Objetivo específico analisar o contexto, as ideias, as propostas e o processo de construção da cidade de Brasília. Objeto de conhecimento



Baixar 39.62 Kb.
Página1/6
Encontro17.03.2020
Tamanho39.62 Kb.
  1   2   3   4   5   6



Componente curricular: HISTÓRIA

9º ano – 4º bimestre

SEQUÊNCIA DIDÁTICA 10 – JK e a construção de Brasília

OBJETIVO ESPECÍFICO


Analisar o contexto, as ideias, as propostas e o processo de construção da cidade de Brasília.

OBJETO DE CONHECIMENTO


O Brasil da era JK e o ideal de uma nação moderna: a urbanização e seus desdobramentos em um país em transformação.

HABILIDADE


EF09HI18: Descrever e analisar as relações entre as transformações urbanas e seus impactos na cultura brasileira entre 1946 e 1964 e na produção das desigualdades regionais e sociais.

PLANEJAMENTO DAS AULAS

Aula 1


O objetivo desta aula é apresentar aos estudantes informações sobre a cidade de Brasília, a capital do país em que vivemos, lugar onde são tomadas decisões importantes que influenciam a vida de cada um de nós, cidadãos.

Inicie a aula comentando com os estudantes que, a partir de 1950, o Brasil começou a transformar-se num país urbano, com mais da metade de sua população vivendo em cidades. O processo de urbanização acompanhou o de industrialização, resultado da política desenvolvimentista do governo do presidente Juscelino Kubitschek. Apresente a eles um pequeno texto sobre o presidente Juscelino, em que se contextualiza a sua imagem:

“É o construtor de Brasília; o homem do ‘plano de metas’, que foi nome de automóvel e adorava dançar. Enfim, o presidente ’bossa nova’. É certo que a popularidade de JK era grande nos anos 50, mas cresceria muito, alimentada por sua resistência aos militares, seguida da cassação e do exílio político. Mais ainda, cresceria em razão das circunstâncias suspeitas de sua morte, em trágico acidente de automóvel. Juscelino, como Vargas, foi enterrado nos braços do povo, como um símbolo e uma saudade de tempos em que o Brasil acreditava em um futuro glorioso, no qual desenvolvimento econômico e democracia política poderiam e iriam conviver.”

GOMES, Angela de Castro. A política brasileira em busca da modernidade: na fronteira entre o público e o privado. In: SCHWARCZ, Lilian (Org). História da vida privada no Brasil: contrastes e intimidade contemporânea. São Paulo: Companhia das Letras, 1998. p. 549-550.

Depois da leitura do texto, pergunte aos estudantes: “Qual seria a marca do governo JK, segundo a historiadora?”. Espera-se que eles respondam que a “marca” daquele governo era o foco no desenvolvimento econômico e na democracia política.

Em seguida, sugerimos apresentar à turma um trecho do documentário JK: o menino que sonhou um País, dirigido por Silvio Tendler, em 2002. O documentário conta a vida de Juscelino. Como o objeto desta Sequência Didática reside nas transformações urbanísticas e arquitetônicas ocorridas no Brasil entre 1950 e 1964, selecionamos o trecho do documentário que aborda o mandato de Juscelino como presidente da República, em que o mote foi o desenvolvimento econômico.

Se possível, apresente à turma o trecho do documentário que vai dos 13 minutos e 58 segundos aos 29 minutos e 17 segundos. Há informações sobre esse documentário em diversos sites da internet, como no seguinte endereço: . Acesso em: 25 out. 2018.

No trecho selecionado, os estudantes poderão ver como JK atraiu o capital estrangeiro para desenvolver a indústria automobilística, o que gerou empregos e, consequentemente, a migração de pessoas do campo em direção à cidade. O mesmo aconteceu com a construção de Brasília.

Para encerrar a aula, sugerimos utilizar a sala de informática da escola e realizar, em conjunto com os estudantes, uma visita virtual ao Memorial da Democracia, mais especificamente à exposição virtual “Os candangos. A construção de Brasília”. Para realizar a visita, acessem o seguinte endereço:

. Acesso em: 25 out. 2018.

Nessa exposição virtual, além de observar as fotografias, os estudantes poderão ler alguns depoimentos de trabalhadores (da época da construção de Brasília) e conhecer algumas curiosidades, como a origem da palavra “candango”. Eles poderão, também, conhecer a primeira comemoração de um 1º de maio (Dia Internacional do Trabalho) na cidade, quando os trabalhadores se reuniram no Eixo Monumental, ainda em construção. Naquela ocasião, o presidente Juscelino Kubitschek fez sua entrada de helicóptero, causando grande impacto.





Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal