Pesquisa incluída no fim de cada capítulo: assistir, ouvir, ler, contemplar e percorrer os sites indicados, sem limitações à curiosidade. Entretanto, é na página Ação


Catedral de São Denis, 1130, Saint-Denis, França



Baixar 4.71 Mb.
Pdf preview
Página84/353
Encontro16.07.2022
Tamanho4.71 Mb.
#24280
1   ...   80   81   82   83   84   85   86   87   ...   353
Arte - Volume único
Catedral de São Denis, 1130, Saint-Denis, França.
137
A primeira cruzada
1095-1099
Peste Negra
1348-1349
Queda de 
Constantinopla 
1453
711-1000
Árabes na
península Ibérica
Catedral gótica: solução arquitetônica para associar
a luz e a presença divina.
John Kellerman/Alamy/Glow Images
Allmaps/Arqui
v
o da editora

40º N
Mar Negro
Mar
Vermelho
OCEANO
ATLÂNTICO
Mar do
Norte
Roma
Assis
Constantinopla
Paris
Chartres
Aachen
Ravena
Pádua
Compostela
M a r
M
e
d
i t
e r
r â n
e o
Mar
Báltico
km 
0
520
Extensão do Império Bizantino
após as conquistas de Justiniano
Limites atuais
Adaptado de: 
Atlas Histórico Escolar. Rio de Janeiro: MEC/FAE, 1991.
Império Bizantino (395-1453)
Arte_vu_PNLD2015_U2C11_134a147.indd 137
6/17/13 11:01 AM


138
Arte e cristianismo na Idade Média
O período chamado Idade Média compreen-
de o milênio que transcorreu desde a queda do 
Império Romano do Ocidente (476) até o fim do 
Império Bizantino (1453). A arte e a cultura da 
Idade Média estão fortemente ligadas ao cris-
tianismo. O que chamamos de arte medieval do 
Ocidente são formas que os povos que viveram 
ao redor do Mediterrâneo, e também nas nas-
centes civilizações europeias, encontraram para 
expressar a fé cristã.
Os antigos templos gregos e romanos eram es-
paços relativamente pequenos, construídos para 
abrigar imagens dos deuses. Seus cultos consis-
tiam em procissões, oferendas de alimentos e ani-
mais sacrificados em altares externos ao templo. 
Para os cristãos, no entanto, o templo deveria ser 
um espaço de reunião dos fiéis. Durante a perse-
guição ao cristianismo, esses encontros se deram 
em locais secretos, como em catacumbas, mas 
depois da oficialização dessa religião foi preciso 
criar um lugar para congregar os fiéis.
Para as primeiras igrejas, os romanos adota-
ram como padrão arquitetônico as basílicas. Es-
tas eram amplos salões de reunião, construídos 
em Roma pelos antigos imperadores, nos quais 
funcionavam os tribunais e onde os mercadores 
tratavam de negócios. Essas construções apre-
sentavam duas galerias laterais separadas por um 
grande espaço central sustentado por colunatas. 
Os cristãos não ornamentavam seus templos 
com esculturas de mármore, pois elas lembrariam 
os deuses da cultura greco-romana. A pintura e 
o mosaico, formas tradicionais da arte romana, 
foram adotadas como linguagem para comuni-
car aos recém-convertidos a doutrina baseada no 
Deus único, onipotente e, sobretudo, invisível.
Interior da basílica de Santa Sabina, 422-432, Roma.
Esta basílica é uma das primeiras igrejas cristãs. As colunas de mármore com capitéis coríntios foram aproveitadas de uma cons­
trução romana do século II. A basílica cristã tinha apenas uma entrada, na nave central. Na extremidade oposta à entrada, sob uma 
semicúpula (chamada ábside), ficava o altar, em que era realizado o rito da eucaristia, no qual, segundo a crença, a presença de Jesus 
Cristo era compartilhada entre os fiéis.
L
eo G. Linder/Ak
g/Images/Latinstoc
k
Arte_vu_PNLD2015_U2C11_134a147.indd 138
6/17/13 11:01 AM


| CApÍtulo 11 | Arte medievAl |
139
A última ceia. Mosaico, 490, igreja de Santo Apolinário, 
o Novo, século V, Ravena, Itália.
Este mosaico mostra o episódio da última ceia. 
Os apóstolos e Jesus aparecem aqui reclinados, 
segundo o costume romano de cear. A compo­
sição sobre fundo dourado emana uma atmos­
fera de esplendor. Diferentemente de regras es­
tabelecidas mais tarde, Cristo está representado 
à esquerda da imagem.
No final do século VI, o papa Gregório I, que 
estabeleceu uma série de condutas para os ri-
tuais cristãos, defendia que as imagens podiam 
ser usadas como uma narrativa ilustrada para 
instruir os fiéis que não sabiam ler nem escrever. 
Ressaltava que as imagens fossem simples, cla-
ras e se concentrassem no essencial, para se al-
cançar o resultado didático. Dessa forma, foi ela-
borada uma iconografia cristã baseada na vida de 
Jesus. Algumas das obras mais emblemáticas da 
arte no Ocidente versam sobre esses temas:

Baixar 4.71 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   80   81   82   83   84   85   86   87   ...   353




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal