Olá Estudante, seja muito bem-vindo(a)!



Baixar 27.67 Mb.
Pdf preview
Página219/332
Encontro10.08.2021
Tamanho27.67 Mb.
#16739
1   ...   215   216   217   218   219   220   221   222   ...   332
EM 3ano V3 PF
PARA SABER MAIS: 
Vídeo aula de Foucault sobre poder e política. Disponível em: v=qnifuzWogY8>. Acesso em: 17 maio 2021.
REFERÊNCIAS
COTRIM, Gilberto; FERNANDES, MIRNA. Fundamentos de filosofia. 4ª edição. São Paulo: Saraiva, 2016.
 


211
ATIVIDADES
1 – Gilberto Cotrim (2006. p. 212), ao tratar da pós-modernidade, comenta as ideias de Michel Foucault
nas quais “[...] as sociedades modernas apresentam uma nova organização do poder que se desenvolveu 
a partir do século XVIII. Nessa nova organização, o poder não se concentra apenas no setor político e 
nas suas formas de repressão, pois está disseminado pelos vários âmbitos da vida social [...] [e] o poder 
fragmentou-se em micropoderes e tornou-se muito mais eficaz. Assim, em vez de se deter apenas no 
macro poder concentrado no Estado, [os] micropoderes se espalham pelas mais diversas instituições 
da vida social. Isto é, os poderes exercidos por uma rede imensa de pessoas, por exemplo: os pais, os 
porteiros, os enfermeiros, os professores, as secretarias, os guardas, os fiscais etc.”
Fonte: COTRIM, Gilberto. Fundamentos da Filosofia: história e grandes temas. São Paulo: Saraiva, 2006. (adaptado)
Pelo exposto por Gilberto Cotrim sobre as ideias de Foucault, a principal função dos micropoderes no 
corpo social é interiorizar e fazer cumprir:
a)  O ideal de igualdade entre os homens.
b)  O total direito político de acordo com as etnias.
c)  As normas estabelecidas pela disciplina social.
d)  A repressão exercida pelos menos instruídos.
e)  O ideal de liberdade individual.
2 – Na sua obra Vigiar e Punir, Foucault tematiza as relações de poder a partir de uma contraposição 
entre as formas de punição dos regimes absolutistas europeus e aquelas utilizadas pelas sociedades 
democráticas a partir do século XVIII. Essa análise tem como foco principal o tratamento dedicado ao 
criminoso nesses períodos.
Sobre esse estudo, é CORRETO afirmar que:
I)  Enquanto no direito monárquico o tratamento do criminoso era feito a partir do exercício da 
punição, nos regimes posteriores ao século XVIII cria-se uma sociedade na qual o poder de vigi-
lância é usado como mecanismo de disciplina.
II)  O espetáculo do suplício não tinha por objetivo restituir o poder do rei, já que se tratava de um 
mecanismo sem nenhum efeito sobre os súditos. O único efeito do suplício seria a dor sobre o 
corpo, e isso explicaria por que os crimes continuavam ocorrendo mesmo num regime tão inten-
so de punição.
III)  Nos regimes marcados pelo suplício, todo ato criminoso é tratado como uma afronta ao poder 
do rei, que teria o suplício como instrumento de exercício do poder que fora ofendido pelo crime.
IV) O suplício é considerado por Foucault como uma iniciativa de punição sobre o corpo do indivíduo, 
ou seja, uma pena dolorosa e atroz contra o corpo do criminoso. O grau da pena variaria segundo 
o grau do delito. O suplício seria um grande espetáculo que pretendia mostrar aos demais o que 
ocorreria com eles caso afrontassem o poder central.


212
Analise as proposições, acima, e marque a opção CORRETA:
a) Apenas as assertivas I e II estão corretas.
b) Apenas as assertivas I, III e IV estão corretas.
c) Apenas as assertivas II e IV estão corretas.
d) Todas as assertivas estão corretas.
e) Apenas a assertiva IV está correta.


213

Baixar 27.67 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   215   216   217   218   219   220   221   222   ...   332




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal