O continente africano e a formação do sistema atlântico


Subdesenvolvimento africano no processo de formação do Atlântico



Baixar 28.21 Kb.
Página28/28
Encontro17.03.2020
Tamanho28.21 Kb.
1   ...   20   21   22   23   24   25   26   27   28

Subdesenvolvimento africano no processo de formação do Atlântico

  • setores agrícolas e industriais não capitalizados, bem como grande número de pequenos Estados, em mãos de comerciantes e guerreiros ligados à escravatura, a África reunia todas as condições necessárias à sua dependência vis-à-vis das economias industrializadas na zona atlântica, tanto no que diz respeito à venda de suas matérias primas, quanto no que tange à compra de produtos manufaturados e de serviços, dos quais necessitava.
  • As bases da dependência econômica estavam, portanto, solidamente estabelecidas em meados do século XIX, época em que o tráfico de escravos chegou a seu ocaso. A partir do fim desse mesmo século, a dominação colonial acabaria por consolidar essa situação.

Ascensão da Europa no Atlântico

  • Os fatos e a análise que apresentamos mostram claramente que tal evolução deriva, finalmente, do comércio de exportação de escravos da África.
  • Os fatos destacam nitidamente que a revolução industrial, tanto na Inglaterra, do século XVIII e do início do século XIX, quanto no nordeste dos Estados Unidos, no século XIX, não poderia ter ocorrido sem a espetacular expansão, na produção e no comércio de mercadorias, experimentada pela zona atlântica entre os séculos XVI e XIX.
  • Esse extraordinário desenvolvimento assim originou as ulteriores revoluções industriais do século XIX, no noroeste da Europa. Foi sem sombra de dúvidas a mão de obra servil africana fornecida pelo tráfico de escravos que tornou possível esta extraordinária expansão.



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   20   21   22   23   24   25   26   27   28


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal