Nicolau Vergueiro, 20 de novembro de 2017. SessãO 043/2017



Baixar 37.9 Kb.
Encontro29.10.2019
Tamanho37.9 Kb.

Nicolau Vergueiro, 20 de novembro de 2017.


SESSÃO 043/2017.
Aos vinte dias do mês de novembro de dois mil e dezessete, às vinte horas, reuniram-se na Sede da Câmara Municipal de Vereadores em Nicolau Vergueiro, Estado do Rio Grande do Sul, os seguintes vereadores: José Clair de Lima, Selmar Iradi Musskopf e Vilmar Felini, do PMDB, Ana Paula Stumpf e Odeli F.P. de Souza, do PSB, Gilani M. S. Neuhaus, Delmar Antônio Diehl, Gustavo Gotz e Vanderlei Graepin, do PP. O senhor Presidente Vilmar Felini, declarou abertos os trabalhos da Sessão Ordinária. Pediu ao secretário que fizesse a leitura da Ata n. 042/2017. Foi pedido pelos vereadores que fosse passada a leitura e o senhor presidente deferiu. Leitura da Pauta n. 043/2017. Em discussão a Pauta, ninguém se manifestou. Em votação, aprovada por unanimidade. Leitura das correspondências. PEQUENO EXPEDIENTE: Inscrita vereadora Ana Paula, a qual solicitou cinco ofícios. 1° Ofício ao gerente do Sicredi para que enviasse a essa casa um parecer se tem como ser colocado mais dinheiro nos caixas eletrônicos, porque tem muita reclamações das pessoas principalmente nos finais de semana, elas acabam indo sacar no domingo ou no sábado e muitas vezes já não tem mais dinheiro nos caixas, que ele envie um parecer dizendo se tem como ser colocado mais dinheiro para poder dar conta da demanda e se não tem que envie o porque, esclarecendo essa questão. Em votação ninguém se manifestou, aprovado por unanimidade. 2° Ofício para o Prefeito Municipal para que se possível ele falasse com algum dos servidores, talvez alguém que trabalhe na Secretaria de Obras na parte urbana do município, se teria como pelo menos uma vez por mês ou a cada quinze dias serem lavados os containers de lixo que têm dentro da cidade, porque muitas vezes acaba ficando lixo no fundo e o cheiro não é nada agradável, então se pudesse serem lavados seria de grande valia e também se poderia ser concertado o container que perto da ponte na comunidade de Estrela do Sul, esse container essa quebrado e o lixo esta derramando para dentro da estrada mesmo. Em votação ninguém se manifestou aprovado por unanimidade. 3º Ofício para a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente mais especificamente para o responsável pelo Meio Ambiente aqui em Nicolau Vergueiro, que fosse enviado a essa casa uma resposta de como é feito o cuidado e a fiscalização com as queimadas, que muitas vezes é colocado fogo em lixo dentro da cidade e também com a questão de passar agrotóxicos dentro da cidade, pois sabemos que por lei federal é uma coisa que é proibida, então que fosse mandado um oficio mandando como é feito esse cuidado. Em discussão vereador Gustavo se manifestou pedindo para que a pessoa responsável pudesse se fazer presente para explicar sobre esse assunto, vereadora Ana Paula aprovou, em votação aprovado por unanimidade. 4° Ofício para a Secretaria de Educação agradecendo a pessoa responsável pela cultura que é a professora Silvana por ela ter realizada a mateada e também agradecer por ela ter dado atenção ao ofício enviado por essa casa, que era o pedido para que essa mateada acontecesse. Em discussão o vereador Gustavo pediu que fosse enviada em nome do Legislativo, vereadora Ana Paula aprovou, em votação aprovado por unanimidade. 5° Ofício para Diretora da Creche parabenizando pelos trabalhos que estavam acontecendo durante toda a semana passada sobre a Consciência Negra, que foi de grande valia e muito bem executado pelas professoras da creche municipal. Em votação ninguém se manifestou aprovado por unanimidade. Inscrito vereador Vanderlei o qual solicitou três ofícios. 1° Ofício ao Prefeito Municipal solicitando para que fosse emblemado o carro do gabinete, com identificação de uso exclusivo do gabinete do prefeito, pois esse carro continua sem emblema e isso acaba dificultando a fiscalização dos munícipes quanto aos atos do prefeito, além de ser uma lei especifica onde todo o carro público tem que ter identificação a qual é atribuída seu uso. Em votação ninguém se manifestou aprovado por unanimidade. 2º Ofício direcionado a Promotoria para que faça uma avaliação e que passamos essa informação a eles do lançamento de depreciação do veículo Kombi, com placa ILN8083, mandando a eles juntamente com o ofício os ofícios a qual a prefeitura nos mandou de uma depreciação de R$ 18,312 de um veículo na primeira informação, na segunda informação foi reedificado, dizendo que foi um lançamento incorreto e ficou um disque me disque o qual não me convenceu, então peço aos colegas que aprovem essa medida que chegue a promotoria para que ela encaminhe ao órgão responsável, Tribunal de Contas se for o caso e faça a investigação e intime o prefeito para fazer a defesa dele que provavelmente vai ser, esclarecida e elucidada os fatos. Em discussão o vereador José Clair se manifestou pedindo uma reunião de bancada, logo após ele disse que entende que esse ofício já foi mandado para o secretário por duas vezes e pede a sua bancada que votem contra. Continua em discussão, vereador Odeli se manifestou dizendo que já veio duas respostas e pede para sua bancada votar contra. Em votação, rejeitado por cinco votos contrários e quatro favoráveis. 3° Ofício para Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, para a Fiscal Ambiental a Srª Camila Sgarbi para que se possível forneça a essa casa Legislativa um parecer técnico sobre o depósito de lixo na chegada da cidade, próximo a ponte, se caso ela achar que não é atribuição dada a ela que responda a essa Casa ou que indique o órgão responsável, se aquele depósito de lixo esta no local correto, se esta sendo feito de forma adequada esse deposito de lixo posterior o recolhimento. Em votação ninguém se manifestou aprovado por unanimidade. Inscrito vereador Gustavo o qual solicitou dois ofícios. 1º Ofício a Secretaria de Obras para que na medida do possível, pois a gente sabe que é difícil e tem bastante estradas com problemas, que dessem uma atenção a esse trecho que se inicia na Coagrisol e vai até a comunidade de Sitio Bastos, passando pelas residenciais dos Sr° Dário Neiss e do Rafael Burguel, que andando pelo município é um dos trecho que esta um pouco mais de carência de uma atenção. Em discussão vereador Clair se manifestou dizendo que não entrou na estrada, mas indo até Engenho Velho, para cima do Jairo Barilli estava parolado, não sabe se foi patrolado fora a fora ou somente ali na estrada, mas o que deu para notar passando por ali é que possivelmente foi patrolado aquele trecho fora a fora da Cooperativa passando pelo Dário Neiss até lá, porque até lá viu que estava patrolado hoje a tarde, mas não deixa de ser válido o seu ofício. Em discussão vereador Gustavo se manifestou dizendo que fez o oficio porque passou por lá no sábado e não tinha sido ainda, então acha que é só uma questão de tempo mesmo. Em discussão vereador Selmar relatando que esteve pela manhã juntamente com o secretário e foram olhar a estrada onde já estava arrumando pela manhã, inclusive pediu o acesso que vai para o lado do Mário já que as maquinas estavam indo para esse lado, realmente eles já estavam arrumando, mas acha que é válido o pedido, também gostaria de comentar a respeito do nosso amigo que chegou o Nei, que trabalha em Porto Alegre, com a esposa dele então gostaria de agradecer pela companhia que veio nos visitar por alguns dias, passando aqui um pouco das férias, agradece a ajuda que estamos recebendo no projeto lá em Porto Alegre. Continuou em votação, mais ninguém se manifestou aprovado por unanimidade. 2° Ofício para o para o Prefeito Municipal que envie a essa Casa planilha de controle de trabalhos dos caminhões da Secretaria de Obras, bem como da carregadeira, aquela maior e também de possíveis horas extras realizado por funcionários da Secretaria de Obras no dia 15/11/2017 quarta-feira. Em discussão vereador Odeli se manifestou, pediu reunião de bancada convidou o PMDB, continuou em discussão, mais ninguém se manifestou em votação aprovado por unanimidade. Inscrita vereadora Gilani a qual solicitou um ofício a Secretaria de Obras com referencia a estrada que dá acesso a propriedade do Sr° José Espedito Cardoso, segundo informações tem veículos que tem que trafegar dentro da roça porque a estrada esta com trecho que não dá condições, então a pedido dele, estou oficiando, se desse para dar atenção especial á essa estrada. Em discussão ninguém se manifestou em votação aprovado por unanimidade. GRANDE EXPEDIENTE: Inscrita vereadora Ana Paula hoje por ser o dia da Consciência Negra e achar que é um tema que tem que ser tratado em principal dentro do Rio Grande do Sul mas no Brasil como um todo, ocupando esse espaço para falar um pouco disso, hoje a nível nacional o Rio Grande do Sul é considerado o estado mais racista do país e isso é grave, muito grave porque atingi o direito humano de muitos cidadãos, de apesar de no Rio Grande do Sul os negros serem minorias, mas eles existem e estão aí a muito tempo e nós como cidadãos do Rio Grande do Sul devemos muito á eles, poderiam até dizer que a maioria dos cidadãos gaúchos Sul não são racistas, tem uma forma bem simples de explicar, muitas vezes e muita gente já vi fazer isso, de enxergar um Senegalês na rua e dizer que o cara é moreno, gente negro não é ofensa, não precisa dizer que ele é moreno, até porque o moreno é um branco com os cabelos pretos, os negros são negros e serem chamados de negros não é ofensa nenhuma, na verdade o preconceito muitas vezes esta dentro de nó e por isso muitas vezes a gente diz que ou negros são morenos, mesmo que lá no fundo a gente perceba ela como negra, vamos lá e teimamos em dizer que ela é morena, claro que falo na questão dos negos sem ter propriedade porque não sou negra, digo para vocês que queria ver dentro da câmara de vereadores um negro que fosse falar com propriedades e sentisse esse preconceito racial, esse racismo que vivemos aqui na pele, mas como não temos nem um me disponho a fazer isso. Como não posso falar muito de como eles vivem, posso falar um pouco da historia, muitas vezes quando estamos na semana farroupilha várias questões são levantadas de toda guerra que aconteceu e enfim é muito vangloriada as pessoas que lutaram na terra, fui descobri depois de adulta e por meio de livros que os lanceiros negros foram uma das peças principais da guerra, que os escravos da época, a guerra aconteceu por causa do charque, foram os grandes vendedores de charque que começaram a guerra por causa dos altos impostos, mas quem fazia o charque realmente eram os negros, era a mão de obra escrava dos negros que produziam todo charque do Rio Grande do Sul, então devemos muito á eles. No início da guerra os negros não participaram, porque não quiseram que eles fossem para a guerra, se não teriam que parar de produzir o charque, após um ano é que foram chamados para guerra e ai deu se início ao lanceiro negros que eram uma tropa cavalariana que tinham umas lanças enormes e pelo que li na história, eram os caras mais aguerridos que participaram da guerra, e eles foram para a guerra em troca de receber a euforia deles, que era a liberdade de poder sair da situação de escravidão, porém no momento que foi acontecer o tratado de paz entre por Rio Grande do Sul e o Império, era essa uma das questões que mais pesava para não ser aceita, porque muita gente dos farrapos queriam que os negros fossem libertados e o Império não aceitava a liberação do negro, não vou consigo lembrar o nome do cara que traiu os lanceiros negros, mas teve um cara, um dos grandes capitães dos farroupilhas, que ele mandou os negros irem para um local sem armas e posarem lá naquela noite e avisou o Império, então eles foram lá e mataram quase todos, foram entre 780 mortos á 800, depende o livro que se lê da uma margem diferente, e foram muitos poucos que ficam vivos e esses foram mandados ao Rio de Janeiro para que fossem vendidos como escravos lá, então o Rio Grande do Sul tem uma divida gigante como povo negro e o Rio Grande do Sul traiu sim o povo negro e hoje quando vemos os lanceiros negros ocupando prédios em Porto Alegre eu digo para vocês que não é nada mais do que a historia vindo cobrar a conta do que aconteceu no passado, é até doido, tem uma parte do hino do Rio Grande do Sul que diz que o povo que não tem virtude acaba por ser escravo, povo que luta em uma guerra pra mim tem virtude e tem muita virtude e gostaria de deixar claro que eu como gaúcha e branca peço desculpas a todos os negros do nosso estado e do país por todos os acontecidos da historia e também espero que um dia alguém tenha um cargo maior do que eu e que represente toda a população, tenha coragem e o âmbito de fazer a mesma coisa. Inscrito vereador Vanderlei o tema administração pública, confesso que como ocupante da oposição nessa casa legislativa, se torna até cômodo pra mim e me sinto privilegiado onde a gente tem que apenas identificar, até tenho me aprofundado um pouco mais quando identifico uma falha na administração pública, tenho proposto a solução á ela, nem sempre é atendido, muitas vezes é ignorado, mas não é isso que vai me tirar a força de fazer. Tivemos aqui a visita do prefeito, em minha opinião, ele tem participado pouco das sessões plenárias, porque nessas conversas informais que se têm antes das sessões, se elucida muitos fatos, dúvidas e meu colega que é mais veterano de carreira me passou a informação que ele já bateu o recorde, pois ele já veio mais em uma ano do que os antigos prefeito que nunca vinham, então acredito que ele esta embalando e no andar da carruagem, ele vai se desvincular um pouco mais das antigas administrações e vaio fazer um belo trabalho, mas continuo dizendo que ele tem que vir. A Assessora de imprensa veio aqui falou, até achei ela meio chateada com a historia de nós ter tocado o nome dela, mas fiquei contente por dois motivos, que ela estava escutando, ai vai o prêmio por nós vereadores por ter publicitado as sessões por rede social que assim as pessoas tem acesso a essas informações e outra porque notei uma mudança no site da prefeitura, as publicações começaram a ser publicadas no site oficial, festas, bailes já surgiu efeito a fala, então por isso que não tenho medo de vir aqui e criticar o prefeito , criticar o secretário, criticar um colega, porque a minha opinião esta acima de tudo, por isso que eu me acho até em situação favorável perante os outros, mas fui eleito a isso e aqui faço os elogios, que são poucos, as criticas e aponto as soluções, vejo nessa negatória de ofício que tivemos hoje no pequeno expediente, para mim isso só me engrandece, porque esse ofício vai chegar em mãos do promotor e vou poder elucidar pessoalmente os fatos, claro que não terá a força de todos os vereadores, por que se fosse aprovado teria a força de todos os vereadores, mas ai vejo se não foi aprovado já estou com uma pulguinha atrás da orelha e se não foi aprovado colocaram um pernilongo atrás da minha orelha. O fato de a página do município não estar atualizada, porque todo inicio do mês desde o começo do ano olho a páginas, olho quantos funcionários, quanto foi gasto com funcionário, o prefeito exorbito em gastos chegando a 50% da folha, conseguiu retrair um pouquinho porém já estamos em novembro, vinte de novembro e a página não consta as informações de outubro, justificativa válida mas não convincente, porque o problema do site acho que tem alguma coisa que esta sendo mascarada e vou em busca disso, pois como oposição sinto me privilegiado, prometo que com a ajuda dos colegas ou sem a ajuda dos colegas vamos mexer no bolso do povo, com a atualização dos valores do ITBI, Imposto de Transmissões de Bens e Imóveis, porque hoje uma área de terra aqui em Nicolau que vale em torno de novecentas, oitocentos mil sacas de soja o valor cobrado é dezesseis mil reais, esse é um valo irrisório, a prefeitura esta comprometendo a administração publica dela e ai faço a critica, por dois momentos já mexi com a prefeitura á ela que tomasse a inciativa não dando o prazer a mim de fazer isso me engrandecer perante as falhas dela, mas continuam inertes, então vou encaminhar ao órgão competente, a situação do lixo é critica. Domingo fui a Passo Fundo, tinha uma montanha de lixo dentro da estrada, em uma sarjeta que se estivesse chovendo o resíduo do lixo iria correr todo dentro da orla da barragem, onde ali esta a riqueza do município, com que argumentos vai se trazer o pessoal de fora para praticar turismo, visitação, se estamos deixando o lixo correr dentro da água, porque ali não dá 200M da água, aquele lixo é vergonhoso mas para mim eu me sinto lisonjeado de ter aquilo lá, vergonhoso de ser munícipe de Nicolau e ver aquele lixo a céu aberto, mas por ter um assunto de grande repercussão para falar, criticar o prefeito. Administração pública junto com os novos colegas aqui foi pedido, enviado, implorado quanto ao ônibus que faz o transporte dos universitários e depois de três meses de luta, inclusive fiz um vídeo colega Dilir, chovendo na minha cabeça dentro do ônibus, encaminhei ele ao prefeito e para que encaminhasse ,acho que foi o ponto final da história, até que enfim veio um ônibus dez anos mais novo, não condicente com o valor pago de quinze mil reais por mês, pois o município de Tapera paga dose mil reais com ônibus de quatro eixos, com dois andar, internet a bordo, eu sempre disse para o Dilnei, motorista que faz a vários anos o transporte dos universitários, ele é um herói, hoje ele tem um ônibus um pouquinho melhor ano 2007, estamos em 2017, até o final do ano ele consegue trabalhar porque depois de dez anos não é compatível para transporte e vejo aqui que aos colegas que a prefeitura renovou um contrato, o quarto termo aditivo que vai até a data de 31/07/2018, então já vejo que em Janeiro vamos entrar em uma nova luta, porque em janeiro vamos entrar em uma nova luta, porque esse ônibus já tem mais de dez anos de uso e isso impossibilita de fazer o transporte do universitários. Uma coisa que tem tomado muito o meu tempo e não estou achando o caminho a chegar, mas já lhes digo que tem investigação feita por mim mesmo com depoimentos concretos para dois casos para abrir CPI de irregularidades e prometo aos munícipes e peço apoio aos colegas vereadores pois a CPI não vai punir ninguém, apenas vai fazer a investigação e encaminhar ao órgão competente, porque não da para deixar como está, também gostaria de agradecer as visitações as pessoas que tem olhado a página mais de quinhentos acessos, ao colegas vereadores que sempre que possível mesmo que votando contra estão me dando forças. Inscrito vereador Gustavo falando sobre critérios e começando relato um fato ocorrido no início do ano no qual fui mal interpretado quando em um feriado que aconteceu numa quinta-feira o prefeito declarou e decretou feriadão até a segunda-feira, naquele momento era início de administração, todos sabiam que estávamos sem estradas e indaguei porque em um dia de sol como aquele, não se fazia pelo menos as estradas e criou se a partir disso até um dizer onde dizem que não dá para fazer feriadão porque o Gustavo não deixa, o que é uma bobagem pois o prefeito pode decretar feriadão a hora que ele quiser, isso é apenas uma desculpa para não fazer, mas vamos aos fatos de um acontecido na semana passada na quarta-feira que foi dia 15 de novembro feriado Nacional, Proclamação da República, como todos sabem estávamos em um evento muito bem organizado por sinal a mateada na praça desde o início da tarde até o encerramento, inclusive ajudei no encerramento do evento, passaram inúmeras cargas de barro com o caminhão da prefeitura e no final da tarde passou a carregadeira também e sabe, e tem comprovações até fotográficas, que estavam puxando barro para uma olaria na comunidade de Estrela do Sul, gostaria de falar aqui porque intitulei minha fala de CRITÉRIOS se souberem me falem, pode ser até no particular, quais critérios foram escolhidos para que em um feriado se puxe barro para uma olaria, primeiro lugar, se não me engano, temos cinco olarias no município então se cada olaria quisesse serviço teríamos que ter uma carregadeira e um caminhão só para puxar barro para olaria, segundo não desmereço porque o proprietário da olaria é como qualquer empreendedor do município, paga seus impostos e trás riquezas para o município, mas porque não então se fazer um levantamento de, no mínimo, trinta estabulo de criadores de leite do município que precisariam de uma carga de pedra, duas conchadas de terra que fosse tirada com essa carregadeira que estava tirando barro para um oleiro do Município, então se houver uma explicação gostaria que fosse trazida para nós, de maneira alguma estou criticando o empreendedor, mas gostaria de saber o critério que foi usado para beneficiar só ele, sendo que foi estendido feriadão em outras oportunidades e nesse feriado Nacional,, quando estava acontecendo um evento promovido pela prefeitura o que já deveria ter a atenção de muitos munícipes, se puxou barro para uma olaria um dia todo, posso estar fazendo papel de bobo aqui mas acredito que não, porque como eu vi muitos produtores rurais que precisariam de uma lâmina de patrola na sua propriedade e não consegue, cito como exemplo a propriedade do meu pais que a nove anos, foi construído um galpão e foi pedido uma carga de cascalho uma carga de brita na frente do galpão e até agora nada, esta parecendo dor de cotovelo? Talvez, mas compreendam como quiseram, mas não sou só eu, tem muita gente que gostaria de uma atenção de meia hora de serviço e não consegue, porque? Qual critério utilizado para usar a penas esse empreendedor do município. MATÉRIAS EM PAUTA:. Matérias em segunda discussão. Leitura do Parecer 0272017. Em discussão ninguém se manifestou. Em votação aprovado por unanimidade. Leitura do PROJETO DE LEI LEGISLATIVO 027/2017: Institui a contribuição para o custeio do serviço de iluminação pública, estabelece a responsabilidade tributária para a sua arrecadação e pagamento. Em discussão vereadora Ana Paula se manifestou pedindo uma reunião de bancada e convida bancada do PMDB, presidente concedeu. Continua em discussão vereador Gustavo se manifestou dizendo que vota a favor do projeto, pois somos um dos poucos municípios que ainda não cobramos e segundo porque logo vai surgir uma nota questão que é a cobrança de iluminação e de outros impostos na orla da barragem e seria da parte dele contraditório votar contra esse projeto e depois estar batendo em uma tecla que foi cobrado do outro pessoal, acha que as coisas tem que ser justas e quem não tem condição, o prefeito mesmo explicou que a Coprel não vai fazer essa cobrança e deixa os votos dos colegas de bancada a cargo dele, porém o voto dele é favorável. Continua em discussão vereadora Ana Paula se manifestou dizendo que seu voto também será favorável, pela explicação do prefeito, pois uma das coisas que ele deixou claro foi que a pessoa que tem invulnerabilidade social ou que recebe bolsa família não cai ter que pagar, então por ela acreditar que vai ser cobrado de pessoas que tem condição de pagar esse preço de 4% a mais sem sofrer grandes prejuízos. Continua em discussão vereador Jose Clair se manifestou dizendo que como líder de bancada vai deixar a critério dos demais colegas de bancada o voto de cada um para que se decidam, porém o voto dele é favorável já que entende que esse projeto vem tramitando na casa desde 2003 fazendo quatorze anos que esse projeto vem sendo rejeitado e isso é mais que justo, pois quem paga R$ 50,00 vai pagar R$2,00 a mais e quem não tem condição não vai pagar, já votou contra por doze vezes mas hoje vota á favor. Continua em discussão vereador Delmar diz que lembra que em 2003 o prefeito chegou e comentou sobre esse projeto, naquela vez o Projeto de Lei autorizava 4% no perímetro urbano e 2% no perímetro rural, foi até comentado que esse projeto um dia deveria de ser aprovado mas não naquele momento, já fazem quatorze anos que estão nesse vem e vai, não abe a opinião dos vereadores mas vai chegar um momento que vai ter que ser aprovado, sabendo que o comentário vais ser muito forte, dos vereadores aumentando a conta de contribuição de energia, mas acha que chegou o momento, sendo que seu voto também é favorável ao projeto. . Continua em discussão vereadora Gilani comentando que como já foi falado pelos colegas que por treze anos já foi recusado esse projeto, não se sente segura de votar a favor, portanto se abstém de votar. Continua em discussão vereador Odeli que também se manifestou se abstendo de votar. Em votação aprovado sendo quatro votos favoráveis, dois votos de abstenção e um voto contrário. MATÉRIA EM PRIMEIRA DISCUSSÃO, leitura do PROJETO DE LEI 028/2017: Aumenta o número de vagas no cargo de servente do quadro permanente de cargos e funções públicas. Em discussão ninguém se manifestou, ficando baixado para melhores estudos da casa. PROJETO DE LEI 029/2017: Autoriza o município a contribuir na premiação do bolão nicolauense promovido pela associação comercial, industrial, serviços e agropecuária de Nicolau Vergueiro( ACISANIV) com apoio do município de Nicolau Vergueiro. Em discussão ninguém se manifestou, ficando baixado para melhores estudos da casa. INDICAÇÃO 020/2017 Que seja destacado um funcionário municipal, com funções compatíveis, para realização da leitura da água nas residências do Município. Em discussão o vereador Gustavo se manifestou e fez o pedido de visto á indicação, em votação aprovado por unanimidade. EXPLICAÇÕES PESSOAIS: Inscrito vereador Odeli gostaria de comentar sobre o campeonato de futsal que encerrou-se no ultimo sábado, foi um sucesso, lotou quase não tinha mais espaço para as pessoas se acomodar para as assistir os jogos, estão de parabéns or organizadores, CMD, Secretaria de Educação, Prefeitura Municipal e a própria administração que deu incentivo e apoio para que esse campeonato fosse realizado e parabenizar os campeões e todas as equipes que participaram, apesar de sermos precários se, ter uma quadra, um ginásio, um local adequado para que fossem realizados os esportes de Nicolau Vergueiro, também gostaria de comentar com o colega Gustavo que comentou na última sessão sobre uma carga de pedra que o pai dele precisaria e hoje comentou de novo, não sei se o colega esta lembrado, mas nove anos atrás era a administração 2005/2008 e de repente o próprio colega fazia parte da administração, se foi uma falha não sei, nove anos dá em 2008, final de 2008 de repente o colega não esta lembrado, mas conversando com o próprio secretario ela vai fazer esse trabalho. Inscrito vereador Vilmar gostaria de comentar sobre a mateada não pude estar presente porque estava plantando, é uma justificativa, porém como a gente vive no meio da agricultura têm que aproveitar, estão de parabéns a organização, a organização do campeonato também aos times que disputaram, aos que não ganharam também, a torcida enfim a todos. Também comentando que dia vinte vai ter o campeonato de sete, dia traze até acho, parece que tem mais de vinte equipe, daqui uns dias vamos saber também, a proveito e comento sobre o baile na minha comunidade, agradecer a presença de quem foi lá a pedido da diretoria do clube de jovens, obrigado pela presença e obrigado a quem não foi também já que cobram, mas saiu tudo ok, aproveito para fazer um peido já que nós como fazendo parte de administração, somos fiscais, pedir aos colegas já que cobramos muito e fomos eleitos para cobrar, solicito aos colegas que na semana que vem, na próxima segunda feira os colegas vereadores trouxessem a certidão de negativo de débitos de cada um, já que somos da administração também temos que dar exemplo, trouxessem aqui para sabermos se podemos fazer cobranças, pois muitas vezes cobramos e não somos responsáveis por nos mesmos e se cada um de nós fizer um pouco no final vai ser muito, faço esse desafio á todos os colegas. Presidente Vilmar Felini colocou em discussão a Ata ninguém se manifestou aprovado por unanimidade. Não havendo mais nada a tratar, o Presidente Vilmar Felini, convocou os vereadores para a próxima Sessão, a realizar-se no dia 27 de novembro de 2017, com início às vinte horas, na sede da Câmara Municipal de Vereadores, na Avenida vinte de Março nº 1064, em Nicolau Vergueiro. Declarou encerrados os trabalhos da sessão, dos quais lavrou-se a presente ata que lida e achada conforme irá assinada.

Vilmar Felini Gustavo Gotz Presidente Secretário.


Compartilhe com seus amigos:


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal