Pesquisa incluída no fim de cada capítulo: assistir, ouvir, ler, contemplar e percorrer os sites indicados, sem limitações à curiosidade. Entretanto, é na página Ação



Baixar 4.71 Mb.
Pdf preview
Página58/353
Encontro16.07.2022
Tamanho4.71 Mb.
#24280
1   ...   54   55   56   57   58   59   60   61   ...   353
Arte - Volume único
Roma Antiga
. Museu da Civilização Romana, 
Roma.
No auge de seu poder, Roma era uma joia do mundo. 
As sucessivas gerações continuaram promovendo o 
embelezamento da cidade, porém muitas vezes derru-
bavam o que já havia sido construído. 
Andrea J
emolo/L
eemage/Museu da Ci
vilização R
omana, R
oma, Itália.
Pierdelune/Shut
ter
stoc
k/Glow Images
Arte_vu_PNLD2015_U1C7_086a097.indd 91
6/17/13 10:19 AM


92
O monumento que se tornaria o símbolo mais 
famoso da cidade é o Anfiteatro Flávio, mais co-
nhecido como Coliseu. Essa era a maior de todas 
as arenas de Roma, com quase 50 m de altura e
188 m de largura no eixo maior de sua planta elíp-
tica. Em seu interior, um tablado de madeira ins-
talado na arena cobria um sistema de passagens.
O Coliseu, 72-80, Roma. Na foto maior, o interior do Coliseu; no detalhe, a parte externa.
Este anfiteatro foi inaugurado no ano 80 com uma série de cerimônias e espetáculos que duravam 100 dias. Enquanto os gregos 
aproveitavam o relevo natural para assentar a arquibancada de seus anfiteatros, os romanos preferiram elevar a plateia deste edi-
fício erguendo quatro fileiras de arcadas ao redor da arena. O Coliseu podia abrigar cerca de 50 mil pessoas, que se acomodavam de 
acordo com sua posição social. Os espectadores podiam assistir a combates entre gladiadores ou à caça de animais ferozes e outros 
espetáculos que, nos dias de hoje, seriam considerados extremamente cruéis.
Caminoel/Shut
ter
stoc
k/Glow Images
Leoks/Shutterstock/Glow Images
Coluna de Trajano, Roma, 113-116, mármore, 30 m de altura mais 
8 m de base. (Detalhe.)
Outro tipo de escultura monumental era a coluna da vitória. 
A foto mostra um detalhe da coluna erguida pelo imperador 
Trajano para celebrar a vitória contra a Dácia. Um relevo em 
espiral narra visualmente as batalhas travadas pelo exérci-
to romano. Para essa grandiosa narrativa foram esculpidas 
mais de 2 500 figuras, além de elementos que descrevem a 
paisagem e a arquitetura.
J
ule Berlin/Shut
ter
stoc
k/Glow Images
Arte_vu_PNLD2015_U1C7_086a097.indd 92
6/17/13 10:19 AM


| CApítulo 7 | RoMA |
93
Interior do Panteão, 118-125, Roma.
Foto de 2010.
Por trás da fachada tradicional de um tem-
plo grego, o Panteão foi construído em 
planta circular, sobre a qual se apoia uma 
cúpula hemisférica com um óculo (abertu-
ra no topo) que permite a entrada de luz. 
O diâmetro da sala é idêntico à altura do 
edifício, criando um espaço interno que 
acomodaria uma esfera perfeita. O templo 
foi preservado até nossos dias graças ao 
uso contínuo de seu espaço, inclusive como 
templo cristão.
Outra construção extraordi-
nária da Roma antiga é o Pan-
teão, um templo dedicado a to-
dos os deuses do Olimpo. Para 
cobrir a edificação, foi utilizada 
uma enorme cúpula que não te-
ve equivalentes na arquitetura 
do Ocidente até o século XIX.
Mosaicos e pinturas
Na era imperial, membros da próspera classe mé-
dia romana viviam em casas confortáveis. Alguns ricos 
patrícios, no entanto, moravam em casas luxuosas, 
chamadas vilas. Estas consistiam em cômodos distri-
buídos ao redor de um átrio a céu aberto, onde a água 
da chuva era coletada em uma pequena piscina. Esse 
arranjo proporcionava um espaço central de convívio 
e áreas de privacidade. As vilas situadas fora da cidade 
podiam ter vastos jardins, adornados com lagos e con-
juntos esculturais. 
As casas eram externamente revestidas de mármore 
branco. O interior podia ser coberto de pinturas murais 
e os pisos decorados com mosaicos.
S
ylvain S
onnet/Corbis/Latinstoc
k
Photo Scala/Glow Images/Museus do Vaticano, Itália.
Herakleitos. O chão não varrido. Mosaico, século II a.C. 
Museus do Vaticano, Roma. (Detalhe.)
Este mosaico é cópia de uma famosa pintura grega. Os 
restos de um banquete são aqui representados com 
uma apurada técnica ilusionista, que dá volume a cada 
elemento graças às sombras que estes projetam. 
Arte_vu_PNLD2015_U1C7_086a097.indd 93
6/17/13 10:19 AM


94
Edifícios públicos e templos eram ornados 
com afrescos de cenas históricas de batalhas, 
mas no interior das casas preferiam-se temas 
gregos, paisagens idealizadas e temas marítimos.
Muitas das pinturas que sobreviveram estão 
no 

Baixar 4.71 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   54   55   56   57   58   59   60   61   ...   353




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal