Pesquisa incluída no fim de cada capítulo: assistir, ouvir, ler, contemplar e percorrer os sites indicados, sem limitações à curiosidade. Entretanto, é na página Ação



Baixar 4.71 Mb.
Pdf preview
Página318/353
Encontro16.07.2022
Tamanho4.71 Mb.
#24280
1   ...   314   315   316   317   318   319   320   321   ...   353
Arte - Volume único
do belo e do terrível
. A guerra instaura um es-
tado de questionamento profundo. O tema suge-
re o sentimento que tomou o mundo a partir da 
destruição física e moral causada pela Segunda 
Guerra Mundial. Ele é tratado na apresentação 
das imagens da guerra, nas fotografias, nos de-
senhos e nos filmes que tratam do nazismo e da 
bomba atômica. Está presente também no boxe 
de cinema – O Neorrealismo no cinema ita-
liano
, que aborda a linguagem adotada pelos ci-
neastas italianos em busca de desvelar com crue-
za a crise social em que seu país estava imerso. 
O tema está também no boxe Lendo um texto 
sobre Francis Bacon – Bacon (1954),
um 
trecho de texto do crítico de arte inglês David 
Sylvester, que entrevistou Francis Bacon várias 
vezes durante sua vida. No texto, o crítico chama 
a atenção para o fato de o horror persistir na pin-
tura de Bacon, mesmo quando nenhuma situação 
extrema é representada.
O tema também está na obra dos artistas euro-
peus que buscam o “sublime”, no que restara da 
leiTura das imagens
Professor, para marcar as características da 
arte mais representativa da Europa, dos Estados 
Unidos e do Brasil, compare três obras reproduzi-
das no capítulo, nas páginas 284, 285 e 290.
texto complementar
.. 
o grupo coBra 
O grupo CoBrA, fundado em 1948 por jovens ar-
tistas dinamarqueses, belgas e holandeses, teve 
papel importante na cena artística do pós-guerra 
europeu. O nome CoBrA surgiu da junção das pri-
meiras letras de Copenhagen, Bruxelas e Amsterdã, 
cidades ocupadas pelas tropas nazistas durante 
a guerra, nas quais os fundadores do grupo vive-
ram anos sob forte repressão. O nome é também 
uma referência à serpente bíblica que corrompeu o 
paraí so e “fundou” a humanidade. 
O grupo, que se manteve coeso por três anos, vi-
sava resgatar as tradições locais da Dinamarca, da 
Holanda e da Bélgica, depois de anos de imposição 
da cultura nazista, e retomar contato com artistas 
de outros países.
O grupo CoBrA reuniu mais de 40 artistas, entre 
pintores, poetas, fotógrafos, cineastas e escul-
tores, que desejavam relacionar o homem com o 
mundo por meio de uma arte fundada na liberdade 
de expressão, como a das crianças. 
Influenciados pelo Expressionismo e pelo Surrea-
lismo, os trabalhos dos artistas do grupo CoBrA 
apostavam na criatividade e na espontaneida-
de do inconsciente. Muitas vezes eles reuniam 
suas famílias e produziam trabalhos coletivos, 
explorando a liberdade de expressão. Disso fre-
quentemente resultavam imagens de bichos e 
figuras que se aproximavam do desenho infantil 
ou de totens e imagens devocionais de culturas 
tradicionais.
Embora o grupo CoBrA alinhasse suas ideias às teo-
rias de Karl Marx, buscava um socialismo baseado 
na liberdade, distinto do soviético.
destruição, e no prazer da liberdade reconquistada. 
O grupo CoBrA, formado por artistas de diferentes 
nações, representa esse estado de espírito.
Arte_vu_PNLD2015_MP_075a93.indd 82
6/24/13 1:06 PM


manual do professor |
83
Temas inTerdisciplinares

Baixar 4.71 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   314   315   316   317   318   319   320   321   ...   353




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal