Oficina de história: volume 1



Baixar 10.24 Mb.
Página44/556
Encontro08.10.2019
Tamanho10.24 Mb.
#96
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   ...   556
A invenção do amor

"[…] Inicialmente, essa evolução do esqueleto, que as fez progredir em direção à humanidade, teve consequências nefastas para as fêmeas.

A reestruturação da pequena bacia implicou um encurtamento dos diâmetros do orifício genital, o que tornou os partos difíceis e mortais para numerosas fêmeas. A seleção natural realizou sua obra, e apareceram novos traços genéticos. As fêmeas davam à luz prematuramente filhos cujo crânio, menor, passava mais facilmente pelo orifício genital. Nem por isso as fêmeas estavam liberadas, pois os filhos prematuros exigiam cuidados suplementares durante meses, até mesmo anos. A bipedia as obrigava a segurar o lactante em seus braços ou a fixá-los nas costas. Assim, elas tinham mais dificuldades em capturar animais e em prover as suas necessidades e as de sua prole. Chegara o momento de fazer um acordo com os machos. O contrato sexual estava prestes a entrar nos costumes. No decorrer de gerações, a seleção operou-se a favor dos proto-hominídeos, que copulavam durante a maior parte do seu ciclo mensal […] A permanente receptividade sexual da fêmea e a copulação frontal inauguraram, segundo M. Fisher, uma das mais fundamentais trocas da raça humana: o amor […]"

BADINTER, E. Um é o outro. Relações entre homens e mulheres. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p. 30.



SCALA/GLOW IMAGES





Baixar 10.24 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   ...   556




©historiapt.info 2022
enviar mensagem

    Página principal