Pesquisa incluída no fim de cada capítulo: assistir, ouvir, ler, contemplar e percorrer os sites indicados, sem limitações à curiosidade. Entretanto, é na página Ação



Baixar 4.71 Mb.
Pdf preview
Página33/353
Encontro16.07.2022
Tamanho4.71 Mb.
#24280
1   ...   29   30   31   32   33   34   35   36   ...   353
Arte - Volume único
cânticos
transmitidos oral-
mente durante séculos, 
antes de haver escrita 
para transcrevê-los. Os Vedas 
tratam de conceitos que nor-
teiam a filosofia hinduísta, tais 
como o samsara, o ciclo de nas-
cimento, vida, morte e renasci-
mento, a que cada indivíduo está 
preso até que o seu karma (posi-
ção determinada pelas ações do 
passado) seja cumprido. 
O período védico (1750 a.C.-
-322 a.C.) testemunhou o nas-
cimento das três religiões mais 
antigas da Terra, e que são ainda 
seguidas na Índia e em outros 
países do Oriente: o hinduísmo, 
baseado na filosofia védica; o 
budismo, que propunha uma 
visão mais igualitária da huma-
nidade, opondo-se ao sistema 
de castas e ao poder dos sacer-
dotes brâmanes; e o jainismo, 
caracterizado pela busca indi-
vidual da libertação através da 
renúncia à vida material e às 
paixões.
Nos últimos séculos do pe-
ríodo védico foram compostos
os Upanishads, espécie de co-
mentários que examinam o sig-
nificado dos Vedas. São também 
dessa época o grande poema 
épico Mahabharata, que relata 
as disputas de poder entre dois 
clãs, e o texto mais popular da 
literatura védica, o Ramayana, 
que já estava completo por vol-
ta de 400 a.C. Esses textos vi-
savam transmitir os conceitos 
da filosofia védica, na forma de 
enredos.
TEMAS INTERDISCIPLINARES
ARTE E RELIGIÃO
.. 
Budismo
O budismo foi fundado por um príncipe chamado Sidarta Gauta-
ma (563 a.C.-483 a.C.). Sidarta teve uma vida cercada de pra-
zeres e inteiramente protegida da dor até os 29 anos, quando 
decidiu aventurar-se fora dos muros de seu palácio e se depa-
rou com o sofrimento da humanidade, que desconhecia por 
completo: a doença, a velhice e a morte. Profundamente per-
turbado com a condição humana, optou por deixar a família e a 
vida luxuosa, saindo em busca da verdade espiritual. Após seis 
anos como peregrino, teve uma iluminação enquanto medita-
va embaixo de uma grande figueira. Desde essa época, Sidarta 
ficou conhecido como Buda, nome que significa ‘aquele que é 
iluminado’. Tornou-se um mestre espiritual, mas não um deus, 
e depois de sua morte seus seguidores difundiram seus ensi-
namentos. Pouco a pouco, o budismo se expandiu para outras 
regiões da Ásia, mas deixou de ter muitos seguidores na Índia.
Para os budistas, o sofrimento da vida é cau-
sado pelo desejo, mas qualquer pessoa, in-
dependente de sua posição social, pode do-
minar seus desejos, vencendo a ignorância 
e se libertando do mundo material através 
da meditação e da disciplina dos exercícios 
espirituais.
The Bridgman Art Library/Keystone/Museu Nacional, Nova Delhi, Índia.
Buda e seus servidores. Gandhara (atual Paquistão), 
séculos II-III. Pedra, 19 cm de altura. 
Esta escultura é uma das primeiras representa-
ções de Buda em forma humana, pois durante o 
primeiro período do budismo ele era represen-
tado por símbolos, como a roda da lei, a árvore 
da iluminação e suas pegadas. Aqui, é mostrado 
jovem, sentado em postura de lótus, posição 
meditativa de ioga. A mão direita levantada 
significa “não tema”. Grandes imagens de Buda 
esculpidas em pedra se tornaram tradição em 
países budistas, como a China.
Arte_vu_PNLD2015_U1C4_050a061.indd 54
6/17/13 10:13 AM


| CApÍtulo 4 | ÍNDIA |
55
endo sobre a Índia

Baixar 4.71 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   29   30   31   32   33   34   35   36   ...   353




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal