Olá Estudante, seja muito bem-vindo(a)!


Teoria da Criminologia Crítica



Baixar 27.67 Mb.
Pdf preview
Página257/332
Encontro10.08.2021
Tamanho27.67 Mb.
1   ...   253   254   255   256   257   258   259   260   ...   332
Teoria da Criminologia Crítica. Essa teoria assume abertamente que existe uma relação direta entre 
pobreza e criminalidade. Influenciada por Karl Marx, nela o crime é fruto do conflito entre as classes 
sociais. No capitalismo a classe burguesa explora a classe trabalhadora. O desemprego e a pobreza são 
condições impostas pelo sistema a grande parte da classe trabalhadora. Essa situação gera um exér-
cito industrial de reserva que é um grupo de trabalhadores dispostos a aceitar as piores condições de 
trabalho pela sobrevivência. Sob essas condições o crime seria então uma reação racional e emocional 


234
da classe dominada pela intensa opressão de classe. Mais do que uma estratégia de sobrevivência, o 
comportamento desviante poderia ser compreendido como uma resposta política às desigualdades do 
sistema capitalista. Ao dominar a sociedade a burguesia define as leis e controla o aparato repressivo 
do Estado - polícia, justiça e prisão - que são criados para atender aos seus interesses particulares e 
manter seus privilégios. Na medida em que aumentam as desigualdades entre a burguesia e os traba-
lhadores, a lei se torna um importante instrumento para a conservação dessa ordem contra as revoltas 
das “classes perigosas”. 
O sociólogo francês Loïc Wacquant, tem denunciado o que vem chamando de “criminalização da po-


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   253   254   255   256   257   258   259   260   ...   332


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal