Nascido em 7 de fevereiro de 1943 pertence ao corpo docente do



Baixar 136.9 Kb.
Pdf preview
Página11/11
Encontro17.03.2020
Tamanho136.9 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11
Falamos sobre o excepcionalismo. Neste exato momento, a historiografia brasi-

leira também está enfocando limites da escravidão, raptos e escravização ilegal 

ao longo do século XIX. As mesmas perguntas se aplicam.

O estado de Nova York abole a escravidão no início do século XIX, mas 

os escravos fugitivos levam a lei da escravidão para Nova York. Não há escra-

vidão em Nova York. Ainda assim, essas pessoas têm de ser tratadas como 

escravas e mandadas de volta para a escravidão. Nova York tem de cumprir as 

leis da Virgínia, ou da Carolina do Sul. Assim, isso também é relevante para o 

debate nacional sobre a escravidão, sobre qual é o poder da escravidão, e qual 

é seu alcance. Depois de 1850, com uma nova lei sobre escravos fugitivos nos 

Estados Unidos, os escravos tinham de ir para o Canadá. E isso também é in-

teressante porque – voltando ao excepcionalismo – nos Estados Unidos nós 

nos concebemos, como disse Thomas Paine, como um abrigo – qualquer pes-

soa de outros países que busque liberdade pode vir para os Estados Unidos

certo? Pessoas de países com ditaduras, e coisas assim. Aqui temos pessoas que 

tinham de fugir dos Estados Unidos para se tornar livres. Elas tinham de ir 

para o Canadá. Não podiam ser livres nos Estados Unidos. Então isso vira toda 

a imagem dos Estados Unidos de cabeça para baixo, certo? Milhares de pessoas 

fugindo para o Canadá para ser livres. Portanto, essa é uma justaposição muito 

interessante.

REFERÊNCIAS

FONER, Eric. America’s Black Past: A Reader in Afro-American History. New York: 

Harper & Row, 1970.

FONER, Eric. Free Soil, Free Labor, Free Men: The Ideology of the Republican Party 

Before the Civil War. 1.ed. 1970. New York: Oxford University Press, 1995.

FONER, Eric. Gateway to Freedom: The Hidden History of the Underground Railroad. 

New York: Norton & Co., 2015.

Revista Brasileira de História, vol. 35, n

o

 69  


  p.343-363




Entrevista: Eric Foner

363


FONER, Eric. Nada além da liberdade: a emancipação e seu legado. (Trad. de Nothing 

but Freedom...) Trad. Luiz Paulo Rouanet. Apresent. John M. Monteiro. Rio de 

Janeiro: Paz e Terra, 1988.

FONER, Eric. Nothing but Freedom: Emancipation and Its Legacy. Baton Rouge: Lou-

isiana State University Press, 1983. 

FONER, Eric. Reconstruction: America’s Unfinished Revolution, 1863-1877. New York: 

Harper & Row, 1988.

FONER, Eric. The Fiery Trial: Abraham Lincoln and American Slavery. New York: W. 

W. Norton, 2010.

FONER, Eric. Tom Paine and Revolutionary America. New York: Oxford University 

Press, 1976. In: _______. Who Owns History? Rethinking the Past in a Changing 

World. New York: Hill and Wang, 2002. cap. 1.

GUTMAN, Herbert. The Black Family in Slavery and Freedom, 1750-1925. New York: 

Vintage Books, 1977.

NOTA


Martha Abreu, professora associada de História da América na Universidade Federal Flu-

minense (UFF), filmou parte da entrevista (gravação disponível em: http://conversadehis-

toriadoras.com/2014/04/06/conversando-com-eric-foner/).

O livro acaba de ser lançado nos Estados Unidos (FONER, 2015).



Entrevista recebida em 12 de janeiro de 2015. Aprovada em 15 de fevereiro de 2015.

Revista Brasileira de História, vol. 35, n

o

 69  


  p.343-363





Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11


©historiapt.info 2019
enviar mensagem

    Página principal