no litoral.

Abalo sísmico provocado pela movimentação de placas tectônicas.

As ondas geradas pelos maremotos podem chegar a mais de 30 metros de altura. Japão, Indonésia e ilhas do Pacífico sofrem mais com a ocorrência dos tsunamis, efeito do maremoto. Embora sejam raros, os tsunamis já provocaram muitas mortes e danos materiais aos lugares atingidos. Para quantificar os danos causados pelos tsunamis, algumas escalas foram apresentadas por estudiosos. Uma delas é a Escala de Sieberg-Ambraseys, que apresenta seis graus para representar os danos, variando de muito pequeno a desastroso.



Baixar 167.63 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal