Olá Estudante, seja muito bem-vindo(a)!



Baixar 27.67 Mb.
Pdf preview
Página214/332
Encontro10.08.2021
Tamanho27.67 Mb.
#16739
1   ...   210   211   212   213   214   215   216   217   ...   332
EM 3ano V3 PF
PARA SABER MAIS: 
VÍDEO RÁPIDO SOBRE CONTRATUALISMO. Disponível em: sAmUnHVE5dI>. Acesso em: 17 maio 2021.
REFERÊNCIAS
COTRIM, Gilberto; FERNANDES, MIRNA. Fundamentos de filosofia. 4ª edição. São Paulo: Saraiva, 
2016.


207
ATIVIDADES
1 – No pensamento político de Rousseau, o verdadeiro fundador da sociedade civil foi o primeiro que, 
tendo cercado um terreno, lembrou-se de dizer isto é meu e encontrou pessoas suficientemente simples 
para acreditá-lo. Quantos crimes, guerras, assassínios, misérias e horrores não pouparia ao gênero 
humano aquele que, arrancando as estacas ou enchendo o fosso, tivesse gritado a seus semelhantes: 
‘Defendei Vos de ouvir esse impostor; estareis perdidos se esquecerdes que os frutos da terra são de 
todos e que a terra não pertence a ninguém!’. Grande é a possibilidade, porém, de que as coisas já então 
tivessem chegado ao ponto de não poder mais permanecer como eram, pois essa ideia de propriedade
dependendo de muitas ideias anteriores que só poderiam ter nascido sucessivamente, não se formou 
repentinamente no espírito humano”. 
(ROUSSEAU, Jean-Jacques. Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens. 2. ed. São Paulo: Abril Cultural, 
1978, p.2265. Coleção Os Pensadores). 
A este respeito, assinale a alternativa CORRETA a respeito da teoria contratualista de Rousseau.
a)  Rousseau afirma que no Estado de Natureza há liberdade ilimitada, resultando como premis-
sa a inexistência da propriedade privada e do direito de alguns sobre aquilo que é de todos os 
homens.
b)  Rousseau define que no Estado de Natureza o homem possuía o direito irrevogável sobre a pro-
priedade constituindo a posse da terra, portanto, um direito particular.
c)  Rousseau adverte que no Estado de Natureza a liberdade é limitada, tornando-se necessário o 
de ver de subordinação dos homens ao poder político do mais forte.
d)  Rousseau não admite que no Estado de Natureza o homem tenha o direito ilimitado sobre todas 
as coisas, mas apenas que a propriedade pertence coletivamente a todos.
e)  Rousseau busca estabelecer que no Estado Civil o direito deve preservar a propriedade privada, 
uma vez que o Estado de Natureza é formado pela guerra de todos contra todos.

Baixar 27.67 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   210   211   212   213   214   215   216   217   ...   332




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal