Oficina de história: volume 1


Batismo do rei Clóvis I por São Remígio, bispo de Rheims, anônimo. Iluminura extraída do manuscrito



Baixar 10.24 Mb.
Página171/556
Encontro08.10.2019
Tamanho10.24 Mb.
1   ...   167   168   169   170   171   172   173   174   ...   556
Batismo do rei Clóvis I por São Remígio, bispo de Rheims, anônimo. Iluminura extraída do manuscrito Grandes Chroniques de France, 1375. (detalhe)

BASCHET, J. A civilização feudal. Do ano mil à colonização da América. São Paulo: Globo, 2006. p. 63-4.


Página 123

OS MONGES E AS HORAS LITÚRGICAS

A formação de comunidades de religiosos cristãos que procuravam o isolamento data do século IV. O monge (do grego: monachós, solitário) abandonava as cidades para orar, meditar e salvar sua alma. Realizava uma fuga do mundo. Individualmente, tornava-se um eremita (do grego: eremós, deserto). Em grupos, formavam comunidades monásticas. Nos mosteiros, esses religiosos se reuniam num esforço de servir a Deus.

A desordem do mundo exterior era combatida espiritualmente, todos os dias, pelas orações sagradas. As horas na Idade Média eram marcadas pelos sinos das igrejas. Marcava-se um tempo sagrado, de significados religiosos. O dia era dividido em sete horas principais, cada uma representando uma etapa do drama de Jesus Cristo (veja tabela abaixo).

Tal divisão do tempo revela o sentido da vida para as pessoas da época medieval: a salvação da alma. Cada uma das horas envolvia um rico simbolismo e um ritual litúrgico repetido diariamente nos mosteiros e igrejas. Em alguns monastérios, realizava-se o ofício das matinas à meia-noite, no momento máximo de escuridão da noite, que simbolizaria a luta entre a Luz e as Trevas.

Durante os séculos V e VI, os mosteiros multiplicaram-se no Ocidente europeu, principalmente após a elaboração de um conjunto de normas para os monges feitas por São Bento de Núrsia (480-550), conhecidas como a Regra de São Bento ou Regra Beneditina. As fundações monásticas direcionavam-se para o campo, como missões religiosas que procuravam combater o paganismo. O cristianismo, nascido nas cidades do Império Romano, também se ruralizava, e os mosteiros tornaram-se verdadeiras instituições de fronteiras da cristandade.






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   167   168   169   170   171   172   173   174   ...   556


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal