Pesquisa incluída no fim de cada capítulo: assistir, ouvir, ler, contemplar e percorrer os sites indicados, sem limitações à curiosidade. Entretanto, é na página Ação


partir de 1500, com a chegada dos europeus



Baixar 87 Mb.
Pdf preview
Página79/353
Encontro16.07.2022
Tamanho87 Mb.
#24280
1   ...   75   76   77   78   79   80   81   82   ...   353
Arte - Volume único

partir de 1500, com a chegada dos europeus 
ao continente.
km 
0
750
OCEANO
ATLÂNTICO
OCEANO
PACÍFICO

50º O
Equ
a
do
r
T

pico
d
e
Ca
pric
ó
r
nio
Cultura Inca (1200 a 1500)
Culturas andinas
Tronco Tupi
Tronco Jê
Família Caraíba
Família Aruaque
Povos e culturas do Brasil pré-cabralino
Reino Moche (100 a.C. a 500 d.C.)
Cultura Nasca (200 a.C. a 600 d.C.)
Família Pano
Família Tukano
Grupo Charrua
Outros grupos
Culturas pré-incas
Lima
Cuzco
Nazca
Cerro
Blanco
Caral
Moche
Chavín de Huántar 
Machu Picchu
Santarém
Ilha de
Marajó
R
io
X
in
g
u
R
io
T
a
p
a

s
Rio A
m
azo
nas
Tecidos com tramas 
complexas, combinando lã 
e algodão: uma tradição das 
civilizações andinas.
Esculturas 
zoomórficas 
de jade.
Wagner de S. Silva/Museu de Arqueologia 
e Etnologia da USP, São Paulo, SP.
Adaptado de: DUBY, Georges. 
Grand Atlas Historique. Paris: Larousse, 2004.
América do Sul: culturas antes de 1500
Arte_vu_PNLD2015_U1C10_124a133.indd 125
6/17/13 11:00 AM


126
Culturas andinas
As culturas andinas se desenvolveram no no-
roeste da América do Sul, região caracterizada 
por grandes diferenças naturais, resultantes das 
bruscas variações de altitude na cordilheira dos 
Andes e nas áreas contíguas. As terras altas da 
cordilheira estão próximas ao deserto da costa 
do Pacífico, uma das regiões mais secas do mun-
do, enquanto do lado leste prevalece a umidade 
da floresta amazônica. A sobrevivência dos habi-
tantes dependia do intercâmbio entre grupos so-
ciais que viviam em altitudes variadas, nas quais 
era possível coletar e cultivar diferentes tipos de 
alimento e criar diferentes tipos de animais.
Alguns traços culturais eram comuns a todos 
os povos da região andina, como o cultivo do al-
godão e as técnicas de tecelagem. A maioria dos 
grupos produzia cerâmica decorada e algumas 
culturas se dedicaram à metalurgia, confeccio-
nando ornamentos de ouro e prata.
Na costa do atual Peru, 200 km ao norte de 
Lima, foram encontradas as ruínas do que se ima-
gina ser a cidade mais antiga das Américas. O sítio 
arqueológico de 
Caral
apresenta uma arquitetura 
monumental que foi datada de aproximadamente 
2500 a.C., mesma época em que foram erguidas as 
pirâmides de Gizé, no Egito.
George Steinmetz/Corbis/Latinstoc
k
Em Caral foram encontrados templos, pirâmi-
des, praças e espaços dedicados a ritos cerimo-
niais coletivos.
Outros povos viveram na costa peruana, em 
épocas mais recentes, entre eles os paracas, os 
nascas e os mochicas.
Os paracas, que habitaram a costa sul en-
tre 800 a.C. e 100 d.C., distinguiram-se por sua 
habilidade na tecelagem. Cultivavam algodão 
e domesticaram a lhama, animal que produz 
boa lã. Finos tecidos bordados com lã colori-
da resultavam em composições de até 22 co-
res. Para os paracas os tecidos significavam 
prestígio e riqueza. Em alguns sepultamentos 
foram encontrados corpos envoltos em até 
200 tecidos.
Pirâmide do Anfiteatro, Caral, Peru. 2500 a.C.
Pouco se sabe sobre o povo que construiu este imponente anfiteatro. Nas escavações da Cidade Sagrada de Caral, como ficou conhe-
cido este sítio arqueológico, foram encontradas 32 flautas de ossos de animais, sugerindo que a música teria grande importância nos 
rituais religiosos. A civilização que viveu em Caral não produzia cerâmica, mas já cultivava algodão, que era trocado por produtos de 
outros grupos que viviam na costa e na cordilheira. 
Arte_vu_PNLD2015_U1C10_124a133.indd 126
6/17/13 11:00 AM


| CApítulO 10 | CulturAS nAtiVAS Sul-AmEriCAnAS |
127
Mais ao sul de onde viveram 
os paracas floresceu a cultura 
nasca, entre 300 a.C. e 700 d.C. 
Além dos tecidos, os artesãos 
nascas produziram uma cerâmi-
ca multicolorida bastante dis-
tinta das peças feitas até então. 
Misturavam pigmentos minerais 
à argila de modo a criar uma su-
perfície lisa, sobre a qual repre-
sentavam animais, plantas, cenas 
cotidianas e cerimônias rituais.
Na região em que viveram 
os nascas, foram descobertos 
imensos desenhos geométri-
cos e zoomórficos. Tais dese-
nhos, conhecidos como geo-
glifos, chegam a ter 300 metros 
de comprimento, de modo que 
a única forma de observá-los é 
sobrevoando-os. Os desenhos 
e as linhas perfeitamente re-
tas que se estendem por quilô-
metros, foram feitas afastando
as pedras que cobrem a su-
per fície nessa região, expondo
o solo mais claro até então re-
cobertos por ela. 
Muitas teorias já procuraram 
explicar a motivação desses an-
tigos habitantes para produzir 
uma forma de arte que sequer 
podiam contemplar. Algumas 
teorias supõem que os 

Baixar 87 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   75   76   77   78   79   80   81   82   ...   353




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal