Organizadora s


Etapas do desenvolvimento da criança na abordagem de Henri Wallon



Baixar 18.73 Mb.
Pdf preview
Página22/102
Encontro22.07.2022
Tamanho18.73 Mb.
#24328
1   ...   18   19   20   21   22   23   24   25   ...   102
Documento Curricular do Estado do RN Educacao Infantil ebook final 2018(1)
CAÇA PREDATORIA
Etapas do desenvolvimento da criança na abordagem de Henri Wallon 
No primeiro estágio (0 a 1 ano) as emoções são consideradas meio de interação da criança com 
o ambiente, orientando as práticas vividas . Mesmo sabendo que a inteligência e a afetividade 
compõem globalmente a criança, são as emoções que marcam as relações das crianças . Assim, este 
estágio demanda de atenção no atendimento à criança, precisando considerar as manifestações 
através do choro, dos gestos, do olhar, das expressões corporais (UBARANA; LOPES, 2012) .
A criança demonstra, desde as primeiras semanas, uma sensibilidade afetiva cujas manifestações se 
organizam gradualmente, de maneira a realizar, por volta dos seis meses de idade, todo o sistema 
das emoções essenciais . Já muito antes seus sorrisos impressionaram os pesquisadores pela 
qualidade expressiva (WALLON, 2008, pp . 119-120) .
No estágio sensório-motor e projetivo (1 a 3 anos) as relações estabelecidas pela criança acontecem 
a partir das explorações sensoriais e motoras . Além disto, a criança também desenvolve a função 
simbólica, sendo capaz de representar a linguagem através do ato mental . “[ . . .] A função simbólica é 
a capacidade de encontrar para um objeto sua representação e para sua representação um signo” 
(WALLON, 2008, p . 181) .
O terceiro estágio é reconhecido como personalismo (3 a 6 anos), caracterizado pela formação 
da identidade, com a construção da personalidade da criança . As suas formas de ver o mundo se 
voltam às trocas sociais, e as relações afetivas são mais evidentes . Conforme é descrito a seguir:
Na época em que quer se manifestar distinta do outro, mostra-se gradualmente cada vez mais 
capaz de distinguir os objetos e selecioná-los segundo sua cor, forma, dimensões, qualidades 
táteis, seu cheiro . Depois vem a idade de 4 anos, quando suas atitudes e suas maneiras 
mostram-se atentas ao que elas podem ser e parecer . É também quando começa a corar por 
uma incongruência ou uma falta de jeito e, inversamente, tira disso motivos de zombaria ou 
de diversão . [ . . .] Gosta de rir e de se ver rir . Seu sobrenome, seu nome, sua idade, seu endereço 
tornam-se uma imagem de seu pequeno personagem, que transforma, aliás, numa testemunha de 
seus próprios pensamentos . Já apta para se observar, dispersa-se menos e dá prosseguimento à 
ocupação começada com mais tranquilidade e perseverança (WALLON, 2005, p . 195) .
O autor considera que o estudo das etapas que a criança percorre só pode ser compreendido, 
integrando os domínios funcionais que marcam o desenvolvimento infantil . São eles: da afetividade, 
do ato motor, do conhecimento e da pessoa (identidade) .

Baixar 18.73 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   18   19   20   21   22   23   24   25   ...   102




©historiapt.info 2023
enviar mensagem

    Página principal