O consórcio Intermunicipal Grande abc, por meio do Grupo



Baixar 312.69 Kb.
Pdf preview
Página10/47
Encontro19.02.2021
Tamanho312.69 Kb.
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   47
Centro Cívico.

Praça IV Centenário - Centro

Espaço onde se localizam os três 

poderes do município: Executivo, 

Legislativo e Judiciário. O Centro Cívico 

abriga também a Biblioteca, o Salão 

de Exposições, o Teatro e o Auditório 

Municipal. O conjunto de especial 

interesse arquitetônico e urbanístico 

foi projetado pelo arquiteto Rino 

Levi e colaboradores, e contou com 

o projeto paisagístico do renomado 

artista brasileiro Roberto Burle Marx. É 

considerado um relevante Patrimônio 

Cultural do Estado de São Paulo por ser 

um exemplar de arquitetura moderna 

brasileira, além de ser parte integrante 

dos processos de transformação e 

modernização do estado na segunda 

metade do século XX. Destacam-se, além 

do espelho d’água, jardins e mosaicos 

que revestem o piso de toda área externa 

do Centro Cívico, o Painel Mural em 

concreto, localizado no saguão do Teatro 

e a Tapeçaria que se encontra no 9º 

andar do edifício do Executivo, ambos de 

Roberto Burle Marx. O edifício do Fórum 

construído posteriormente é de autoria 

de Jorge Bomfim, Rodolpho Mansueto 

Dini, Nelson Batistucci, Roberto Monteiro 

e Walter Caprera. O perímetro da Praça 

IV Centenário bem como as edificações 

e paisagismo são tombados pelo 

Condephaat. A obra Tríptico (Saguão 

do Teatro Municipal), inaugurado entre 

1970 e 1971, é um conjunto de três painéis 

de concreto aparente em alto e baixo 

relevo, localizados na parede lateral do 

saguão do Teatro Municipal. Apresenta 

formas geométricas, sinuosas e listras. 

O autor da obra é Roberto Burle Marx 

(1909-1994) um dos mais importantes 

artistas contemporâneos brasileiros, 

seu paisagismo está ligado a todo 

movimento da Arquitetura Moderna 

Brasileira. Fez seu primeiro projeto de 

jardim a convite do Arquiteto Lucio 

Costa. Seus projetos estão espalhados 

pelo país e pelo exterior. Profundo 

conhecedor de botânica, realizou 

inúmeras expedições com o intuito de 

conhecer, valorizar e catalogar a flora 

brasileira. Ele foi convidado, em 1965, 

pelo arquiteto Rino Levi, responsável 

pelo projeto arquitetônico do Centro 

Cívico, para cuidar não só do paisagismo 

do entorno dos prédios, mas também 

da decoração do Salão Nobre e do 



Anderson Pedro/ Acervo MSAOAG

S



saguão do Teatro Municipal, essas obras 

envolvem uma das premissas de 

trabalho de Burle Marx que era a de 

estabelecer relações entre homens

edifícios e a paisagem.

- Orquestra Sinfônica de Santo André

Teatro Municipal de Santo André

Sexta, 02/12. 15h. Entrada livre. Gratuito.

-Percurso oficina: “O que é Patrimônio para 

você?” 

Biblioteca Nair Lacerda. Praça IV 

Centenário. 

Sábado, 03/12. 9h. (180min.). Inscrição 

prévia no Comdephaapasa, pelo site: 

www.santoandre.sp.gov.br e pelo 

e-mail: museu@santoandre.sp.gov.br. 

40 pessoas.

A atividade se iniciará no Saguão do 

Teatro Municipal de Santo André. Será 

construído percurso até o Museu de 

Santo André Dr. Octaviano Armando 

Gaiarsa, onde será realizada a oficina 

sobre o assunto. A atividade será 

realizada em parceria com o curso de 

Arquitetura e Urbanismo da Fundação 

Santo André.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   47


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal