O livro de Urântia


 As Limitações do Filho Eterno



Baixar 9.33 Mb.
Pdf preview
Página148/675
Encontro29.07.2021
Tamanho9.33 Mb.
1   ...   144   145   146   147   148   149   150   151   ...   675
5. As Limitações do Filho Eterno

(77.4)


 

6:5.1


 O Filho Eterno não funciona pessoalmente nos domínios físicos, a não ser por meio

do Agente Conjunto, como também não funciona no nível da ministração da mente aos seres-

criaturas. Essa reserva de qualificação, todavia, não limita de maneira alguma, o Filho Eterno

no exercício pleno e livre de todos os atributos divinos de onisciência, onipresença e

onipotência espiritual.

(77.5)


 

6:5.2


 O Filho Eterno não penetra pessoalmente os potenciais de espírito inerentes à

infinitude do Absoluto da Deidade, entretanto, à medida que esses potenciais tornam-se

factuais, eles passam ao domínio Todo-Poderoso do circuito de gravidade do espírito do

Filho.


(77.6)

 

6:5.3



 A personalidade é dádiva exclusiva do Pai Universal. O Filho Eterno deriva a Sua

personalidade do Pai, mas Ele não outorga personalidade, sem o Pai. O Filho dá origem a

vastas hostes de espíritos, mas tais derivações não são personalidades. Quando o Filho cria a

personalidade, Ele o faz em conjunção com o Pai ou com o Criador Conjunto, que pode atuar

pelo Pai em tais relações. O Filho Eterno, assim, é um co-criador de personalidades, mas Ele

não outorga personalidade a nenhum ser; e, por Si próprio, sozinho, jamais cria seres

pessoais. Essa limitação de ação, contudo, não priva o Filho da capacidade de criar todo e

qualquer tipo de realidades outras, que não sejam pessoais.

(77.7)

 

6:5.4



 O Filho Eterno é limitado na transmissão das prerrogativas de criador. O Pai, ao

eternizar o Filho Original, outorgou-Lhe o poder e o privilégio de unir-se, posteriormente, ao

próprio Pai, no ato divino de produzir Filhos adicionais que possuam os atributos da criação;

e Eles têm feito isso, e ainda o fazem. Mas, uma vez que esses Filhos coordenados tenham

sido gerados, aparentemente, as prerrogativas de criação não se transmitem mais. O Filho

Eterno transmite poderes de criação apenas à personalização primeira ou direta. Portanto,

quando o Pai e o Filho se unem para personalizar um Filho Criador, Eles realizam o Seu

propósito; mas o Filho Criador, trazido à existência desse modo, nunca é capaz de transmitir




ou delegar as prerrogativas de criação às várias ordens de Filhos que ele possa

subseqüentemente criar, não obstante haja, nos Filhos mais elevados de um universo local, um

resquício bem mais limitado dos atributos criativos de um Filho Criador.

(78.1)


 

6:5.5


 O Filho Eterno, como um ser infinito e exclusivamente pessoal, não pode fragmentar

a Sua natureza, não pode distribuir e outorgar porções individualizadas do Seu ser a outras

entidades ou pessoas, como o fazem o Pai Universal e o Espírito Infinito. Mas o Filho pode

outorgar a Si próprio como um espírito ilimitado, para banhar toda a criação, e Ele o faz,

atraindo, incessantemente, para Si próprio todas as personalidades e realidades espirituais.

(78.2)


 

6:5.6


 Lembrai-vos sempre de que o Filho Eterno é a representação pessoal do Pai

espiritual, para toda a criação. O Filho é pessoal, e nada mais que pessoal, no sentido de Sua

Deidade; e tal personalidade divina e absoluta não pode ser desintegrada ou fragmentada.

Deus, o Pai, e Deus, o Espírito, são verdadeiramente pessoais, mas Eles são também tudo o

mais, além de serem tais personalidades da Deidade.

(78.3)


 

6:5.7


 Embora o Filho Eterno não possa participar pessoalmente da outorga dos

Ajustadores do Pensamento, em concílio com o Pai Universal, no eterno passado, Ele aprovou

esse plano e prometeu cooperação interminável, quando o Pai, ao projetar a outorga dos

Ajustadores do Pensamento, propôs ao Filho: “Façamos o homem mortal à Nossa própria

imagem”. E, da mesma forma que o fragmento do espírito do Pai reside dentro de vós, a

presença espiritual do Filho vos envolve, pois estes dois trabalham como um para o vosso

avanço espiritual.



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   144   145   146   147   148   149   150   151   ...   675


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal