Organizadora s



Baixar 18.73 Mb.
Pdf preview
Página13/102
Encontro22.07.2022
Tamanho18.73 Mb.
#24328
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   ...   102
Documento Curricular do Estado do RN Educacao Infantil ebook final 2018(1)
CAÇA PREDATORIA
2 . A PRIMEIRA 
INFÂNCIA, CRIANÇAS 
E CULTURAS INFANTIS
 S
 
ão as crianças diversas e singulares, concretas e contemporâneas 
que habitam as instituições de Educação Infantil na relação com 
os profissionais, as famílias, os espaços e as propostas e práticas 
ali desenvolvidas. Para pensar na construção curricular é preciso consi-


26
A PRIMEIRA INFÂNCIA
Concepções de Infâncias
derá-las e incluí-las nos processos de planejamento e avaliação. Desse 
modo, objetiva-se neste capítulo, refletir sobre as infâncias, as crianças e 
suas especificidades e culturas. Pois, compreende-se que toda proposta 
precisa contextualizar os sujeitos e suas práticas culturais na definição 
de objetivos e experiências do currículo.
CONCEPÇÕES DE INFÂNCIAS E CRIANÇAS 
A infância é compreendida como construção histórica, social e cultural, 
portanto, suscetível a mudanças sempre que grandes transformações 
culturais ocorrem historicamente. Desse modo, considera-se a infância 
como tempo e condição de vida das crianças, como categoria geracional 
das sociedades (geração de indivíduos entre zero a 10-12 anos, com es-
pecificidades relativas à primeira e segunda infância) – constituída por 
dimensões: biológica-etária (relativa às características humanas); sócio-
-histórico-cultural (relativa às condições concretas de vida das crianças), 
bem como aspectos que marcam as diferentes infâncias, como a nacio-
nalidade, a classe social, o gênero, a etnia, a religião, entre outros.
[...] a infância é, ao mesmo tempo, uma “categoria geracional” – uma 
classe à qual pertencem os humanos de uma certa idade – mas, 
também um grupo social composto por sujeitos com características 
próprias – as crianças – que vivem e agem no mundo e deixam 
suas marcas, produzem modos próprios de ser e estar no mundo, 
de entender, de agir, de pensar, de sentir, de dizer. Esses modos são 
marcados pela ludicidade, pela imaginação, pela brincadeira – que se 
distinguem dos modos “adultos” de verem o mundo, as crianças e a 
si próprios. (UBARANA; LOPES, 2012, p.3)
Sendo assim, as infâncias são semelhantes nesses modos de ser e estar 
no mundo, mas são diversas de acordo com condições que marcam a 
vida das crianças. Toda criança vive sua própria infância – segundo suas 
próprias condições de vida. É preciso, portanto, levar em conta o tem-
po, as necessidades e os modos das crianças viverem suas infâncias. “É 
necessário, conhecer as representações de infância, compreendendo as 
crianças reais, concretas, nas relações sociais, como produtoras de cultu-
ra”. (KUHLMANN JR., 2015, p. 30).
Em um estado como o nosso, diverso nos seus modos de organização 
e nas particularidades culturais de cada localidade, são diversas as in-
fâncias vividas pelas crianças. Algumas crianças vivem em contextos ur-
banos e outras, no campo ou no litoral. Os modos de brincar variam, de 
acordo com as práticas culturais e as condições de vida: algumas crian-


27
A PRIMEIRA INFÂNCIA
Concepções de Infâncias
ças transformam em brinquedos, os elementos da natureza ou de sua 
própria casa e outras fazem uso, como brinquedo, dos recursos tecno-
lógicos; umas têm liberdade e um vasto espaço para correr e explorar e 
outras precisam limitar-se à sua própria casa; umas têm tempo definido 
na rotina para suas escolhas e outras usam do seu tempo para estudar e 
trabalhar, sem ter direito a escolher o que fazer.
Algumas crianças têm acesso a Educação Infantil desde bebês, outras 
ingressam aos 2 ou 3 anos de idade. As práticas cotidianas vivenciadas 
nas instituições de Educação Infantil também são, portanto, constitutivas 
da infância de cada criança. O Currículo vivido nas instituições é consi-
derado como fundante das infâncias das crianças – das condições de 
interações e mediações às quais elas têm acesso para aprenderem e se 
desenvolverem integralmente.

Baixar 18.73 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   ...   102




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal