Nsds guidelines resumo



Baixar 343.24 Kb.
Página156/174
Encontro30.06.2021
Tamanho343.24 Kb.
1   ...   152   153   154   155   156   157   158   159   ...   174
Dados no sector agrícola, particularmente no que tange às mulheres nas actividades das explorações e condições no emprego agrícola informal, completa a lista de lacunas de dados sobre o gênero em oportunidades económicas. A medição da produtividade agrícola da mulher e os factores que determinam esta produtividade, incluindo o acesso a terra e a recursos agrícolas, é essencial para a elaboração de políticas agrícolas esclarecidas.

 

Segurança Políitica


Existem dados muito limitados sobre aspectos de conflitos no gênero, daí que é fundamental ter uma melhor recolha geral de dados nesta área, inclundo dados desagregados por sexo sobre a mortalidade e morbilidade relacionadas com a guerra, deslocação forçada, resposta adaptada a conflitos, e violência relacionada com conflitos.


Também há dados escassos sobre o papel de liderança da mulher nos esforços de paz e segurança, embora esta informação seja básica para monitorar adequadamente a implementação da Resolução 1325 da ONU a todos os níveis.
De acordo com as estimativas de 2012 da Divisão de Estatísticas da ONU, perto de 80% dos países em todo o mundo produzem estatísticas desagregadas por sexo sobre a motalidade, participação no trabalho forçado, e educação e formação regularmente. Porém, menos de um terço dos países produze estatísticas importantes do gênero sobre emprego informal, empreendedorismo, violência contra a mulher e trabalho não remunerado.

A falta de dados tem sido um grande obstáculo na aferição das diferenças e desigualidades do gênero, formulação de políticas e programas para promover o avanço da mulher e da rapariga e expandir as suas oportunidades na sociedade, e na avaliação dos resultados e impacto das intervenções relacionadas com o desenvolvimento. E esta situação é ainda mais grave em países em desenvolvimento onde a capacidade de dados é mais limitada. As consequências da falta destes dados são ainda piores em muitos destes países, onde as desvantagens da muher são maiores, bem como a necessidade de se criar soluções efectivas baseadas em evidências para abordar estas desvantagens – para o bem tanto da mulher como da sociedade. Fechar a falta de informação pode resultar em ter mais informação útil sobre o homem e mulher, para a elaboração de melhores políticas que beneficiem a todos. No caso das mulheres, em particular, maus dados podem resultar do facto de ter alguém que não seja a mulher ou rapariga a responder em nome desta quando os inquiridores recolhem informação sobre famílias ou empresas.

 

IDENTIFICANDO LACUNAS E FONTES DE DADOS DO GÊNERO


Baseado na necessidade (severidade e disparidades em resultados que afectam a mulher), cobertura do país, e relevância das políticas, 26 lacunas de dados do gênero resultaram do exercício do mapeamento liderado pela iniciativa Data 2X (veja-se documento completo p.9 em Ferramentas abaixo). O exercício de mapeamento teve em consideração três fontes principais de dados do gênero:

  1. censos e inquéritos micro-nível que dão informação sobre pessoas, famílias e empresas;

  2.  dados gerados institucionalmente, incluindo serviço gerado em infra-estruturas e arquivos administrativos (através de hospitais, escolas, registos civis, autoridades tributárias, etc.) bem como políticas, leis, e regulamentos que são desnvolvidos através de processo político;

  3. grandes dados, em que ainda tem que procurar-se assuntos de gênero.

 



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   152   153   154   155   156   157   158   159   ...   174


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal