Olá Estudante, seja muito bem-vindo(a)!



Baixar 27.67 Mb.
Pdf preview
Página128/332
Encontro10.08.2021
Tamanho27.67 Mb.
#16739
1   ...   124   125   126   127   128   129   130   131   ...   332
EM 3ano V3 PF
AGRICULTURA FAMILIAR
A agricultura familiar é a produção agrícola e pecuária realizada por pequenos produtores, empregando, 
em geral, mão de obra relacionada com o núcleo familiar, mas também podendo contar com a presença 
de trabalho assalariado. Trata-se de uma das expressões mais importantes em termos de produção 
de alimentos no Brasil, além de ser um dos setores que mais empregam trabalhadores no meio rural 
atualmente.
Em termos gerais, a agricultura familiar caracteriza-se pelas pequenas propriedades, pelo fato de ser 
a família a dona dos meios de produção e da terra e pela produção geralmente pouco incrementada por 
fertilizantes, voltada em maior parte para a produção de alimentos e bens de consumo.


135
No Brasil, a agricultura familiar, conforme dados apontados no Censo Agropecuário de 2006, emprega 
cerca de 80% da população do setor rural e totaliza cerca de 40% de toda produção agrícola, apesar de 
ter menos de 20% das terras agricultáveis do país. Ao todo, ela produz 87% da mandioca, 70% do feijão, 
46% do milho, 38% do café, 34% do arroz e 21% do trigo no Brasil.
Ainda que seja uma atividade muito importante para o sustento de diversas famílias que vivem na zona 
rural, dados apontam que cerca de 70% dos alimentos consumidos no Brasil são fruto da agricultura 
familiar. Vale frisar que, nesse processo, técnicas de cultivo e extrativismo que englobam práticas tra-
dicionais e conhecimento popular estão presentes.
No Brasil, a agricultura familiar está presente em quase 85% das propriedades rurais do país. Cerca de 
metade desse percentual está concentrado na região nordestina. O Nordeste é responsável por cerca 
de 1/3 da produção total.
As principais características dos agricultores familiares são a independência de insumos externos à 
propriedade e a produção agrícola estar condicionada às necessidades do grupo familiar. No entanto, 
diversas outras características estão associadas a este tipo de agricultor como o uso de energia solar, 
animal e humana, a pequena propriedade, a alta auto-suficiência e pouco uso de insumos externos, a 
força de trabalho familiar ou comunitária, a alta diversidade ecogeográfica, biológica, genética e pro-
dutiva, baixa produção de dejetos, a predominância dos valores de uso, se baseia no intercâmbio eco-
lógico com a natureza, o conhecimento holístico, ágrafo e flexível.
O agricultor familiar é regularmente citado como sendo de baixa tecnologia. Este fato, no entanto, de-
vido à ampla variabilidade cultural, social e econômica não ocorre para todos os agricultores. Deve-se 
considerar que baixo insumo não é baixa tecnologia. Portanto, deve-se dissociar baixa tecnologia de 
baixo insumo.

Baixar 27.67 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   124   125   126   127   128   129   130   131   ...   332




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal