Organizadora s


participando, explorando, expressando e se conhecendo. Desse modo



Baixar 18.73 Mb.
Pdf preview
Página43/102
Encontro22.07.2022
Tamanho18.73 Mb.
#24328
1   ...   39   40   41   42   43   44   45   46   ...   102
Documento Curricular do Estado do RN Educacao Infantil ebook final 2018(1)
CAÇA PREDATORIA

participando, explorando, expressando e se conhecendo. Desse modo, 
apresenta-se aqui Direitos de aprendizagem e desenvolvimento para cada 
Campo de experiência, propostos em um recente documento publicado 
pelo MEC (BRASIL, 2018) no processo de implementação da BNCC.
CAMPO DE EXPERIÊNCIAS: O EU, O OUTRO E O NÓS
Direitos de aprendizagem e desenvolvimento
CONVIVER 
com crianças e adultos em pequenos grupos, reconhecendo e 
respeitando as diferentes identidades e pertencimento étnico-racial, de 
gênero e religião de seus parceiros.
BRINCAR 
com diferentes parceiros desenvolvendo sua imaginação e so-
lidariedade.
EXPLORAR
diferentes formas de interagir com parceiros diversos em situ-
ações variadas, ampliando sua noção de mundo e sua sensibilidade em 
relação aos outros.
PARTICIPAR
ativamente das situações do cotidiano, tanto daquelas li-
gadas ao cuidado de si e do ambiente, como das relativas às atividades 
propostas pelo/a professor/a.
EXPRESSAR
às outras crianças e/ou adultos suas necessidades, emo-
ções, sentimentos, dúvidas, hipóteses, descobertas, opiniões, oposições.
CONHECER-SE
e construir uma identidade pessoal e cultural, valorizando 


72
DIREITOS E OBJETIVOS
 
suas características e as das outras crianças e adultos, aprendendo a 
identificar e combater atitudes preconceituosas e discriminatórias. 
(BRASIL, 2018)
É importante reconhecer a relevância das interações na constituição das 
identidades das crianças, de modo que estas se percebam enquanto su-
jeitos individuais e sociais. Nessa perspectiva, faz-se necessário a am-
pliação de experiências diversas que promovam o conhecimento de si, 
do outro e do mundo, bem como de situações de aprendizagem que 
visem a construção de sua autonomia.
Para isso, é necessário possibilitar, também, vivências onde as crianças 
possam reconhecer a diversidade, convivendo com diferentes grupos 
culturais, a fim de que seus padrões de referência e identidade sejam 
ampliados. Desse modo, nas interações com diferentes parceiros em si-
tuações diversas, elas se apropriam de amplas aprendizagens sobre si 
mesmas e os outros, conhecendo, valorizando e respeitando as diferen-
ças que os tornam seres individuais, ainda que sociais.
Propõe-se, então, criar e organizar situações em que as crianças possam 
aprender a desenvolver sua autonomia, a partir da relação com outras 
crianças e adultos, do conhecimento dos cuidados que precisa ter com 
sua saúde e higiene no dia a dia, e de momentos em que possam ex-
pressar seus desejos, saberes, preferências. Bem como, de situações nas 
quais os pequenos sejam capazes de enfrentar conflitos, argumentando 
suas opniões, realizando combinados, criando vínculos afetivos de ami-
zade com seus colegas e com adultos, etc.



Baixar 18.73 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   39   40   41   42   43   44   45   46   ...   102




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal