O diagnóstico de crianças com transtorno de déficit de atençÃo e hiperatividade1



Baixar 40.82 Kb.
Página3/5
Encontro17.03.2020
Tamanho40.82 Kb.
1   2   3   4   5
Metodologia
A presente pesquisa é de natureza social, ou seja, de cunho principalmente qualitativo por possuir como objeto de estudo um fenômeno ponderado como complexo, e que não tende a quantificação, onde foram levadas igualmente em consideração as concepções e perspectivas para análise dos dados.

Pela metodologia de pesquisa adotada ser qualitativa, aplicou-se entrevistas semiestruturadas, que por sua vez constituíam-se de perguntas abertas e fechadas que possibilitaram ao informante discorrer sobre o tema sem que houvesse muitas restrições, assemelhando-se a uma conversa informal. De acordo com Manzini (2004), “Para Triviños (1987, p. 146) a entrevista semi-estruturada tem como característica questionamentos básicos que são apoiados em teorias e hipóteses que se relacionam ao tema da pesquisa”.

Dentre os profissionais entrevistados, dois eram médicos, dois psicólogos, e dois professores. Por sua vez, os médicos convidados eram especialistas na área neurológica, pois abrangem um maior conhecimento sobre o assunto. O critério utilizado para a seleção dos professores é que estes atuassem na educação básica inclusiva atendendo alunos com TDAH na faixa etária entre 6 a 9 anos, fase da alfabetização, e idades onde se apresentam os maiores índices de crianças diagnosticadas com TDAH. Dentre os dois professores, houve uma divisão por escolas: sendo um professor que trabalhasse em escolas da rede estadual e outro em escolas da rede municipal. Como se visou desvelar diferentes realidades sociais, foi optado por entrevistar professores de redes de ensino distintas.

Considerando que o TDAH pode ser visto como um transtorno de base biológica e/ou como um transtorno de âmbito social e ambiental, apontou-se os tratamentos das duas realidades através de pesquisas em teses e artigos científicos, bem como através dos resultados obtidos por meio das entrevistas realizadas.

O projeto em questão, objetivou através das entrevistas realizadas com os profissionais da educação averiguar o quão bem orientados estão os mesmos, a fim de que possam ser alicerce para o desenvolvimento escolar de crianças e/ou jovens com TDAH, como também consigam contribuir para com suas relações, promovendo de forma mais significativa a suas inclusões sociais.


Catálogo: upload -> trabalhos -> t1arquivo
t1arquivo -> Agostinho josé de souza lima e o ensino da medicina legal
t1arquivo -> Experiência da 1ª Liga Acadêmica de Ciências Forenses (lacforense): a interface entre a Academia e os Órgãos de Perícia na divulgação das Ciências Forenses
t1arquivo -> DisfunçÃo cognitiva como sequela única de lesão de tálamo direito por acidente vascular cerebral isquêmico idiopático em jovem: relato de caso
trabalhos -> Mídia educação e a mulher nas Assembleias de Deus: mudanças e machismo
t1arquivo -> Aprender e ensinar nas águas do rio linha anta II divisão Temática
trabalhos -> AdministraçÃo escolar: introduçÃo pós-crítica paulo Henrique Costa Nascimento. Graziela Zambão Abdian
t1arquivo -> Estudo dos clássicos da filosofia e do pensamento educacional: a experiência de um grupo de leitura, interpretaçÃo e debate. Divisão Temática
t1arquivo -> Dellen escleral bilateral após cirurgia de estrabismo: um relato de caso com tomografia de coerência óptica de segmento anterior (as-oct)


Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal