Pesquisa incluída no fim de cada capítulo: assistir, ouvir, ler, contemplar e percorrer os sites indicados, sem limitações à curiosidade. Entretanto, é na página Ação



Baixar 4.71 Mb.
Pdf preview
Página64/353
Encontro16.07.2022
Tamanho4.71 Mb.
#24280
1   ...   60   61   62   63   64   65   66   67   ...   353
Arte - Volume único
A religião ioruba
Os iorubas veneram grande número de deuses, chamados orixás. Dois orixás são 
considerados primordiais, ou seja, criados no começo dos tempos pelos grandes deu-
ses, Olorun e Olocun, o deus supremo e o deus das águas. Estes criaram Obatalá 
e Ododuá, que receberam de Olorun a missão de criar o mundo e a humanidade. 
Obatalá é líder de 400 deuses masculinos e Ododuá rege 400 deusas femininas e 
mais os deuses gerados por estas. Os orixás guiam a consciência dos vivos e pro-
tegem a comunidade.
Entre os orixás mais conhecidos está Exu, deus da comunicação e das trocas, que 
serve de mediador entre Olorun e os seres humanos. 
O conceito de orixá apresenta certa flexibilidade, pois permite que se acrescentem 
novas entidades divinizadas, mesmo que venham a ser cultuadas apenas por um 
pequeno grupo social. Os heróis e até mesmo forças naturais, como rios e trovões, 
podem também ser vistos como orixás. 
Na cultura ioruba, alguns sábios mais ve-
lhos, os babalaôs, interpretam um oráculo 
chamado 
Ifá
. Trata-se de um sistema de 
conhecimento dos caminhos possíveis 
da vida material e espiritual, cuja leitura é 
frequentemente feita por meio de búzios 
(pequenas conchas de caramujo).
Sabre ritual de Ogum. Cultura ioruba, 
Nigéria. Latão e ferro. 
Museu do Quai Branly, Paris. 
Ogum é o deus do ferro, dos escul-
tores e da guerra, fundador da civi-
lização e construtor de cidades. 
J
ean-Gilles Berizzi/Other Images/
Museu do Quai Branly
, P
aris, F
rança.
Arte_vu_PNLD2015_U1C8_098a111.indd 101
6/17/13 10:20 AM


102
Devido às guerras com outras cidades-Estado 
iorubas, Ile-ifé foi no século XIII fortificada com 
um fosso e duas muralhas de barro concêntricas. 
Na cidade de Ile-ifé, o palácio ficava no centro e 
em seu entorno havia santuários. As principais 
construções estavam dispostas em terraços co-
bertos de palha que circundavam um grande pátio. 
Os pátios pavimentados, decorados com mosaicos 
de cerâmica, cobriam mais de 3 quilômetros qua-
drados. Esses pátios deram nome à cidade, pois 
Ile-ifé significa ‘lugar pavimentado’. 
Em alguns pátios de Ile-ifé foram encontrados vasos cerâmicos 
com tampas em forma de cabeças de animais coroados (carneiros, 
leopardos, hipopótamos) – provavelmente uma forma de repre-
sentar os deuses ou o oni, venerado como deus-rei.
O traço mais interessante da antiga arte ioruba, no entanto, 
está na tradição naturalista de representação da figura huma-
na. Cabeças de terracota e de diversos tipos de metal, feitas a 
Baixar 4.71 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   60   61   62   63   64   65   66   67   ...   353




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal