Olá Estudante, seja muito bem-vindo(a)!



Baixar 27.67 Mb.
Pdf preview
Página134/332
Encontro10.08.2021
Tamanho27.67 Mb.
1   ...   130   131   132   133   134   135   136   137   ...   332
COLUNA 1
COLUNA 2
( 1 ) Campesinato
( 2 ) Agronegócio 
(  ) Controle centralizado da produção, do processamento e do 
mercado;
(     ) Uso da ciência e da tecnologia na produção.
(     ) Ênfase em uma abordagem holística da produção.
(     ) Ênfase na produção para grandes mercados.
(     ) Ênfase nos métodos tradicionais de produção.
3 – A luta pela terra no Brasil reflete o processo histórico de sua apropriação, ocupação e uso, desde a 
colonização até os dias atuais. Ao longo do tempo, verificaram-se vários conflitos pela posse da terra. 
Na segunda metade da década de 1980, houve aumento da violência no campo nas regiões brasileiras, 
decorrente
a)  Da organização dos movimentos sociais em defesa da pequena propriedade e dos interesses dos 
migrantes.
b)  Da expansão dos latifúndios e do aumento da luta pela posse da terra por parte dos camponeses.
c)  Do apoio da Comissão Pastoral da Terra (CPT) aos movimentos sociais de luta pela posse da terra.
d)  Da modernização da agricultura nas regiões Norte e Nordeste, o que provocou o aumento da luta 
pela posse da terra.
4 – O MST é uma coletividade de párias, certamente a única organizada, a mais consciente em relação a 
sua identidade e a seu sentido, e por isso a mais competente: é uma coletividade de condenados que se 
fez sujeito da história para revogar a sua condenação. Essa contradição mostra que os párias deixam de 
ser párias quando se organizam, pois organizar-se é, antes de mais nada, inocular-se a substância social 
e ocupar um espaço social”.
 (Adaptado de BISOL, José Paulo. In: A questão agrária no Brasil. São Paulo: Atual, 1997.)
O texto acima apresenta reflexões sobre a origem e a identidade dos movimentos sociais organizados. 
Um componente da nossa sociedade que explica o surgimento desses movimentos é uma característi-
ca de sua organização, respectivamente, estão indicados em:
a)  Luta pela inclusão social – centralização sindical.
b)  Concentração da riqueza nacional – unidade partidária.
c)  Expropriação dos meios de produção – ativismo político.
d)  Contestação do sistema representativo – coerência ideológica.


141
5 – Os problemas referentes à questão agrária estão relacionados, essencialmente, à propriedade da 
terra, consequentemente à concentração da estrutura fundiária. 
Explique a ilustração sobre o espaço agrário brasileiro:


142


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   130   131   132   133   134   135   136   137   ...   332


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal