O surrealismo e o ensino de arte


A HISTÓRIA DO MOVIMENTO SURREALISTA



Baixar 77.95 Kb.
Página3/16
Encontro17.03.2020
Tamanho77.95 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   16
A HISTÓRIA DO MOVIMENTO SURREALISTA
Segundo Farthing (2011), o movimento surrealista, surgiu em Paris no início da década de 1920. Foi criado originalmente por um grupo de poetas vanguardas. Estes termos “surrealista” e “surreal” vieram a entra em uma linguagem comum, mais que vem a descrever a natureza bizarra e estranha do consciente. A palavra vem do francês “sur – réalisme – surrealismo” (super-realidade).

Para Farthing (2011), seu primeiro movimento na história ocorreu por volta de 1917, pelo poeta critico Gillaume Apolliinaire. Assim foi através dos poetas André Breton (1896 – 1966) e Louis Aragon (1897 – 1982) que passaram ater significados teóricos e poéticos da época surrealista. Além disso colocou que Breton e seus colegas acreditavam que o propósito da criatividade era libertar o inconsciente, pois havia existência de três fundamentos que a humanidade acreditava em ser uma preocupação material nos quais era o sexo, violência e a morte, aonde seria impossível de agir sobre a sociedade ocidental.

De acordo com Silva (2013), é imprescindível falar do surrealismo sem falar da relação com dada, ainda mais quando envolve grandes artista nos dois movimentos, como André Breton, Lois Aragon e Philipe Soupault. Segundo as vanguardas europeias, o surrealismo desenvolveu aquilo que o dadaísmo não deu conta. Pois a estética do dadaísmo tinha negação a sua liberdade, e no surrealismo sua estética era fundamentar a liberdade. Na aliança de Breton a arte surrealista tinha duas faces, a liberdade social e individual, mais a primeira deverias ser condição realizada da segunda.

Deste ponto de vista, segundo Silva (2013), com a liderança de Breton, buscou-se ideias de investigações cientificas, dos teóricos de Karl Max e Sigmund Freud. Max iria trazer e tratar a liberdade social, Freud buscaria compreender a liberdade individual.

Para Silva (2013), os ideais do surrealismo, consideravam que para seus fundadores o conhecimento vinha da área a ser explorada, assim como o inconsciente, a loucura, o sonho, alguns estados de alucinações, o logico, e assim aquilo que é maravilhoso.

Segundo Silva (2013), o primeiro manifesto surrealista de André Breton, afirma que o surrealismo é automático do psíquico, no qual consegue expressar de todas as formas verbalmente, manualmente por parte de todo processo do real pensamento.

De acordo com Imbroisi e Martins (1998) a publicação de outubro de 1924 por André Breton, ganhando o nome de Manifesto do Surrealismo, marcou historicamente o nascimento do movimento.

Para Hellmann (2012), a Arte Surrealista traz uma visão da introspectiva de si mesmo, mais ao mesmo tempo existindo uma realidade do real ao ilógico.






Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   16


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal