Nome do projeto : Oficina de Formação sobre a Experiência da aca: Multiplicando Saberes País



Baixar 32.79 Kb.
Pdf preview
Página1/7
Encontro13.12.2019
Tamanho32.79 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7


 

 

IberEntrelazando Experiencias.  

Banco de Saberes y Acciones de intercambio de saberes entre organizaciones culturales 

comunitarias y pueblos originarios 

 

Nome do projeto

: Oficina de Formação sobre a Experiência da ACA: Multiplicando Saberes  

País: Brasil 

 

Dados da organização da sociedade civil e/ou povo indígena 



Nome: 

Associação Comunitária do Amarelão - ACA 



Localidade, município/estado: 

Comunidade Indígena Amarelão, Zona Rural, João Câmara - Rio Grande 

do Norte  

E-mail

tayse.potiguararn@hotmail.com

 

 

 



História  e  perfil  das  atividades  desenvolvidas:  A

 

Comunidade  Indígena  Amarelão  tem  sua  própria 

organização e  representação social, a Associação Comunitária Amarelão  –  ACA, fundada em 21 de 

maio de 1994. Seu objetivo é promover o desenvolvimento socioeconômico da comunidade através 

de projetos com foco na promoção humana, social e cultural, representando a comunidade junto aos 

órgãos públicos e privados no atendimento de suas reivindicações.  

A ACA já desenvolveu vários projetos na comunidade: Beneficiamento de castanha  de caju (apoio: 

PAPI, SEAPAC, AACC e Comitê de Manos Unidos – Espanha); Padaria Comunitária (apoio: PAPI); Cursos 

de artesanato, cestaria, corte e costura, crochê, pintura, bordado, alimentação alternativa, produção 

de produtos de limpeza, associativismo (apoio: Congregação Imaculado Coração de Maria, SEAPAC, 

FETARN e SEBRAE); Projeto Segundo Tempo (apoio: Ministério da Cultura e Colégio Salesiano Dom 

Bosco); Alfabetização de Jovens e Adultos (apoio: SESI) e Projeto de Construção de Cacimbões (apoio: 

Congregação  Imaculado  Coração  de  Maria).  E  desenvolve  hoje  os  seguintes  projetos:  Projeto  de 

Música  (apoio:  Congregação  Imaculado  Coração  de  Maria  e  Banco  do  Nordeste),  Projeto  de 

Artesanato Motyrum Caaçu, que trabalha com produção de artefatos indígenas (apoio: Ministério da 

Cultura), Cozinha Comunitária (Grupo de Mulheres Ayras d’Aram), Tele Centro Comunitário (apoio: 

Ministério do Planejamento, Ministério do Meio Ambiente, SEPPIR e a ONG de São Paulo Casa Tainá), 

uma Biblioteca Comunitária e um Banco de Sementes.  

Esses prédios foram construídos em 1994 e nunca passaram por reforma. Todos estão sendo usados 

e  ainda  assim  não  atendem  à  demanda  da  comunidade  na  sua  totalidade  e  são  de  extrema 

importância para a nossa comunidade. Os prédios se encontram em péssimas condições e não temos 

nenhuma condição de reformá-los. Apoio solicitado à FUNAI: - Elaborar orçamento de material que 

precisa para a reforma; - Mobilizar parceiros para conseguir adquirir o material.  

Uma atividade cultural promovida anualmente pela Associação Comunitária e comunidade indígena 

Amarelão, com o apoio de parceiros, é a Festa da Castanha. Sua sétima edição será realizada nos dias 

31/08/2019 e 01/09/2019, com exposição e comercialização dos produtos da comunidade, palestras

apresentações de dança, música e teatro, jogos e brincadeiras.  



Saiba mais: 

www.amarelaoemfoco.blogspot.com.br

  

 




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal