Pesquisa incluída no fim de cada capítulo: assistir, ouvir, ler, contemplar e percorrer os sites indicados, sem limitações à curiosidade. Entretanto, é na página Ação



Baixar 4.71 Mb.
Pdf preview
Página316/353
Encontro16.07.2022
Tamanho4.71 Mb.
#24280
1   ...   312   313   314   315   316   317   318   319   ...   353
Arte - Volume único
Curiosidades:
Ao abordar uma América em crise e fazer críticas ao 
trabalho industrial, o filme foi tachado de comunista 
e proibido na Alemanha e na Itália já dominadas pelo 
fascismo. Chaplin também chegou a ser perseguido 
durante o macartismo. 
Charles Chaplin havia viajado um ano em turnê pela 
Europa divulgando o filme Luzes da cidade. Quando 
voltou, ficou surpreso com a miséria em que os EUA 
haviam mergulhado após a crise de 1929 e resol-
veu fazer um filme com temática social. Além disso, 
Chaplin também tomou conhecimento da situação 
de trabalhadores de uma fábrica de automóveis em 
Detroit, que apresentavam crises nervosas após 
quatro anos de trabalho. Tempos modernos foi o úl-
timo filme que Chaplin realizou com o personagem 
Carlitos.
O filme marca a transição do cinema mudo para o 
sonoro. Apesar de o filme ser predominantemente 
silencioso, se utilizando de cartelas e da música 
para pontuar momentos dramáticos, a voz de Carli-
tos é incorporada numa das últimas sequências do 
filme, quando ele apresenta um número musical, 
cantando e dançando em um café.
O desenvolvimento da tecnologia sonora não era 
visto com bons olhos por Chaplin, uma vez que se-
gundo ele o uso de diálogos poderia tirar a magia 
do cinema. Isso fica claro ao analisar o personagem 
Carlitos, cuja força estava na potência dos gestos e 
expressões corporais.
O filme e o livro:
O filme aborda as dificuldades enfrentadas por 
Carlitos, que vive um proletário: o controle e a ex-
ploração do indivíduo pela indústria, a desumani-
zação do trabalho nas fábricas de modelo fordista
o aumento da criminalidade, o desemprego, a fome 
e a onda de protestos que tomaram a América da 
década de 1930, com a Depressão. Os problemas 
sociais e políticos da recessão americana são o
Arte_vu_PNLD2015_MP_075a93.indd 80
6/24/13 1:06 PM


manual do professor |
81
GOMBRICH, E. H. A História da Arte. 16. ed. Rio de Ja-
neiro: LTC, 1999.
MAGALDI, Sábato. Panorama do teatro brasileiro. São 
Paulo: Global, 1997.
______. Teatro da ruptura: Oswald de Andrade. São Pau-
lo: Global, 2004.
PEDROSA, Mario. Dos murais de Portinari aos espaços 
de Brasília
. São Paulo: Perspectiva, 1981.
PINHEIRO FILHO, Fernando Antônio. Lasar Segall: Arte 
em sociedade. São Paulo: CosacNaify e Museu Lasar Se-
gall, 2008.
SCHWARTZ, Jorge (Org.). Da Antropofagia a Brasília
Brasil 1920-1950. Valência: IVAM Institut Valencià d`art 
Modern/São Paulo: Faap e CosacNaify, 2002.
Unidade 3 – Arte contemporânea
21. Depois da guerra
Este capítulo aborda a arte na Europa, nos Esta-
dos Unidos e no Brasil logo após o final da Segun-
da Guerra Mundial. Mostra as imagens da guerra, 
apresenta o cinema neorrealista italiano, aponta 
para a mudança do centro cultural da Europa para 
os Estados Unidos e mostra a dominância da arte 
abstrata. Abarca ainda a fundação de museus de 
arte no Brasil, as invenções da arquitetura moderna 
brasileira e a tentativa de implantar um cinema in-
dustrial no Brasil com a Vera Cruz.
O capítulo destaca o trauma da sociedade ao 
perceber a capacidade de destruição massiva da 
guerra atômica. Mostra também uma Europa que 
precisa ser reconstruída. A guerra causou uma dis-
persão dos artistas europeus pelo mundo e forta-
leceu o ambiente artístico e cultural na América 
do Norte e no Brasil. Nessa época há o estabeleci-
mento de instituições para apoiar arte; MoMA em 
Nova York, Masp e MAM em São Paulo e MAM no 
Rio de Janeiro. Surge também uma crítica de arte 
que defende e dá poder à arte abstrata e a arquite-
tura moderna.
Na abertura vemos quatro imagens: uma pin-
tura, uma escultura e duas fotografias. O professor 
pode interrogar a turma: O que essas imagens po-
dem nos dizer sobre a arte no pós-guerra? Quem as 
teria executado e com que finalidade? O que elas 
representam? O que elas exprimem?
pano de fundo dessa obra-prima do cinema mun-
dial que apresenta Chaplin em uma atuação magis-
tral e inesquecível.

Baixar 4.71 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   312   313   314   315   316   317   318   319   ...   353




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal