Pesquisa incluída no fim de cada capítulo: assistir, ouvir, ler, contemplar e percorrer os sites indicados, sem limitações à curiosidade. Entretanto, é na página Ação


Arte e Religião – Os faraós e a monarquia



Baixar 4.71 Mb.
Pdf preview
Página253/353
Encontro16.07.2022
Tamanho4.71 Mb.
#24280
1   ...   249   250   251   252   253   254   255   256   ...   353
Arte - Volume único
Arte e Religião – Os faraós e a monarquia 
divina
. O boxe está também ligado ao tema subja-
cente, pois conta de forma breve o mito de criação 
desta civilização, no qual Hórus, o primeiro faraó, é 
descendente do deus Sol, o criador. A religião cola-
borava para legitimar o poder do faraó.
pesquisa – o corpo Humano na arte
Professor, nesta pesquisa é importante que os 
alunos procurem e comparem diferentes formas 
de representar o corpo humano. É recomendável 
comparar representações científicas e artísticas de 
épocas diferentes, inclusive as feitas no antigo Egi-
to. Para a proposta da subseção 
local
, estimule o 
registro ou a reprodução de esculturas ou outras 
manifestações artísticas que representem o cor-
po humano. O registro poderá ser feito por meio 
de desenho ou fotografia e poderá estimular uma 
reflexão sobre a diversidade de técnicas, olhares e 
materiais nas representações do corpo humano. 
para encerrar
Como a cultura egípcia conseguiu manter seus 
valores estéticos quase sem alterações por três 
milênios?
The Bridgeman 
Ar
t Library/K
eystone/Museu Britânico, L
ondres, Inglater
ra.
De 
Agostini/Get
ty Images/Museu Egípcio, Berlim, 
Alemanha.
Arte_vu_PNLD2015_MP_001a37.indd 26
6/24/13 1:03 PM


manual do professor |
27
Aqui se trata de perguntar para demarcar essa 
durabilidade. Enquanto diversos povos se sucede-
ram no domínio da região mesopotâmica, no Egito 
a sociedade permaneceu sob o domínio da mesma 
cultura. A deusa Maat, que representava a justiça 
e a verdade, era também associada ao conceito de 
manutenção da ordem cósmica e social.
ação – mapa do corpo
Mostre aos alunos que mesmo trabalhando com 
regras rígidas, cada desenho vai ter características 
diferentes e que o padrão geométrico não é sufi-
ciente para garantir as regras canônicas. A facilida-
de em introduzir variações individuais os ajudará 
a refletir sobre o empenho dos artistas e artesãos 
egípcios para manter a uniformidade de suas repre-
sentações por quase três mil anos. 
Estimule os alunos a representarem livremente 
o mapa do corpo. O aluno pode desenhar apenas 
suas mãos e escrever dentro delas palavras sobre o 
que sente. Pode desenhar um boné e colocar obje-
tos como fone de ouvido ou palavras para mapear a 
relação que sente com a música. O aluno pode tam-
bém desenhar o corpo todo, mostrando o interior: 
as veias, os ossos e órgãos como o coração. Pode 
ainda desenhar seu corpo e colocar objetos relacio-
nados a cada parte. Uma boca cheia de palavras, 
um olho com pernas, entre outras formas inventi-
vas de representar a si mesmo.
sugestões de Leitura 
CARDOSO, Ciro Flamarion S. O antigo Egito. São Paulo: 
Brasiliense, 1982.
MEGGS, Philip B. História do design gráfico. São Paulo: 
Cosac Naify, 2009.
SALLES, Catherine. Larousse das civilizações antigas
São Paulo: Larousse, 2008.
STOKSTAD, Marilyn. Art History. New York: Pearson, 
2004.
VISONÀ, Monica Blackmun. A History of Art in Africa
New Jersey: Prentice Hall, 2001. 
WILKINSON, Richard H. Reading Egyptian Art: A Hiero-
glyphic Guide to Ancient Egyptian Painting and Sculp- 
ture. London: Thames & Hudson, 1992.
4. Índia
Este capítulo aborda as primeiras sociedades que 
se estabeleceram na região onde hoje se localizam a 
Índia e o Paquistão. A cultura indiana é fruto de uma 
civilização rica em narrativas míticas complexas. Os 
valores espirituais e religiosos impregnam a música, 
a dança, a poesia e a escultura produzida pelos po-
vos que habitaram a região. Durante três mil anos 

Baixar 4.71 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   249   250   251   252   253   254   255   256   ...   353




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal