Oficina de história: volume 1



Baixar 10.24 Mb.
Página227/556
Encontro08.10.2019
Tamanho10.24 Mb.
1   ...   223   224   225   226   227   228   229   230   ...   556
História E Medicina >> A Peste Negra

Originária da Ásia Central, a Peste Negra chegou à Europa no século XIV. No princípio, a moléstia era transmitida aos homens por pulgas de ratos contaminados pelo bacilo Pasteurella pestis. Ao final da Idade Média, em função das precárias condições de higiene, comuns a todos os setores sociais, e da miséria que se abatia sobre as camadas mais pobres da sociedade, a peste transformou-se numa das maiores catástrofes demográficas do Ocidente. As precárias condições sanitárias e habitacionais facilitaram a disseminação da peste nas cidades, onde se contava o maior número de vítimas. Um clima de pânico tomou conta dos homens e mulheres de então. Doentes e sãos eram isolados e até enterrados vivos. Viajantes e forasteiros eram linchados e perseguidos. Os judeus, responsabilizados pela epidemia, eram atacados e queimados por grupos ensandecidos. Com o sangue e o pus dos doentes eram fabricados venenos e verdadeiras armas biológicas utilizadas no assalto a cidades e vilas. Muitos acreditavam que até o olhar de um doente podia contaminar alguém. A epidemia era vista como castigo divino, e uma legião de penitentes, crentes de que o autoflagelo aplacaria a fúria divina, peregrinava de uma região a outra, açoitando-se com varas e chicotes.



THE BRIDGEMAN ART LIBRARY/GRUPO KEYSTONE



O enterro das vítimas da Peste de Tournai em 1349. Iluminura extraída do manuscrito Chronique et Annales, de Gilles de Musuit, 1352.
Página 171




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   223   224   225   226   227   228   229   230   ...   556


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal