O conceito de compensação no diálogo de Vigotski com Adler



Baixar 187.52 Kb.
Pdf preview
Página1/11
Encontro13.12.2019
Tamanho187.52 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11


1093

Educ. Pesqui., São Paulo, v. 40, n. 4, p. 1093-1108, out./dez. 2014.



O conceito de compensação no diálogo de Vigotski 

com Adler: desenvolvimento humano, educação e deficiência

I

Débora Dainez



II

Ana Luiza Bustamante Smolka

II

Resumo

Atualmente, é ampla a divulgação dos estudos de Lev Semenovitch 

Vigotski e dos impactos que esses causaram no âmbito da educação, 

repercutindo no modo de pensar o ensino e o desenvolvimento 

de crianças. Entretanto, a obra desse autor referente ao tema 

da deficiência ainda permanece sem tradução para o português. 

Por essa razão, ainda é pouco conhecida no país. O conceito que 

Vigotski elabora quando aborda o desenvolvimento nas condições 

orgânicas adversas é o de compensação. Diante disso, a proposta 

deste trabalho é apresentar a história de elaboração conceitual da 



compensação  na perspectiva histórico-cultural, compreendendo a 

emergência e o movimento das ideias e dos argumentos produzidos 

por Vigotski na interlocução com os seus contemporâneos, 

sobretudo com o psicanalista austríaco Alfred Adler. Trata-se de 

um estudo teórico-conceitual em que foram realizadas leituras de 

livros de Adler e dos principais textos de Vigotski e de autores 

contemporâneos que versam acerca do tema. As discussões 

apontam para os pontos de acordos e a explicitação das diferenças 

das perspectivas desses autores, além de dar a ver o modo como 

Vigotski redimensiona o conceito de compensação com orientação 

para a formação social da mente. Como conclusão, mostra-se a 

concepção da sustentação da vida do indivíduo pelo outro, a crença 

nas possibilidades de desenvolvimento para além da deficiência e a 

compreensão dos diferentes modos de humanização. A implicação 

dessas proposições é a responsabilidade social de organização 

do meio educacional de modo a projetar a formação do novo 

no processo de desenvolvimento da criança (com deficiência), 

investindo na formação, disponibilização e apropriação de recursos 

materiais e humanos. 






Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal