Pesquisa incluída no fim de cada capítulo: assistir, ouvir, ler, contemplar e percorrer os sites indicados, sem limitações à curiosidade. Entretanto, é na página Ação


partilhado por um grupo social, recriado e transmitido ao longo



Baixar 4.71 Mb.
Pdf preview
Página7/353
Encontro16.07.2022
Tamanho4.71 Mb.
#24280
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   ...   353
Arte - Volume único

partilhado por um grupo social, recriado e transmitido ao longo 
das gerações. A cultura engloba tudo: linguagem, comportamento, 
símbolos, técnicas, objetos, ideias, crenças – todas as produções 
materiais e imateriais de um grupo social.
Acima, à direita, 
sushi
e outras 
iguarias da culinária japonesa. 
À esquerda, uma tourada na Es-
panha, em foto de 2011. O touro 
tem forte significado em festas e 
rituais de várias culturas. Hoje, 
as touradas estão proibidas em 
vários países.
WithGod/Shut
ter
stoc
k/Glow Images
Natur
spor
ts/Shut
ter
stoc
k/Glow Images
Marcenaria Baraúna/
Acerv
o par
ticular
, São P
aulo, SP
.
Este banquinho caipira da região 
da serra da Mantiqueira inspirou as 
peças à direita e acima, criadas pela 
Marcenaria Baraúna, em São Paulo.
Arte_vu_PNLD2015_Iniciais_001a011.indd 8
6/17/13 10:05 AM


9
Leia o que diz o antropólogo Darcy Ribeiro (1922-1997):
Chama-se cultura tudo o que é feito pelos homens, ou resulta do trabalho 
deles e de seus pensamentos. Por exemplo, uma cadeira está na cara que é cul-
tural porque foi feita por alguém. Mesmo o banquinho mais vagabundo, que mal 
se põe em pé, é uma coisa cultural. [...] 
Há também, para complicar, as coisas da cultura imaterial [...] A fala, por 
exemplo, que se revela quando a gente conversa, e que existe independente-
mente de qualquer boca falante, é criação cultural. Aliás, a mais importante. 
Sem a fala, os homens seriam uns macacos, porque não poderiam se entender 
uns com os outros, para acumular conhecimento e mudar o mundo como temos 
mudado. [...] 
Além da fala, temos as crenças, as artes, que são criações culturais, porque 
inventadas pelos homens e transmitidas uns aos outros através das gerações. 
Elas se tornam visíveis, se manifestam, através de criações artísticas ou de 
ritos e práticas – o batizado, o casamento, a missa – em que a gente vê os con-
ceitos e as ideias religiosas ou artísticas se realizarem. [...]
RIBEIRO, Darcy. Noções de coisas. São Paulo: FTD, 1995. p. 34.
As culturas diferem pela forma como se desenvolvem. Em alguns 
grupos sociais, as transformações ocorrem muito lentamente. São 
culturas tradicionais, que preservam seus modos de vida, como é o 
caso de alguns povos indígenas brasileiros. Outras culturas modifi-
cam seus aspectos materiais mais facilmente, mas 
conservam seus comportamentos e seu repertório 
simbólico, como é o caso de muitos grupos sociais 
que vivem na Índia. Em nossa cultura, à qual se 
costuma dar o nome de cultura ocidental, as trans-
formações são valorizadas em todos os aspectos 
da vida, a tal ponto que nossa história se converte 
numa espécie de flecha do tempo: uma sociedade 
em contínua modificação.
Um modo interessante de considerar a cultura é 
enxergá-la como uma massa energética. Tal como 
a energia, os aspectos culturais de um grupo social 
podem se difundir para seus vizinhos ou mesmo 
para povos que vivem em regiões distantes – atra-
vés da atividade comercial, por exemplo, ou pelas 
redes de comunicação. Desse modo, aspectos de 
uma cultura acabam sendo assimilados por outra, contribuindo 
para transformar a vida social de diferentes grupos.
Com a revolução digital – que é muitíssimo recente se consi-
derarmos a extensão da história da humanidade –, o impacto 
da cultura ocidental sobre outras se tornou enorme (por exem-
plo, há grupos nômades que hoje carregam televisores e com-
putadores). Ao mesmo tempo, porém, certos aspectos de outras 
culturas também alcançam a nossa com mais facilidade (por 
exemplo, é possível aprender chinês on-line). 

Baixar 4.71 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   ...   353




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal